1008 – Tsunami de propaganda

.

PROPAGANDA

Para o Saci, nos últimos dias, a TV Bahia tem mostrado um grande volume de belíssimas propagandas, resultado de fecunda parceria entre antigos adversários políticos…

.

E.

.

.

sempre um desafio pensar numa sociedade democrática, justa, que tenha como parâmetro o respeito aos Direitos Humanos acima dos interesses de facções políticas, empresariais, mercantis.

Conforme denuncia o Prof. Fernando Conceição no seu Blog (AQUI), uma das poucas vozes da UFBA a se indignar publicamente contra as centenas de assassinatos ocorridos nos últimos dias em Salvador, predominantemente, de pobres e negros, “o pacto de silêncio das instituições e setores da sociedade perante essa limpeza sócio-étnica, verdadeiro progroom, é sintomático.

Enquanto isso, o governo do Estado da Bahia empanturra o telespectador de  verdadeiros tsunamis de propaganda, com o propósito de edulcorar a realidade perversa em que os baianos estão mergulhados. Rios de dinheiro público são gastos para comprar o silêncio da mídia. Cada vez mais a vida humana vale menos. Cada vez mais as execuções são naturalizadas, banalizadas.

Como não responsabilizar o executivo estadual que assalta os cofres públicos para saturar as retinas dos cidadão do brilho falso da telinha? Como não chamá-lo à responsabilidade quando projeta o gasto de meio milhão de reais para cobrir seu gabinete de purpurina e sonegar aos agente des segurança o que já sonega aos trabalhadores da Educação, da Saúde, entre outros, o fundamental para a sobrevivência? Quanto custa ao erário público o dinheiro dos hospitais desviado para pagar o combustível do helicóptero que alimenta cada vez mais as mordomias gozadas pelo governador Jaques Wagner? O que ganhou a sociedade com seus ágeis deslocamentos do Palácio de Ondina para a governadoria, no CAB, pela via aérea? Teria feito menos do que fez, se tivesse peregrinado pela Av. Paralela engarrafada, como muitos cidadão soteropolitanos fazem diariamente?

GOVERNO-LIQUIDO.

mortos baianos

 

Anúncios

Uma resposta to “1008 – Tsunami de propaganda”

  1. Marcone Souza Says:

    Ora Saci! Pelo que eu entendo, o administrador de qualquer empresa responde civil e criminalmente pelos seus atos e ações, ou pela falta deles, porque no público é diferente?
    O triste, é ver tudo isso e não poder fazer nada, a não ser se indignar!
    Ora! Foi ele quem se candidatou, foi ele quem assumiu, então ele é que deve ser demandado judicialmente por negligência.

    Entendo, também, que o Ministério Público (no qual botava o que sobrou das minhas parcas fichas) também, já está cooptado / aparelhado e servil.
    O que você me diz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: