18 – Independência ou Sorte!

 

O Saci andou pesquisando sobre palanques, plataformas e submarinos...

O Saci andou pesquisando sobre palanques, plataformas e submarinos...

 

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

 

Já são 8.055 visitas que recebeu o Weblog do Saci-Pererê. Orgulhosamente!

O traquinas tem mantido o hábito de divulgar os números redondos de visitantes que o seu site registra. Preferiu não comunicar, entretanto, a marca das 7.000 visitas, semanas atrás, para que algum espírito de porco, segundo ele, não dissesse que 7 é a conta dos mentirosos e que ele estava blefando…

O Saci fica feliz por esses números. Se todo o esforço que ele faz, para esclarecer e levar o bom humor ao público, for capaz de sensibilizar 1% dos seus leitores – apenas isso – em favor da causa da Universidade Pública e do povo brasileiro, ele se dará por muito contente. Esse percentual, aparentemente baixo, significa que a sementinha continuará viva e esperando o tempo propício para florescer. Talvez a semente não saiba mas, se o solo em que ela repousa for bem adubado; se o Sol fornecer-lhe o calor necessário e se uma única gotinha d’água assegurar-lhe a umidade na justa medida, ela florescerá e viverá para sempre, pois sua vocação é abrigar, em potência, florestas, flores e vida no seu ventre… Melhor do que ninguém, o Saci sabe disso, e até eu já sei também, pois ele me contou tudo e não me pediu segredo. Muito pelo contrário.

Ainda que a “moderação” nas listas role solta e seja pouco generosa com o pensamento divergente nesse mundo virtual de meu Deus, o moleque traquinas continuará dando essa força em favor – entre outras bandeiras – de uma UFBA e de um movimento sindical autônomos, independentes, livre de peias, capazes de indignar-se sempre. Até quando ele vai poder fazer isso, não se sabe.

Às vezes, ele fica meio mixuruca, pensando em voltar para o seu bambuzal de origem, diante da indiferença de alguns e das tentativas de soluções individualizadas de outros, em detrimento das construções do coletivo… Mas basta que ele seja provocado por um e-mail, por uma notinha no jornal ou uma matéria da TV, todo o desalento cai por terra e seu ânimo para a luta fica novinho em folha.

Ele próprio é quem diz:

– Virei meu taxímetro. Zerei todo o desânimo.

***

Recentemente ele teve seu “taxímetro virado” quando ouviu o presidente Lula falar da aquisição dos “sucatões franceses”. Segundo o moleque traquinas, o presidente Nicolas Sarkozy resolveu uma grande bronca que lhe azucrinava o juízo. Não só encontrou a solução para se livrar de um lixo bélico, como ainda ganhou um dinheirinho com ele. Uma bagatela equivalente a dois anos da tal Bolsa Família…

Mas fazer o quê, né?   Se o presidente acha que é indispensável proteger o pré-sal, seu principal carro alegórico da campanha eleitoral de 2010 em favor da sua candidata – segundo as más línguas –  à custa do nosso suado dinheirinho, tudo bem. Isso é com ele. Só nos resta esperar as eleições: que venham as urnas, ora bolas!

– Não é de hoje que o Brasil compra bondes, usinas, dejetos tecnológicos e outras quinquilharias do Primeiro Mundo – lembra o Saci.

Isso é verdade. Há pouco tempo mesmo chegou um lixo errado, exportado da Europa… Aqui muito entre a gente, sou obrigado a concordar com o moleque traquinas. Mutatis mutandis, a letra do censurado “Menestrel Maldito” dos anos de JK, pode ser considerada uma sátira atualizadíssima. O leitor tem dúvida? Confira, então:

Brasil Já Vai à Guerra

Composição: Juca Chaves

Brasil já vai a guerra, comprou um porta-aviões
um viva pra inglaterra de oitenta e dois bilhões
ahhhh! mas que ladrões.

comenta o zé povinho,
governo varonil,
coitado coitadinho,
do banco do brasil
há há, quase faliu.

a classe proletária
na certa comeria
com a verba gasta diaria
em tal quinquilharia
sem serventia.

alguns bons idiotas,
aplaudem a medida,
e o povo sem comida,
escuta as tais lorotas
dos patriotas.

porém há uma peninha
de quem é o porta avião
é meu diz a marinha,
é meu diz a aviação
ahhhh! revolução!

Brasil, terra adorada
comprou um porta-aviões
oitenta e dois bilhões
Brasil, oh pátria amada,
que palhaçada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: