• O Colégio Odorico Tavares está na UTI?

 

 Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

 

Eu de férias e o Saci querendo saber se o Colégio Odorico Tavares está mesmo na UTI… Pode um negócio desse?

Decidi, neste verão, não ler jornal, livro, revista, bula de remédio, e-mail, twitter ou qualquer outro texto com mais de dez palavras. Pra dizer a verdade, o que tenho lido, mesmo, é a data de validade dessas porcarias enlatadas e ensacadas que a gente é forçado a comer em beira de estrada, por falta de melhor opção. Quem viaja sabe como é isso.

Mesmo sem querer quebrar o meu propósito, resolvi escrever uns três parágrafos para responder sucintamente ao Saci, considerando que, tranquilamente, poderia escrever algo, sem me dar ao trabalho de ler o meu próprio escrito, o que me deixou mais aliviado… Se eu escrever besteira, então, que o (a) leitor (a) me perdoe.

Assim, objetivamente, sobre o que o Saci me perguntou, vou ser curto e grosso: não sei mais do que todo mundo já sabe, ou seja, que a política da Secretaria de Educação em relação ao Colégio Odorico Tavares está pra lá de misteriosa. E bota misteriosa nisso. É só o que tenho a dizer. Nada mais. Juro que isso é tudo o que sei…

…Além de que, já ia esquecendo o que me contaram,  o Odorico Tavares tem uma excelente infraestrutura, dispondo de trinta salas de aula, laboratórios de ciências e tecnologias, quadras poliesportivas, bibliotecas especializadas, anfiteatro, lanchonetes, consultório odontológico, equipamentos multimídias em todas as salas de aulas… Sei também que o colégio conta com um competente e amplo quadro de professores especialistas em diversas áreas, mestres e doutores, e de pessoal técnico especializado desenvolvendo um trabalho reconhecido de excelência. Isso é tudo o que sei.

Claro que é de intrigar mesmo – não resta a menor dúvida -, que a SEC/BA resolva acabar, sem maiores explicações, com as aulas do turno vespertino e noturno, do referido colégio, segundo o que se comenta, apesar da grande demanda de alunos. Isso eu soube também, mas muito por alto. Por Deus, não sei um milímetro a mais do que isso.

O resto, acredito, é mera especulação – tão antiga e temida quanto as maldades do mundo -, que, aliás, não pode ser creditada, salvo melhor juízo, como sendo do desejo e da responsabilidade do três em um secretário-economista-administrador ou dos seus devotados técnicos.

Não é de hoje que ouço falar que o Colégio Odorico Tavares está com os seus dias contados. As razões apresentadas são as mais diversas: uns dizem que o fato de o colégio situar-se na valorizada área chique da Vitória, fragiliza-o sobremaneira, pois é sempre alvo da especulação imobiliária, principalmente se o governo de plantão flerta com o pensamento neoliberal; outros dizem que as fardas dos colégios públicos enfeiam o corredor turístico repleto de museus, hoteis e outros points sofisticados que os gringos adoram curtir – sem falar no medo que os jovens estudantes, na sua maioria oriundos das classes economicamente despossuídas, despertam nos endinheirados… Já ouvi até quem dissesse que o problema maior era a sirene do colégio, que impedia a sua vizinhança grã-fina de dormir até as 10 da manhã ou de gozar, após o almoço,  de uma justa e merecida sesta…

Mas tudo isso, acredito, não passa de delírios dos teóricos da conspiração… Até porque, pelo que tenho visto nas propagandas, o atual governo não quer outra coisa senão poder… poder… como digo… amar a Bahia (ainda que, volta e meia, a oposição saudosista o acuse de plágio…), talvez até bem mais do que o nada saudoso carlismo amou.

Assim, dessa lonjura onde me encontro, praticamente sem internet, mas nem por isso infeliz, quero dizer ao Saci e aos leitores do seu visitadíssimo blog, que eu não faço a menor ideia de como anda a saúde do Colégio Odorico Tavares, bem como a de outros colégios públicos da rede estadual. Ainda que a almeje sempre excelente e confie no espírito de luta dos seus valorosos alunos, professores e demais funcionários para enfrentar quaisquer que sejam os golpes, venham de onde vier…

No mais, é desejar, ainda, que o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia – APLB, cumpra o seu papel e jamais trilhe pelos labirintos que a nossa melancólica APUB chafurdou-se.

7 Respostas to “• O Colégio Odorico Tavares está na UTI?”

  1. Menandro Ramos Says:

    Recebi, pela lista “todos-l”, da UFBA, o seguinte comentário do Prof. Roque Mota:

    Menandro a matéria é excelente, mas não esqueçamos que existem muitos favelados no Corredor da Vitória. É o cara que veste o paletó com camisa de mangas curtas, com a CUECA furada, com o Gol 1000 parcelado em 70 prestaçõeszinhas; devendo condomínio desde 2005, etc. etc.

    Então, essa turma da vitória (derrota) precisa do Colégio aí, lá. As turmas são complementadas por falidos da Graça, Campo Grande, Av. Sete, Porto da Barra, ex-alunos do 2 de Julho e Vieira.

    EU ESTOU PREOCUPADO É COM O COLÉGIO ESTADUAL LÁ EM ARACI, CAITITÉ QUE NÃO TEM NEM SANITÁRIO PARA OS PROFESSORES E AS PROFESSORAS.

    VOCÊ JÁ PROCUROU SABER COMO ANDAM O COLÉGIO ESTADUAL DE RODELAS, DE FÁTIMA, DE MACURURÉ, DE SÃO DISIDÉRIO, DE IBIPITANGA, DE BONINAL, pobres irmãos do CORREDOR DA MISÉRIA, SALVEMOS O COLÉGIO DO CORREDOR DA VITÓRIA.

    Abraços vitoriosos,
    José Roque Mota Carvalho.

    —————-

    —–Mensagem original—–
    De: joromota@ufba.br [mailto:joromota@ufba.br]
    Enviada em: terça-feira, 26 de janeiro de 2010 22:03
    Para: menandro@ufba.br; todos-l@listas.ufba.br
    Cc: joromota@ufba.br
    Assunto: Re: Colégio Odorico Tavares na UTI?

  2. Carly Chesma Says:

    Prezados, fico preocupado é com a hipocrisia, indumentária inerente aos políticos deste país, requisito primordial para acesso a carreira Política.

    Quantos dos nossos Senadores, Deputados e Vereadores são Professores?Enumere todos que estão realmente preocupados com a Educação Pública de Qualidade?

    Daremos a resposta nas urnas, lutando contra à reeleição destes, despreocupados com a coisa pública, sempre preterindo o coletivo ao individual. Garantindo bem estar, riqueza e vida boa para toda sua família durante duas ou três gerações!

  3. Eline Says:

    já tem pouca escola e ainda querendo acabar com o odorico tavares

  4. Railda Silveira Says:

    Eu fui uma das 1ªs professoras do Odorico, esse governo quer acabar com tudo que ACM fez. Não está aí em nada que o povo precisa, por isso quer tirar todos os estudantes da periferia do centro da cidade, vão fechar o Odorico, o Manuel Novais e o Ipiranga todos esses estão com os dias contado. Esse PT na Bahia foi a grande decepção

  5. Henrique Says:

    Sou um novo morador de Salvador, e gostaria de saber se vale a pena estudar no ‘ODORICO’. É um bom colégio ? pela sua mega estrutura, aparentemente, acho que devia considerar essa ideia. Mas para pessoas que já o conhecem eu pergunto se estou certo.

  6. Tânia Says:

    Minha filha irá p o 2º grau e já estou á procura de um bom colegio público. Gostaria de saber se realmente o Odorico é BOM. Será que vai fechar?
    Minha filha só terá 13 anos, e fico receiosa de matricula-lá em qualquer colégio… Coisas de mãe! O mundo está muito cruel e fico receiosa por vário motivos, todos reais e consideráveis. Quem tiver informaçoes agradeço.

  7. jose ribeiro Says:

    um só fornecedor na escola Hum!!!!!! cheira mal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 145 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: