1027 – A UFBA vai parar dia 21 de maio!

.

saci-no-poste

Segundo o Saci, ele prefere ser amarrado num poste, espancado, ter uma orelha cortada, de acordo com o modelo de bestialidade que assola o país – no mais genuíno padrão FIFA de barbárie! -, do que abrir sua boca para falar sobre as preferências reitorais da diretoria da APUB.

.

P.

.

ouco tempo depois de recebermos a notícia da decisão tomada em Assembleia da APUB sobre a paralisação dos docentes da UFBA na data de 21 de maior próximo, um dos dias marcados para a votação de Reitor e Vice da UFBA, pela Comissão Eleitoral, recebíamos a indagação de um leitor, que queria saber qual dos dois candidatos mais fortes a diretoria da Apub governista(sic) estaria apoiando.

Sobre a votação da Assembleia, que não compareci por conta de estar em aula no horário da mesma (é a segunda que cai no dia e horário que tenho aula, portanto a anterior também não compareci). devo dizer que fico feliz com o resultado, uma vez que no dia 21 de maio o ANDES-SN e outras entidades ligadas aos servidores públicos estão articulando a intensificação das mobilizações por todo o país.

Quanto à pergunta sobre o candidato da lista dos dois mais cotados para reitor que estaria sendo apoiado pela APUB, “num gesto desesperado de se agarrar ao primeiro pedaço de isopor que achar por perto, para não se afundar para sempre”, como piedosamente se manifesta o Saci, confesso que não tenho a mínima pretensão de fazer a cabeça de quem quer que seja, ainda que tenha minhas leves desconfianças.

Ao tentar passar a bola para o pestinha de gorro vermelho e pito, ele acabou se escorregando como alguns candidatos a reitor, quando foram instados a se manifestarem a respeito do Andes-SN e do Proifes. Rápido como quem furta ele foi logo me respondendo.

– Nem me pergunte, chefia! Prefiro ser amarrado num poste, ser espancado, ter uma orelha arrancada segundo esse modelo de bestialidade que assola o país – no mais genuíno padrão FIFA de barbárie! -, do que abrir essa boca que um dia a mamão me deu papinha!…

Sendo assim, diante da recusa do meu contido amigo de se pronunciar, fico devendo essa ao curioso Leitor.

Em compensação, informo-lhe sobre os últimos agitos articulados pelas entidade sindicais pelo Brasil a fora.

Menandro Ramos
FACED/UFBA

———————————————-

Compareça à assembleia da APUB do dia 14 de maio às 16 horas e ajude a construir o dia de paralisação – 21 de maio

Em assembleia da APUB ocorrida no dia 6 de maio aprovou-se a paralisação do dia 21 de maio, em conjunto com os docentes das demais universidades federais brasileiras. Este movimento faz parte da intensificação da mobilização docente referente aos pontos: campanha salarial, carreira docente, autonomia universitária e condições de trabalho. Neste dia 21, o ANDES-SN estará em reunião com o MEC para obter respostas à pauta apresentada e protocolada em reunião anterior.

Docentes das IFE intensificam mobilização e marcam novo dia de paralisação

Uma agenda intensa de atividades, com paralisação nacional no dia 21 de maio, foi uma das deliberações da reunião do Setor das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) do ANDES-SN, que reuniu em Brasília, no último final de semana (26 e 27), representantes de 43 seções sindicais. A Caravana da Educação Federal, na próxima terça-feira (6) e a Marcha a Brasília, no dia seguinte também integram o calendário de lutas aprovado. Para o período de 12 a 16 de maio está prevista uma semana de mobilização local nas Instituições Federais.

A decisão sobre o período de deflagração da greve, com base no resultado da rodada de assembleias gerais das Seções Sindicais, foi remetida para a próxima reunião do Setor das Ifes, que acontece nos dias 24 e 25 de maio.

“Foi uma das maiores e mais densas reuniões do Setor das Ifes. Fizemos uma cuidadosa avaliação da conjuntura, das audiências com o Ministério da Educação e do resultado das assembleias gerais. A orientação do Setor é intensificar a mobilização, fortalecendo as assembleias, aprofundando o debate sobre a greve, reforçando as pautas locais, a partir da articulação com a pauta nacional de negociação em curso”, explicou Marinalva Oliveira, presidente do ANDES-SN. A reunião contou com a presença de 70 docentes, sendo 63 representantes de 43 seções sindicais e sete diretores nacionais. Leia mais AQUI.

Caravana da Educação Federal reúne cerca de 2 mil pessoas em Brasília nesta terça-feira, 6/5

ANDES-SN, Fasubra e Sinasefe, em articulação com a Oposição de Esquerda da UNE e com a Assembleia Nacional dos Estudantes Livre (Anel), realizaram na tarde dessa terça-feira (6) a Caravana da Educação Federal em Brasília. Cerca de dois mil trabalhadores do setor da educação federal e estudantes se reuniram em frente ao Ministério da Educação (MEC) para protestar por melhorias na educação pública e para exigir do ministério a negociação sobre pautas das categorias. O ministro José Henrique Paim se negou a receber os manifestantes. O ato iniciou com a fala das três entidades organizadoras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: