1219 – Globo: 50 anos de metamorfose

.

tubarões

.

Menandro Ramos
Prof. Bda FACED/UFBA

.

oooglobo.

.

utra melhor oportunidade este Blog não terá, antes dos próximos 50 anos, para falar da mais famosa empresa de informação e entretenimento do Jardim Botânico, no Rio de Janeiro. Certa vez, uma escriba de roteiros disse que a Globo reinventou o Brasil. Na época, muita gente achou que ela exagerou. Hoje, já se admite que a dita cuja poderia estar com a razão. As gírias, os bordões e os falares globais difundidos pelo país afora confirmam isso: “É ruim, né?”; “Tudo a ver”; “Ô psite!”; “Vá pra casa, Padilha!”; “E o salário, ó”; “Me segura, meu padim pade Ciço!”; “Miiiina”!; “Ainda morro disso!”; “Pára, pára pára!”; “Mata o véi, mata!”; “Beijim, beijim, pau, pau!”; “Te conheço?” “Nojento!”; “Tô pagano!”; “É o ó do borogodó!”;”Isso pooode!”; “Cala a boca, Magda!” Estas são apenas algumas das expressões usadas por influência dos programas televisivos assinados pela Rede Globo.

Ninguém duvida que a característica principal da empresa do Dr. Roberto Marinho é a de ser uma “metamorfose ambulante”. Do famoso editorial da emissora apoiando o golpe civil-militar de 1964 às Diretas-Já – guinada “ideológica” de 180º para abandonar o barco de Collor de Melo -, passando pela obscura parceria com o grupo Time-Life, tudo da Globo se banha no rio de Heráclito, é movimento puro de mudança calculada – para nada mudar. Além do mais, se a Globo toca, vira ouro, platina, se transforma em muitos milhões e até bilhões de dólares, conforme a Carta Capital divulgou recentemente.

Aparecer por menos de quinze minutinhos na TV global – muito menos do tempo de fama mencionado por Andy Warhol -, é sinal de sucesso: artistas, escritores, chefes de cozinha, religiosos, filósofos, Warhol-Glob-Soupcientistas, políticos, big brothers e muitos outros podem se transformar em celebridades, com gordos dividendos, apenas com um aparecimento fugaz pela telinha. Talvez seja exatamente essa a razão de muitos intelectuais temerem fazer qualquer crítica à resplandecente emissora: quem persegue a fama não pode fechar as portas… Nas palavras imperdoáveis do meu amigo de gorro vermelho e pito, muita gente boa “come milho pianinha”  nas mãos dos herdeiros do Dr. Roberto Marinho, e tem múltiplos êxtases ao ouvir o som do plim-plim.

Sem dúvida, a Globo é uma legenda platinada.


 

.

…………Saiba mais sobre a Globo…………..

Além do Cidadão Kane

Além do Cidadão Kane é um documentário produzido pela BBC de Londres, [há 25 anos] – proibido no Brasil desde a estréia, em 1993, por decisão judicial – que trata das relações sombrias entre a Rede Globo de Televisão, na pessoa de Roberto Marinho, com o cenário político brasileiro.

.

Influência dos cardeais da Globo

Leia também:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: