223 – Mais um secretário de governo sairá do LAB da APUB?

 

De repente, não mais que de repente, um grande mistério paira no ar da Bahia de todos os Santos. Ser ou não ser?

Assim afirmou o homem da mídia: “Ecce Homo”.

– E se não for – perguntei aos meus botões – publicar ou não publicar? Repassar ou não o peixe pelo mesmo preço de custo? Mas eles calados estavam, calados permaneceram. 

E eis que surge virtualmente um grandioso clarão. Um milagre da arte sacizesca. Milhões e milhões de bytes luminosos invadem a superfície do meu LCD de vinte e poucas polegadas. Dá gosto de ver e de apreciar. É a imagem do Redentor! É o milagre da Ciência e da Tecnologia!

Será um morcego? Ou será um pássaro de fogo, ou mesmo um avião? Ou até,  quem sabe, um super-homem nietzschiano, além do bem e do mal?

 Assim mouseou o Saci, e eu babei de gosto.

O que viam os meus olhos míopes que esta terra ávida e voraz haverá de comer um dia?

   

“Senhor, eu não sou digno que entreis em minha casa!” – disse humildemente o Bom Pastor, sem nem de longe imaginar seus imaculados predicados… – Hum! – Refletiu o Saci após concluir a sua Arte Sacra – De pertinho é bem melhor. Ou não!…  (Clique na arte para ampliá-la. Ou não!)

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

 

Depois do meu arrebatamento, foi só encheção de paciência. O Saci me cercou de todas as forma para eu confirmar o que o Correio da Bahia especulou ontem, 31, último dia do primeiro mês do Anno Domini de dois mil e onze. Ele temia por uma barrigada, semelhante àquela que acontecera com a sua previsão de que o ministro da Educação sairia da UFBA. Gato escaldado… E eu com isso? Arte é arte. Azar se ele errasse na previsão! Eu não estava nem aí!… O lucro, os nossos olhos já estavam faturando com a fruição luminosa virtual que ele nos legara. E o acerto estético não contava por acaso? E depois, que importância havia em saber se o novo Secretária de Ciência e Tecnologia sairia ou não do laboratório de alquimia política da APUB? Se saísse, tudo bem. Se não saísse, tudo bem da mesma forma. Até porque, a Arte pode ser mimética ou seja, aquela que “copia” ou esboça o que o olho humano consegue testemunhar ou, simplesmente, inventa realidades. Coisa que a Ciência não deve fazer como tal, ainda que alguns cientistas, às vezes,  forcem um pouquinho a barra…. Mas que importância tem isso agora?

De qualquer forma, se o ex-presidente da APUB faturar esse cobiçado cargo, ele fez por merecer. Caso contrário, foi um sonho frustrado de uma noite de verão dele e de seus parceiros fiéis. C’est la vie!  Aliás, o colendo sociólogo e cientista político até que está merecendo o consolo desse novo e rentável brinquedinho tecnológico, depois do ferro que tomou com a vitória do Prof. Francisco Santana, na Justiça, contra a APUB. Para quem não sabe ainda,  o referido sociólogo e ex-presidente da APUB divide com o Prof. Israel Pinheiro, para ser justo, a responsabilidade do tal plebiscito irregular anulado recentemente pela Justiça, que tinha por propósito desvincular a seção sindical da APUB do ANDES-SN, filiando-a ao Proifes. Só para arejar a mente dos que não estão acompanhando a novela da política sindical brasileira, o Proifes é o braço direito do governo – há quem diga que é a mão sinistra –  no meio acadêmico.

Assim, se rolar mais essa secretaria para um ex-diretor ou ex-presidente da APUB, é mais um piedoso exercício do “é dando que se recebe” saído da esfera do reconhecimento político à competência acadêmica. E quem há de negar? 

Aliás, ninguém pode dizer que os últimos diretores da APUB  não foram generosamente recompensados pela Administração Central da Universidade ou pelo governo do Estado. Tudo pela competência e nada mais. É só botar na ponta do lápis o número de ex-diretores da APUB que subiram direto – sem baldeação! –  da casinha acanhada da rua Padre Feijó para os gabinetes nobres do Palácio da Reitoria da UFBA ou para os Palacetes das suas Pró-Reitorias. O mesmo pode ser dito no que concerne às Secretarias de Governo da atualidade, ocupadas por prestimosos colaboradores acadêmicos.

E viva a Bahia!

Anúncios

2 Respostas to “223 – Mais um secretário de governo sairá do LAB da APUB?”

  1. osaciperere Says:

    Abaixo, a nota publicada pelo Correio da Bahia, na Coluna de Emerson José:

    “Na cara do gol

    O sociólogo e cientista político Joviniano Neto, intelectual dos mais respeitados da Ufba, anda tão pensativo nos últimos dias, que despertou a atenção de quem está acostumado ao seu temperamento irrequieto, típico de quem não economiza críticas nem aos mais chegados. A explicação para a cara de paisagem com a qual Joviniano vem sendo visto nos círculos mais íntimos tem origem nas conversas mantidas entre o governador Jaques Wagner e os caciques do PDT.

    O partido, que perdeu a queda de braço com o PP na composição do novo secretariado, quer vê-lo no comando da Secretária de Ciência e Tecnologia. Aos aliados, diz que está refletindo se vai ou não para o primeiro escalão do Executivo estadual, mas não esconde que a possibilidade cresceu, e muito, nos últimos dias.”

  2. Altino Says:

    TRISTE BAHIA…….a que ponto chegamos!!!
    altino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: