1095 – Temas “esquecidos” pela UFBA

.

LIXO

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

 

A capitular.

.

 

s últimas postagens que circularam na “debates-l” me fizeram lembrar da opus magnum do mineiro ouro-pretano conde Afonso Celso, poeta, historiador e político brasileiro, autor do famoso livro “Porque me ufano do meu país”, escrito em 1900 . Sem pejo, eu modificaria ligeiramente o título para “Porque me ufano da UFBA”.

Em pleno furdunço da Copa da Fifa, inúmeros docentes da UFBA gastaram o seu precioso tempo – que poderia ser utilizado ACCpara ouvir as sabias ponderações do comentarista e narrador e esportivo Galvão Bueno –, em pertinentes lucubrações acerca do lixo soteropolitano. Ninguém de juízo no lugar pode afirmar que as questões ligadas aos resíduos materiais produzidos pela labuta humana deve ficar em segundo plano. A saúde da biosfera e de todos os seres vivos que nela habitam dependo de como o bicho humano dará solução ao lixo produzido daqui para a frente. Lixo atômico, lixo industrial, lixo hospitalar merecem especial cuidado. Mas não só isso. Há que se racionalizar a coleta e seus instrumentos. Um simples caminhão barulhento pode comprometer a qualidade do sono dos moradores das grandes metrópoles. O debate é, pois, de grande monta. Não resta a menor dúvida quanto a isso. Da mesma forma, é sensato que alguém levante a lebre sobre a necessidade de haver uma diuturna conscientização a população acerca da importância da coleta seletiva de lixo para o Planeta.

Para quem não sabe ou se esqueceu, são cinco os dedos de uma das mãos e cinco as cores das principais lixeiras seletivas: verde (vidro), amarelo (metal), vermelho (plástico), azul (pape e papelão) e preto (madeira). Mas há também outras cinco especiais, qual os outros cinco dedos da mão: Laranja (resíduos perigosos), roxo (resíduos radioativos), marrom (resíduos orgânicos), branco (resíduos ambulatoriais e de serviço de saúde) e cinza (resíduos em geral, não recicláveis, contaminados ou não, que não são possíveis separar).

Fiquei feliz, sobretudo, porque a UFBA pode exercer um papel deveras importante ao liderar ações em benefício da polis e do meio ambiente. Nota dez, pois, aos participantes comprometidos com a qualidade da saúde da nossa querida Terra.

Lamento, entretanto, não ver esse mesmo entusiasmo na lista de discussão da UFBA para debater outros assuntos importantes, mas tacitamente esquecidos, ao que tudo indica, como a Dívida Externa e a Urna Eletrônica, só para citar dois de relevância nacional. Ou mesmo, em nível local, fico triste por não observar o mesmo empenho e interesse para o debate sobre a anulação do plebiscito viciado da APUB em três instâncias pela Justiça do Trabalho. Parece que foi em vão o esforço do Prof. Francisco Santana para mostrar os expedientes inadequados – para usar de um eufemismo generoso! –, desse grupo governista que se instalou da direção da entidade sindical dos professores da UFBA. A espertalhona diretoria atual da APUB foi empurrando com a barriga e foi ficando de forma espúria na direção da seção sindical do ANDES-SN sem a menor cerimônia. Foram poucos os assinantes da “debates-l” que se dispuseram a apontar e a querer discutir as escabrosas irregularidades/truculências cometidas pela direção da entidade. Lamentavelmente, optou-se por acomodar o perigoso e antidemocrático lixo produzido pela diretoria pelega debaixo do tapete do silêncio e da indiferença…

E olhe que nem falei das questões internacionais que afetam a todos, mas que ainda assim não são sequer mencionadas levemente.

Do fundo do coração, queria ver o denodo dos competentes colegas na defesa de causas não menos importantes que a do lixo como, por exemplo, a defesa da saúde da nossa entidade sindical, tão depauperada, coitadinha!…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: