Plebiscito da Apub foi fraudado


Segundo o Prof. Francisco Santana, o advogado pediu à Justiça para aumentar o valor da causa para 1 milhão, a fim de intimidá-lo…

.

D (2).

e acordo com as ruminâncias da Vaca Tatá,  “se a luta entre ser ANDES-SN e ser Proifes (entidade governista) fosse desconsiderada, restaria aos professores honestos da UFBA a luta pela Ética. A ferro e a fogo, para se dar bem e permanecer na direção da entidade sindical a qualquer custo, a diretoria proificista da APUB não vacilou em recorrer a meios escusos para levar a melhor no plebiscito da desfiliação do Andes-SN. Felizmente, por três vezes, a Justiça do Trabalho reconheceu a fraude. Resta aos professores da UFBA decidirem o que fazer com os fraudadores: perdoar-lhes  o desvio de caráter ou mantê-los afastados para sempre da direção da entidade”.

Leia mais na coluna da Vaca Tatá (AQUI).

Brevemente, estaremos disponibilizando, também em vídeo, as falas do Prof. Ricardo Antunes (interpelado na Justiça pelo Proifes) e de outros docentes da diretoria do ANDES-SN que participaram do evento comemorativo realizado pela Oposição APUB, para celebrar a deflagração da greve mais longa da UFBA, no último dia 29/05, na Faculdade de Arquitetura/UFBA.

Uma resposta to “Plebiscito da Apub foi fraudado”

  1. Francisco Santana Says:

    O PROCEDIMENTO INCOERENTE DA DIREÇÃO DA APUB

    O que deveria fazer uma diretoria coerente quando perdeu pela terceira vez a causa referente ao plebiscito?

    Deveria por respeito aos professores ser a primeira a comunicar o fato e convocar uma assembléia para tomar decisões acerca do problema.

    Pois afinal quem paga as despesas com essa causa são os professores.

    A diretoria está tomando decisões pelos professores sem consultar os professores.

    E os professores coerentemente também deveriam pedir essa assembléia.

    O que pretende ganhar com esse silêncio, a diretoria da APUB?

    Apostar na falta de memória do professor? será a política do avestruz? Ou será que tem um plano premeditado de criar algum fato novo por meios não muito ortodoxos?

    Eu considero um caso muito grave e acho que os professores da UFBA não estão tratando esse caso com a devida seriedade.

    F. Santana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: