1047 – A UFBA e o martelo do Rei-Thor

.

rei-tor-da-ufba

.

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

.

A-cap.

.

verdade é que, segundo o Saci, o que está posto, está posto. Decorrido o período previsto para que os outros candidatos recorram do resultado da consulta, alegando possíveis irregularidades ou vícios durante o processo eleitoral, se não o fizeram, “baubau, já era, zefini”, conforme arrematou o pestinha debochado. A Inês é morta, de fato, sem choro,  sem vela e sem dobrados fúnebres. Provavelmente não vai haver contestação. Até porque a Chapa 1 ganhou com uma grande diferença dos  outros candidatos. Resta agora zerar a conta e partir para uma outra. Resignemos em dar vivas (ou não!) ao novo reitor da UFBA e ao seu vice, torcendo para que o próximo reitorado que se desponta no horizonte seja verdadeiramente democrático, além de profícuo, comprometido com a transformação da sociedade para melhor e desvinculado dos governos, dos partidos políticos e do mercado.

Segundo o Saci, é essa a hora de “a onça beber água que boi não ingere”. E que o martelo do Rei-thor bata firme ao escolher seus pró-reitores e demais auxiliares. E que o critério da escolha não seja o de pagamento de dívida contraída durante as adesões de campanha, mas de capacidade de resolução dos problemas relevantes demandados tanto pela comunidade da UFBA quanto pela sociedade baiana.

Que ele se cerque dos valorosos Conselheiros – dos quais, felizmente, a UFBA é pródiga (com muita tranquilidade eu indicaria o nome do valoroso Prof. Antônio Câmara!) – , mais que tenha pulso firme para repelir os sapienciais de ocasião, quer sejam políticos, quer sejam acadêmicos. Que eles vão cobrar a fatura do apoio oportunista de campanha nos “Quintos no Inferno”!

Quanto à indicação ou confirmação dos nomes dos professores João Carlos Salles e Paulo Miguez, creio que o MEC o fará sem problema. A menos que a Chapa 1 não gozasse do apoio de bruxos do alto clero da UFBA, e que eles, nos bastidores do Palácio do Planalto, conspirassem em favor de uma das duas Chapas menos votadas. Como o Prof. Nelso Pretto declinou publicamente em aceitar a sua nomeação para reitor, se não ficasse no primeiro lugar, e caso o seu nome fosse indicado pelo governo, só resta, assim, torcer para que o Prof. Dirceu Martins não queira seguir as pegadas do Prof. Heonir Rocha, o segundo mais votado na consulta que participou, nos idos do anos 90. Alguém até pode lembrar que mais lamentável do que o Prof. Heonir aceitar a nomeação para reitor da UFBA foi o Prof. Rogério Vargens, que ficou no quinto lugar da consulta e a aceitou numa boa, como dizem os jovens… Há quem sustente, entretanto que,  eticamente, as duas posições se igualam…

Por isso, por aquilo e aqueloutro, que o martelo do Rei-Thor bata firme e vigorosamente em favor de uma UFBA melhor, democrática, cidadã, republicana, comprometida com soluções humanitárias e includentes.

Anúncios

3 Respostas to “1047 – A UFBA e o martelo do Rei-Thor”

  1. Saci-Pererê Says:

    Circulou nas redes sociais:
    ————————————-

    Ola GT 16,

    Terminado o processo eleitoral na UFBA, quer agradecer a vocês pelas manifestações.
    Ficamos em terceiro lugar.

    Foi uma loucura, uma dura caminhada… O jogo é bruto, mas tenho certeza de que, modestamente, contribuímos para, quem sabe, um dia mudar isso.

    A nossa campanha foi linda, e isso foi fundamental…

    Fiquei impressionado com a quantidade de gente, com praguinha dos outros candidatos, que me procurava e dizia: “vc é o melhor”, vc é o melhor para a ufba”, “vcs ganharam o debate”… “mas eu já estou comprometido com joão!”. Juro a você, eu não consigo entender isso em se tratando de comunidade universitária! Quer dizer, entendi nos números: acachapante!

    Insisto, temos que enfrentar de frente está questão partidária definidora dos rumos das eleições, dentro da universidade. Você, provavelmente, não sabe da missa a metade!

    Isso tem que ser regulamentado… Foi crime eleitoral o tempo todo, tentamos denunciar mas… sem eco!

    Antes mesmo da apuração, fizemos circular por toda a UFBA uma carta final com a denuncia de tudo.. (veja abaixo)

    abs
    Nelson Pretto

  2. Saci-Pererê Says:

    Circulou nas redes sociais:
    ————————————-

    Car@s colegas professor@s, técnic@s administrativ@s e artísti@s e estudantes,

    Estamos na reta finalíssima, entusiasmados na busca de uma UFBA politicamente altiva, ativa e pulsante na articulação com os movimentos sociais.

    Eleição para Reitor é uma conquista da sociedade que precisamos aprofundar!

    Por isso mesmo, é com indignação que temos testemunhado, entre outras práticas estranhas ao cotidiano da Universidade, a farta distribuição de camisas ao longo da campanha e, durante a votação, de “quentinhas” a fiscais e apoiadores, a não garantia da privacidade dos votos, tudo isso comprometendo o esforço de realizarmos uma eleição rica em valores democráticos.

    A ausência de regulamentação e o financiamento não explicitado desde o começo da campanha permitem essas práticas. Por isso, desde o seu lançamento, a Chapa 2, contrária a esses dispositivos que maculam a política, expôs e expõe as contribuições que recebe e os seus gastos (tocom.pretto.info).

    É de se perguntar se uma eleição para a Reitoria precisa alcançar altas cifras não identificadas.

    É por isso que lutamos por uma UFBA livre, autônoma, com respeito às diferenças e absoluta transparência.

    Vamos lá, em busca da vitória da Chapa 2!

    Hoje, a partir das 21 horas, teremos a apuração no PAF 1.

    Apareça por lá. É a festa da nossa democracia.

    Nos sentimos honrados de poder ter contribuído com esse rico momento.

    E se você ainda não votou, não desperdice esta oportunidade. Corra até sua unidade e, com liberdade, faça um X na chapa que melhor represente o projeto que queremos para a UFBA.

    Grande abraço e muitíssimo gratos pelo carinho recebido em todas as unidades e setores!

    Nelson Pretto, candidato a Reitor
    Angelo Serpa, candidato a Vice-Reitor ​

  3. marco Says:

    Uma eleição de candidatos e não de propostas.
    Os nossos QUERIDOS amigos Nelson e Ângelo. Pessoas com garra e espirito universitário. Pessoas honestas comprometidas e verdadeiras. A brutalidade do campo mostrou que para atingir os fins qualquer meio deve ser utilizado. Assim o foi a chapa 1 foi o ápice do aparelhamento. Foi e agora precisará ser forte para obscurecer os acordos e conchavos. Parabéns apenas para aqueles que lutaram dentro do campo democrático. Aos outros sorte, pois parte de nossos destinos agora estão nas mãos deles.
    Aos muitos que perguntei: qual é o projeto de universidade defendido por seu candidato? A resposta obtida sempre foi vaga ou baseada em um estereótipo qualquer… Nossa campanha foi linda e orgulhosa de seus princípios.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: