30 – Estatuinte da UFBA é sepultada

 

O Saci afundou-se no próprio gorro, de tristeza, muita tristeza, pela comunidade da UFBA não poder participar da elaboração do importante marco regulatório. Só os "cardeais" puderam apitar...

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

 

O Saci, triste, sorumbático, bilioso, deprê, ao chegar do Campo Santo, desabafou:

– Mais uma vez, as forças hegemônicas e conservadoras da UFBA levaram a melhor. Prevaleceu o olhar de cima para baixo, a visada plongée, elitista. Mais uma vez, também, o atual reitorado perdeu a oportunidade de marcar um pontinho positivo, ao menos um…

Ainda tentei fazer algumas ponderações, mas ele radicalizou. Para que não me colocasse no rol dos que pensam como os “cardeais” do núcleo duro, preferi silenciar-me. Calado estava, calado fiquei.

Ele ainda falou por setenta e sete minutos e sete segundos. Marquei no relógio. Nem um segundo a mais ou a menos.

Depois da falação, quedou-se silente, como um bibelô, na sua cadeira de três pernas. Aproveitei para descansar na rede. Não sei por quanto tempo cochilei. Às vezes, meio sonolento, escutava o clique do mouse. Ainda deu para sacar que ele devia estar desenhando. Acabei caindo num sono profundo. As monografias que o Chefe Suzart me dera para ler, fizeram-me varar a noite anterior e a madrugada. Aquela sonolência era a resposta do meu corpo já alquebrado.

Quando acordei, havia anoitecido. Encontrei um bilhete, na própria tela do computador, no qual o Saci me pedia para publicar a charge acima, bem como uma lista de desacertos do atual reitorado, inclusive alguns deles já publicados no texto denominado “Corrida para a Reitoria“. Preferi não ser repetitivo. Se o leitor quiser, ele próprio que busque no Blog as tais mazelas.

Pessoalmente, tenho dúvida se alguém vai querer saber de coisas negativas nesta época do ano. O espírito natalino paira sobre a cidade. A época é de dar presentes e de festejar adoidado. Mesmo sem saber o quê.

Por falar nisso, a diretoria da APUB já se manifestou. Tem cheiro de peru no ar. Sua verdadeira vocação festiva já deu o sinal de sua graça… Como não? É Natal!!!

Caixão da Estatuinte

Anúncios

Uma resposta to “30 – Estatuinte da UFBA é sepultada”

  1. Menandro Ramos Says:

    A Prof.Maria Inês Marques, da FACED/UFBA, comentou por e-mail o que se segue:

    “Muito boa e triste a charge do sepultamento.
    B
    MI”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: