464 – Bezerra de ouro

Para o Saci, a diferença entre "bezerro" e "bezerra" é mínima...

.

Enquanto o suposto direcionamento de verbas (leia mais AQUI) para apenas um estado faz a turma do PT e do PSB emendar os bigodes, o Saci, indiferente a todos e a tudo, realiza pequenas alterações em figuras de livros antigos, com propósitos exclusivamente estéticos, segundo ele deixou claro… AH! A Arte! Essa inconstante que ora enfeita os palácios dos endinheirados, ora os critica!

Por falar em crítica, os críticos de arte sustentam que as pinceladas do atual ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra o transformam mais num Geddel pernambucano da Era Rousseff do que num Da Vinci. Ou seja, 70% é a diferença entre um e outro (entre Bezerra e Da Vinci, que fique claro)…

——————-

Creio que veio daí a piadinha que está rolando na capital federal:

 – Qual a diferença entre um Bezerra e um Da Vinci?

4 Respostas to “464 – Bezerra de ouro”

  1. Francisco Santana Says:

    Não sou Pernambucano e nem tenho procuração de lá para defendê-los, mas acho totalmente mesquinha e sem sentido para o povo brasileiro, essa campanha. Perdoe-me o Saci mas pela primeira vez tenho que discordar de você quanto ao tom da música.

    O brasileiro tem prazer em ficar feliz quando o outro fica pobre. era o caso dos operários da Petrobrás que eram odiados por todas as classes da Bahia porque ganhavam salários bem melhores, quando o correto seria aumentar o salário dos outros.

    Esse dinheiro que Pernambuco está recebendo é desnecessário? Com cereteza não, ainda precisa de mais. O correto então é os outros estados apresentarem seus projetos pedindo suas verbas para essa finalidade e não criticar o Ministro porque ele liberou a verba para um estado ao qual ele pertence.

    Durante a Ditadura, a Paraiba conseguiu implantar duas Universidades Federais com mestrado e doutoramento em engenharia elétrica enquanto a UFBA só conseguiu implantar seu mestrado em elétrica uns 20 anos depois. Vamos criticar os políticos da Paraíba ou os da Bahia?

    Minas Gerais tem uma meia dúzia de Universidades Federais e a Bahia só tem uma. Vamos culpar os políticos m ineiros ou os basianos?

    A sede da Chesf deveria ficar em Salvador, mais ficou em Recife por alguma negociata de ACM. Vamos culpar o governador de Pernambuco ou ACM.

    Se não fosse um paraense maluco que chegou de Berkeley e conseguiu uma das 10 grandes verbas de pesquisa que antes só iam para o Sudeste, e fundou aqui o primeiro centro de excelência de pós-graduação em geofísica da A. Latina. Os caras da USP e da UNICAMP ficaram putos com ele. Mas o pior é que também muitos medalhões da UFBA, ficaram torcendo contra, quando o que deveriam fazer era conseguir verbas também para as suas unidades.

    Desde o primeiro ano do governo Wagner, que existe epidemia de dengue e de meningite na Bahia. Minas na mesma vacinou toda a população enquanto Wagner prometeu trazer vacinas para 3 meses depois e só para crianças até certa idade. As vacinas não vieram na data prevista e muita gente pobre teve que gastar 150 paus para vacinar seu filho. E aí a meningite chegou. Mas dinheiro para propaganda, um escãndalo, não faltava e Wagner dava prioridade para um hospital que ficaria pronto um ou dois anos depois que faria parte da sua propaganda. Vamos culpar o ministroda Saúde por mandar vacinas para outros estados? Como ele daria prioridade para a Bahia se o seu governador não dava?

    Como culpar o Ministro Pernambucano se os governadores tinham outras prioridades e só na hora do dilúvio se lembravam do prevenção que não foi feita?

    Pernambuco aprendeu na lição na enchente passada e colocou como prioridade verebas para prevenção e a cidade mais atingida conseguiu essa verba que foi a maior recebida por um município na gestão anterior à do atual ministro.

    Que o governo que está é cheio de incongruências e a verba para a população é exígua; o filé mignon do orçamento é para a dívida interna e externa.

    como se dizia na época do MInistro bulhões: Para os banqueiros bilhões, para nós Bulhões.

    Para se ter um noção correta das distribuições de verbas para os estados, tem que se relacionar as de todos os Ministérios e não apenas desse. Aí se verá quem está melhor aquinhoado (com certeza é S. Paulo) e quais são as prioridades dos governadores desses estados.

  2. altino Says:

    Ah!ah!ah!
    Ministério da Integração…..integra quem com quem ou com quê???? Qual seu objetivo, função?
    É a primeira vez que surge denúncias de favorecimento?
    Não seria mais adequado da ENTREGAÇÃO?
    Menando e Chico: viram jornais de ontem? Governo vai poupar X bilhões para “honrar as dívidas”, leia-se pagar…..
    Sugiro charges, materias sobre esse cancêr!!
    abraços,
    altino

  3. Menandro Ramos Says:

    Menandro Ramos escreveu:
    ————————

    Creio, Prof. Francisco, que não se trata, da questão do Estado merecer ou não benefícios. Também não tenho procuração para defender o Saci, mas já que ele não se manifestou, darei meus pitacos.

    Não tenho dúvida de que o Estado de Pernambuco seja merecedor. Muito pelo contrário. Merece, sim, e merece muito mais.

    O que se questiona, pelo que entendi, é o volume de recursos pender de maneira desproporcional, como dizem por aí, em favor do estado do titular da pasta… Um malicioso diria “do seu curral eleitoral”. Se ele, entretanto, distribuiu os citados recurso de forma equânime, parabéns para a pasta que dirige!

    Essas e outras contramarchas publicizadas pela mídia, golpista ou não, sem dúvida, dão subsídios para que se melhore o processo de distribuição de recursos para os estados da federação. Quem sabe, inibam as ações inadequadas dos aproveitadores de plantão. Sei que é algo complexo, mas a boa justiça sempre deve ser buscada a qualquer custo. O que não se deve permitir é que o espírito da caudilhagem seja nutrido, creio.

    Também tivemos – infortunadamente – alguém que “amava a Bahia” mais do que todo mundo, mas cujos dividendos políticos e financeiros vieram mais para engordar o império da família do dito cujo do que mesmo para o nosso estado ou, pelo menos, dos mais necessitados. Quem duvidar, pode olhar em volta das fortunas atuais da Bahia e dos grandes empreendimentos em múltiplos setores da economia: do entretenimento à construção civil, passando pelos portais midiáticos. Isso é fato e não especulação.

    Ademais, o titular de uma pasta tem sempre informações privilegiadas que podem ser usadas em seu próprio favor. E há sempre o benefício da dúvida ao dizer que o seu estado não pode ser prejudicado pelo fato de ser titular. Em princípio não pode. Porém é, justamente, por pequenas brechas como essas que a licorosa grana vai escorrendo e o animal vai sendo cevado…

    Coincidentemente, recebi mais algumas informações sobre o caso. É de se confrontar e conferir se as tais procedem. Veja o endereço abaixo:

    http://www.implicante.org/oposicinha/campeao-de-emendas-do-ministro-bezerra-psbpe-e-seu-proprio-filho/

  4. osaciperere Says:

    Recebido, por e-mail, do Prof. Francisco Santana:
    ——————————————————————–

    Prezado Menandro

    Segue abaixo endereço que esclarece também certas coisas

    http://correiodobrasil.com.br/miriam-belchior-nega-irregularidades-em-barragens-de-pe-2/352881/

    Segundo ele os projetos em questão já tinham sido aprovados desde 2010. O Atual ministro apenas alocou a verba em gastos extraordinários, porque não tinha previsão específica para esse caso.

    A mídia ontem também registrou isso.

    Se tinham projetos semelhantes de outros estados aprovados e não foram contemplados, aí pode-se acusar o ministro de tendencioso mas não de ilegalidade. Pois ele pode até alegar que não podia atender a mais de um e era melhor cobrir um santo do que dixar todos por cobrir.

    Não sei se havia mas não creio que houvessem outros projetos pois seria muita burrice os denunciantes não o terem denunciado.

    Quanto ao nepotismo denunciado no endereço citado por voc~e, a mídia ontem esclareceu que o filho do ministro foi nomeado a para a presidência da CodevASF, como cargo interino, seguindo o estatuto da mesma que diz que na ausência do presidente (tinha sido exonerado) assume o funcionário de carreira mais antigo na empresa. Também foi repeitada a lei que define nepotismo.

    É evidente que os denunciantes frustrados vão vasculhar as latrinas dos ministérios até encontrar a merda que querem o que não é muito difícil.

    Esse problema trem as seguintes raízes:

    1) saneamento, vacinação, prevenção em geral, não dá voto. Por isso as prioridades dos governadores são obras que deixem marcas. Só se lembram de ação preventiva quando ela não é mais possivel. O de Pernambuco pisou na bola ao ser coerente.

    2) Olhando os vídeos de catrástofes do mujndo inteiro, vê-se que no Brasil é onde a presença do estado é a mínima, com voluntários improvisados arriscando suas vidas enquanto o estado não aparece e mesmo depois. Nos outros países é o contrário. É o resultado do Estado Mínimo.

    3) Todos esses denuncimos da imprensa visam distrair a sociedade do foco principal: a situação econõmica; inclui nessa cortina de fumaça, essas notícias fraudes estatísticas de 6º PIB e outras bobagens.

    A indústria de construção civil que foi a grande sensação desde 2009 está desaquecendo.

    A inflação bateu record. Aí a mídia diz que a inflação não ultrapassou a meta só ultrapassou o centro da meta (é piada). Meta no Brasil agora tem centro.

    Eu não tenho medo de inflação. Ela acelera o desenvolvimento. Mas o que mete medo é que os banqueiros vão obrigar o governo (Banco Central) a tomar medidas contra ela. E essas medidas são altamente recessivas.

    A nosssa luta tem qaue se concentrar na moratória da dívida externa e interna para que o dinheiro destinado a ela no orçamento, se não me engano 600 bilhões ssejam aplicados na prevenção de enchentes, saúde , educação, saneamento, transportes etc.

    Se não fizermos nada nesse ssentido, o governo interpretará como sinal verde para cortar salários, confiscar poupanças, FGTS, demissões etc.

    Quem viver verá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: