1021 – Chauí e a cobra que devora o próprio rabo

image

Para o Saci, a brilhante filósofa tem se enveredado por uma poética surreal muitcho doida…

.

Francisco Santana
Prof. Aposentado da UFBA

.

E.

.

uma cena indescritível. Dantesca. Um strip-tease moral e intelectual.

Lembrou-me cenas de cabarés do baixo meretrício, quando a meretriz em fim de carreira, completamente bêbada, resolve repetir tempos de juventude e se despe grotescamente no palco.
O strip-tease moral. Foi feito para agradar um energúmeno. E este se divertiu às gargalhadas, não por achar algo meritório, mas por ter um prazer sádico de assistir intelectuais de classe média se decomporem e se humilharem diante de seus pés, de lamberem as suas botas. Um riso sádico.
Essa cena lembrou-me outra descrita à pg. 71 do livro, “Viagens com o Presidente” de Eduardo Scolese. Nela, Lula se dirige sádica e grotescamente assim ao seu assessor de assuntos internacionais, Prof. Marco Aurélio Garcia:
– Marco Aurélio, eu já mandei você tomar no * hoje?
O professor sorri submisso.
A Chauí portanto, se espelha nela mesma e nos intelectuais do PT para avaliar a classe média.
O strip-tease intelectual. Ora, eram de classe média: Marx, Lenin, Trotsky, Mao (Chou-En-Lai era mandarin), Gramsci, etc.,etc.,etc.Todos os partidos de esquerda do mundo foram fundados por intelectuais de classe média, tendo ou não base operária. O socialismo ou o comunismo seria um regime formado por uma classe média, pois a classe proletária e a capitalista desapareceriam.
Ora, Marilen Chauí, é classe média de nascimento, formação e educação. Diz-se seguidora de Marx, etc. Então ela mostrou para todos a sua ignorância em toda a nudez.
.
COME-RABO

Enquanto a filósofa e teórica petista desanca a classe média, Lula se esbalda…

.

3 Respostas to “1021 – Chauí e a cobra que devora o próprio rabo”

  1. Menandro Ramos Says:

    Segundo o Saci, enquanto ele fazia as ilustrações desta postagem, ouviu, na TV, notícias sobre o aniversário de nascimento Dorival Caymmi, isto é, das comemorações do seu centenário. A partir daí, foi inevitável não deixar de pensar, além de em Caymmi, em outras figuras brasileiras geniais como Tom Jobim, Gal Costa, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Jorge Amado, Villa-Lobos, Cecília Meireles, João Ubaldo, Portinari, Anita Malfati, Juarez Paraíso, Carlos Bastos, Niemeyer, ou os estrangeiros Borges, Saramago, Picasso, Caribé, Le Corbusier, Frank Lloyd Wright, Chopin, Charle Chaplin…

    Isso sem falar nos candidatos a reitor, Dirceu Martins, João Salles, Luiz Rogério, Nelson Pretto…

    Será que a ilustre intelectual não seria capaz de amar algum deles?

  2. Duílio Says:

    Consta que essa pantomima grotesca, exibida em vídeo já faz algum tempo, rendeu à autora a inclusão do livro dela de Filosofia, na relação das obras adquiridas pelo governo do PT e distribuídas gratuitamente às escolas públicas. Donde se conclui que nem os filósofos escapam aos cambalachos e boquinhas…

  3. Marco Says:

    O caminho da empáfia… derruba…(o resto fica a critério)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: