1217 – As correntes de ouro do Axé

.

CORRENTES-DE-OURO-DO-AXÉ

.

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

C.

.

ertamente os teóricos da Escola de Frankfurt não resistiriam ao envolvente Axé baiano, consumido e consumado na Praça Cairu. E, quem sabe, a chamada Teoria Crítica até dançaria definitivamente ao som contagiante de Brown…

Essas e outras considerações eu ouvi hoje cedo do meu amigo de gorro vermelho e pito, deslumbrado que estava com o esbanjar da competência artística de Carlinhos Brown & Cia.

Como um pensamento puxa outro, acabei me lembrando de Guareschi compondo com Marcuse para tecerem reflexões sobre a Indústria Cultural: “uma sociedade de escravos felizes, contente com suas cadeias, beijando os grilhões que os aprisionam”.

O Réveillon realizado em frente do Mercado Modelo e do Elevador Lacerda, em Salvador, são exemplos do excelente empreendedorismo cultural da dieta salvacionista neoliberal. O genial Carlinhos Brown, entre outros artistas que rezam pela cartilha da Vênus Platinada, melhor do que ninguém, assimilou de forma magistral o que pode ser feito com um bom ritmo e muita tecnologia laser. Logo mais, o Festival de Verão do grupo Magalhães & Associados, estará repetindo a dose com os mesmos magníficos globais, varando a folia até a quarta-feira de Cinzas…

Não foi à toa que o semi-filósofo Saci-Pererê apontou a “apropriação do bem cultural” como a mais poderosa arma para a domesticação dos povos de forma lúdica.

No movimento contraditório do real, o solo baiano que forjou os insurgentes da Conjuração Baiana, conhecida também como Revolta dos Alfaiates, ou celebrou de forma grandiloquente os heróis de Pirajá, forja igualmente os barulhentos “artistas-generais” responsáveis pela docilidade das massas. E com tudo com muito Axé.


Enquanto eu traçava estas toscas linhas, ouvia no rádio a notícia do aumento da tarifa do transporte coletivo, a partir do 1º de janeiro. Uma bela data, sem dúvida, para o “axé domesticado” abafar qualquer grito de protesto…

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: