240 – Mudança na Previdência ou ducha fria?

Na presente intervenção artística, o Saci acrescentou também uns vidrinhos de alfazema na água - para distinguir a Reforma do presidente Lula da Reforma da presidente Dilma. É uma pena que a internet ainda não tenha cheiro!... (Clique na arte para visualizá-la melhor).

 

Ledo Engano.

É a mesma coisa que dizer que a reforma universitária já foi feita.
A reforma da Previdência não para aí e nem vai parar até estar totalmente em fundos de pensão privados.

A primeira foi feita por Collor. A segunda por FHC/Vicentinho/Stephanes. A terceira por Lula e lembrem-se que não foi aprovada 100% como Lula (ou Stanley Gacek e os banqueiros) queria.

Direitos adquiridos são como uma ladeira; quanto mais se avança mais se ganha ânimo para avançar e quanto mais se recua mais se tende a correr em debandada para baixo.

Essa notícia não é equivocada, Dilma vai cumprir mais uma etapa da Reforma que ainda não acabou.

Vamos à luta. Nada de Ducha Fria.

Francisco Santana

————————————————

Para o Saci, o Lobo-guará, animal dos Cerrado e do Patanal - entre outras regiões da America do Sul - precisa ser preservado a todo custo. Até porque, ele já habitava na região que hoje é Brasília, muito antes dos políticos lá pisarem os pés (clique na arte para ampliá-la).

 

Em 14 de fevereiro de 2011 09:36, Antônio da Silva Câmara <adscamara@yahoo.com.br> escreveu:
 

Caros companheiros,

Essa noticia é equivocada, pois a aposentadoria já modificada pelo governo Lula, todos os funcionários públicos que entraram depois da última reforma da previdência não em direito à aposentadoria integral, o que faltava era a criação do tal fundo de aposentadoria, logo agora Dilma deve completar a roubada de Lula.

Abraços
Câmara

Em dom, 13/2/11, Jorge Almeida <jorgealm@uol.com.br> escreveu:
De: Jorge Almeida <jorgealm@uol.com.br>
Assunto: [apubemmovimento] Governo quer mudar previdência de servidor público
Para: apubemmovimento@yahoogrupos.com.br
Data: Domingo, 13 de Fevereiro de 2011, 21:20

—– Original Message —–

From: Negro Sim
Sent:
Sunday, February 13, 2011 9:05 PM

Subject: [APS] Governo quer mudar previdência de servidor público
13/02/2011

 —————————————-

Governo quer mudar previdência de servidor público

Lula Marques/Folha
Dilma Rousseff decidiu levar a mão a um vespeiro. Vai mandar ao Congresso projeto que altera o sistema de previdência dos servidores públicos.

Hoje, ao vestir o pijama, o servidor assegura aposentadoria igual ao salário que tinha na ativa.

Deseja-se interromper a mamata para os servidores que ingressarem nos quadros do Executivo, Legislativo e Judiciário depois da aprovação da nova lei.

Deve-se a informação ao líder de Dilma no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR). Quem já tem direito à aposentoria integral não será importunado, diz ele.

Quem ainda não tem, vai aos quadros do Estado com as mesmas regras do trabalhador da iniciativa privada.

Significa dizer que, ao aposentar-se, o novo servidor receberá no máximo o teto fixado pelo INSS para o setor privado. Em cifras de hoje: R$ 3.689,66.

No mesmo projeto, o governo vai criar um fundo complementar de aposentoria do setor público.

Quem achar que a nova aposentadoria não enche a geladeira poderá associar-se ao fundo. O reforço será condicionado à contribuição (entre 6% e 9% do salário).

A União será patrocinadora do fundo, na proporção de um para um. Ou seja, borrifará no fundo valor igual à contribuição do servidor.

Junto com a perspectiva de estabilidade, a aposentadoria integral atrai milhões de jovens para os concursos públicos.

Sem ela, a fila de candidatos talvez fique menor. No longo prazo, dimunirá também o décifit da Previdência. Justo, muito justo, justíssimo. 

Agora, só falta o governo combinar com os russos –no caso, os congressistas.

 

————————————-

– Siga o blog no twitter.

Escrito por Josias de Souza às 05h52

Anúncios

Uma resposta to “240 – Mudança na Previdência ou ducha fria?”

  1. Petronílio Cedraz Says:

    É impressionante como as pessoas (jornalistas, radialistas, comentaristas etc) fingem desconhecer as regras do setor público com relação a contribuição previdenciária. Os funcionário públicos recebem aposentadoria integral por que descontam sobre o valor integral dos seus salários e não sobre o teto previdenciário como os demais trabalhadores. Quem escreve sobre estas coisas deve-se informar primeiro ou estão é má fé
    Petronílio Cedraz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: