1198 – Asterix contra os romanos

.

CHICO-ASTERIX-2014

O Saci foi buscar inspiração em Albert Uderzo, desenhista francês de quadrinhos, para retratar o admirável Prof. Francisco Santana.

.

H.

.

á quem diga que o Prof. Francisco Santana incorpora o espírito da personagem Asterix, o gaulês, de Goscinny e Uderzo, para derrotar os romanos. E os romanos são a APUB proificista, representada pela sua bela presidente, além dos ilustres professores, ou soldados-generais, Joviniano Neto, Israel Pinheiro e João Rocha. Além, claro, dos doutos advogados da entidade sindical pagos com o rico dinheirinho do associado…

Segundo o meu amigo de gorro vermelho e pito, quando o Prof. Chico desembanha a sua espada em forma de parola, não tem pra ninguém. É boca de zero nove, como se diz na gíria. Da mesma forma que ele, heroicamente, derrotou os causídicos da “Apub Amarela” na Justiça do Trabalho, no triste episódio do plebiscito viciado – digno de figurar na galeria dos “171” mais astuciosos aplicados por acadêmicos -, toda vez que um dos devotados escribas de Sua Majestade Kláuddya I, publicam uma abobrinha, qual a nota recentemente publicada, o Prof. Chico saca de seu mais afiado verbo e … PIMBA! Desmoraliza a retórica de quem estiver pela frente em fração de segundos.

Indagado por este Blog se usava alguma poção mágica como o lendário Asterix, ele foi modesto como sempre:

– Que poção mágica nada! Quem lida com a verdade, não precisa se valer de nenhum artifício. Basta, simplesmente, apresentá-la nua e crua! Doa em quem doer!

Abaixo, a contestação bem humorada do Prof. Francisco Santana à nota divulgada pela diretoria da APUB Chapa Fria.

APUB-PLACA-FRIA-


Fui surpreendido com a seguinte nota da Diretoria da APUB:

“Nota de Esclarecimento
A APUB É SINDICATO PELA DECISÃO DOS PROFESSORES”

Isso fez me lembrar os tempos de estudante do Colégio Central. Seu diretor na época era um conhecido puxa saco de Juracy Magalhães e armou no auditório do Central uma palestra de Juracy Magalhães Jr. evidentemente para fazer propaganda do jovem deputado fora do calendário eleitoral.

Aí um estudante fez-lhe a seguinte pergunta: “Deputado, todos sabemos que um deputado tem uma região que ele representa e que justamente o elege. Qual é a sua ?”

O Diretor pulou da cadeira, não deixou o deputado responder e falou em altos brados:

“ELE FOI ELEITO PELA VONTADE DA BAHIA.”

Logicamente, se ele foi eleito e empossado como os demais deputados ele foi eleito pela vontade do povo baiano.

Mas o que estava implícito na pergunta do estudante é que oligarquia, dos Magalhães, dos Vianas, dos Mariani, etc., ou pacto delas foi o determinante de sua eleição, que currais eleitorais, votos de cabestro foram acionados etc.

Mas com uma resposta truculenta, o demagogo puxa-saco de Juraci vetou esses esclarecimentos. O público de alunos do Central não tinham direito a informações inconvenientes para a família Magalhães.

Da mesma maneira sabemos, SE por acaso TIVESSE SIDO dado o registro sindical ao APUB-sindicato, ele TERIA sido sindicato pela DECISÃO DOS PROFESSORES DA UFBA, mas, e os detalhes desse processo? Quantos professores tinham naquela assembléia (menos de 1%)? Era uma assembléia legal e legítima? Estava claro que os professores em sua maioria não sabiam que o projeto de formação desse sindicato era proibir os demais (99%) de se filiarem ao ANDES por desconhecerem a CLT. E quem estava por trás desse esquema?

Porque não se pode saber o que está escrito no processo de pedido de registro como sindicato da APUB. O que está dito no Fundamento NT 1438/2014/CGRS/SRT/MT do MTE que nós não possamos saber para fazer a nossa reflexão?

Essas e outras perguntas, a Diretoria da APUB, proíbe de serem respondidas com a frase autoritária:

“A APUB É SINDICATO PELA DECISÃO DOS PROFESSORES”

Parece que não há muita diferença dos demagogos truculentos de hoje dos de 60 anos atrás.

Essa postura da APUB vai me ajudar e muito a terminar o Cap. II, com o Cap. IIC, que pode ser intitulado, SINDICATO PRATO FEITO OU BIG BROTHER ou como diz o Prof. Edson Starteri, BIG FATHER.

Os associados da APUB estão proibidos de se informar e como conseqüência, de pensar e refletir sobre sua associação.

A Diretoria da APUB sabe o que é bom para eles, é ela que tem de pensar, e agir por eles. Eles têm que ficar tranquilos em seus locais de trabalho, não precisam vir às assembléias, só precisam votar no que a Diretoria pedir para votar, quando a Diretoria os chamar, o que vocês precisam saber a APUB lhes mandará por e-mail. E nada de perguntas indiscretas.

Tá mais para um Convento Católico Medieval do que para uma entidade sindical de professores universitários. FIM DA PRIMEIRA OBSERVAÇÃO.

Segunda observação: Diz a Diretoria da APUB:

“O que motivou o arquivamento?

Havia pendências documentais.”

Não diga!! Quem diria!! Imaginem se houvesse pendências biológicas, climáticas, ambientais etc. !!!

Mas que pendências documentais são essas? Explicite. O associado quer informação real, factual e não suposições da Diretoria. O associado tem direito a essa informação.

A publicação no DOU foi em 11/11, o PROIFES tem sede e jurídico lá em Brasília; já houve tempo suficiente para se tomar conhecimento do teor da decisão do MTE.

Essa censura à informação promovida pela Diretoria da APUB pode gerar as mais diversas interpretações. Que tal essa?:

“Um CAMARO (sindicato) AMARELO (pelego) chapa fria com logotipo APUB bateu no muro do MTE. Foi rebocado por pendências documentais.” FIM DA SEGUNDAOBSERVAÇÃO.

Terceira observação: Diz a Diretoria da APUB:

“A Apub cumpriu todos os requisitos para a constituição do Sindicato, o último dos quais foi o registro em Cartório para que sua personalidade jurídica fosse reconhecida (Código Civil, art. 45 e Lei 6115/73). A partir daí, possui legitimidade para representar e defender, como vem fazendo, os interesses da sua categoria.”

Falso. Seria verdadeiro se não existisse já outro sindicato com carta sindical no pedaço. Justamente pelo princípio da UNICIDADE. E esse sindicato é o ANDES que tendo abrangência nacional e registro pode atuar no estado da Bahia; o APUB-sindicato não.

Já pensou se vários grupos de 30 professores fizessem uma assembleia criando um sindicato estadual e depois registrasse num cartório de documentos, e daí bradassem que eram os representantes sindicais da categoria? Impossível.

Essa retórica da Diretoria da APUB é um típico 171. Valendo-se da ignorância do associado sobre CLT, diz uma meia verdade para induzi-lo a erro.

O associado merece esse tipo de tratamento? FIM DA TERCEIRA OBSERVAÇÃO.

Quarta observação: Diz a Diretoria da APUB:

“A desfiliação da Andes e a atuação como sindicato de base local foram aprovados, em 2009, pela maioria dos votantes.”

Outro 171. A APUB-S. Sind. do ANDES não poderia ser desfiliada por maioria dos votantes.

Pelo Art. 17 do Regimento Estatuto original ela só poderia ser desfiliada por 50% + 1 dos associados reunidos em assembléia.

E pelo Art. 17 do Regimento Estatuto modificado pela Diretoria da APUB, via assembléia permanente cujo resultado foi escamoteado (outra história escabrosa), também não poderia desfiliar via plebiscito. Só poderia desfiliar por um plebiscito convocado por 50%+1 de associados reunidos em assembléia, o que seria uma burrice; pois se você já tem uma asssembléia com 50%+1 de associados desfilia logo ela e não convoca um plebiscito para fazê-lo por maioria de votantes.

Novamente a Diretoria da APUB usa uma meia verdade, valendo-se da ignorância do associado sobre o regimento de sua entidade, para induzi-lo a erro e disso tirar vantagem.

Portanto de direito, a APUB não foi desfiliada do ANDES -SN ainda, pois essa desfiliação foi contestada na justiça. A transformação dela em sindicato foi uma ação temerária da Direção da APUB.

Mas a desfiliação da APUB do ANDES e a criação um sindicato estadual como o APUB-sindicato são duas coisas independentes que estão hoje interligadas por uma estratégia perversa do PROIFES com a intenção de destruir o ANDES por dentro.

A QUESTÃO LEGAL

A questão legal pela CLT se resume em: O ANDES nunca deixou de ser o sindicato nacional dos professores das IFES incluindo o Estado da Bahia, pois o PROIFES não conseguiu fazer um sindicato estadual por desmembramento, apenas conseguiu cumprir os mínimos requisitos para dar entrada de pedido no MTE sem nunca ter conseguido o registro sindical.

O arquivamento do pedido apenas desmascara de vez as falácias e meias verdades da Direção da APUB, pois nunca a APUB foi sindicato e nem o ANDES perdeu sua base territorial da Bahia.

Mesmo que a APUB fosse desfiliada, o ANDES continuaria a ser o nosso sindicato, apenas teria que criar nova seção sindical.

Como também um grupo de professores poderia tentar criar um sindicato estadual independente da APUB ser desfiliada ou não, mas não poderia usar o nome APUB.

É natural portanto, que com tanta desinformação proporcionada pelas sucessivas Direções da APUB desde pelo menos 2009 (retroativa a 2006) que professores da UFBA, mesmo partidários do ANDES, não tenham uma noção exata do problema.

A direção da APUB tem que parar com essa campanha de desinformação e a Regional III do ANDES tem que s assessorar melhor do Jurídico do ANDES para responder com precisão às provocações da Direção da APUB cotidianamente. Tem que ser cotidianamente, pois se as meias verdades da APUB não são esclarecidas, elas induzem a criação de mentiras com foros de verdade.

Anúncios

Uma resposta to “1198 – Asterix contra os romanos”

  1. Beth Borges Says:

    Muito bem explicado, Chico!
    E vamos à luta pela nossa organização! Tudo chega em bom momento.
    Esperemos agora um ANDES mais aguerrido, para (re)criar sua seção sindical, reforçado pela legalidade e legitimidade para intervir.
    Hora das verdades!!
    Saudações, Beth

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: