214 – Petrobras leva acento?

 

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

 

“Petrobras” é grafada com acento? Ou melhor, as siglas e os acrônimos levam o acento ortográfico?

Depois de pesquisar exaustivamente sobre o tema, o Saci descobriu o porquê de REUNI não ser contemplado com  a regrinha que acentua a palavra GRAÚNA, por exemplo. Ele aprendeu que as siglas e os acrônimos não são palaaaavras propriamente ditas, mesmo sendo constituídas de letras e ainda tendo nexo fonético! Coisas da maravilhosa Língua de Machado de Assis, patrocinadora de grandes polêmicas e apostas, além do muito prazer que dá aos viciados em beber palavras… Na investigação, aprendeu também que a letra “I” maiúscula não pode faturar o pingo. Parece que as minúsculas são mais carentes, segundo concluiu…

Entretanto, abusado que é, não se contentou com as normas da língua padrão e indagou zombeteiro:

– E se eu me invocasse e quisesse ser democrático com essas pobres siglas, tão discriminadas, coitadinhas?  Como elas ficariam usando um adorno a mais?

Já escaldado com as maluquices do Saci, virei-lhe as costas e fui fazer supermercado. Quando cheguei de volta, o pilantrinha já tinha se mandado, mas na área de trabalho do meu computador havia uma galeria de charges ou uma espécie de pastiche gráfico, além de um bilhetinho meio meloso pedindo-me para divulgar a sua arte.

Só não entendi a razão da sigla  UNE estar como uma espécie de “hífen” – ligando dois cenários distintos – entre o “Palácio do Governo Federal” e os “pacotes da  verde e dourada bufunfa“. Enfim, vai saber o que está na cabeça do meu escrachado amigo de gorro vermelho e pito! Vai saber!

Uma resposta to “214 – Petrobras leva acento?”

  1. osaciperere Says:

    Mais duas palavrinhas:

    1) Cada trabalho deve ser visto individualmente e pode ser ampliado com um simples clique no dito cujo.

    2) Pela sequência das imagens, pode parecer ao Leitor desatento que o PROUNI injeta dinheiro no chapa branca PROIFES. Não tem nada a ver, pois o dinheiro público que sai do PROUNI vai é para o bolso das instituições privadas. Ainda que seja na forma de impostos não pagos… Tudo metaforicamente, claro!

    Sacou?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: