607 – A quinta coluna

O Saci aproveitou o ensejo para mostrar sua última composição artística denominada de “colunas gregas em fundo azul degradê”. Vê-se que o pilantrinha é viciado em arte, ou, quem sabe, “artices”…

.

Quem, quando criança, não tentou misturar o óleo com a água? Ao longo das minhas quase seis décadas de vida, descobri que existem outras coisas mais importantes… Pelo visto, o olhar arguto do Prof. Aníbal já percebeu isso também. Seu texto é bem ilustrativo:

Caros,

se desejarem, acessem o link abaixo com a reportagem produzida pelo Jornal Nacional sobre a proposta apresentada pelo Governo hoje (24/07, terça):

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2012/07/governo-apresenta-nova-proposta-salarial-professores-de-federais.html

Caso tenham paciência e interesse, atentem para o pronunciamento do Professor Eduardo Rolim de Oliviera, liderança maior do PROIFES, logo após o ministro Mercadante:

“Eu acredito que, com essa proposta, nós daremos um passo decisivo para encerrar a greve a partir de agosto”, afirmou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Dos três sindicatos que participaram da reunião, um apoiou a proposta do governo e agora vai ouvir os professores nos estados. “Para isso foi feito uma colocação do governo de 15 pontos que julgávamos essenciais para avançar no diálogo. Pela análise rápida que tivemos tempo de fazer, o governo atendeu todos os 15 pontos que colocamos”, declarou Eduardo Rolim de Oliveira, presidente do Proifes Federação.

Há um outro aspecto: A Professora Silvia, Diretora maior da APUB e também da Direção do PROIFES, acompanhou outros dirigentes do PROIFES em reuniões com o Governo logo após a nossa última assembléia, defendendo propostas do PROIFES sem jamais apresentá-las à discussão da categoria.

Vamos ver até quando conseguiremos suportar e, pior ainda, financiar o que para mim é puro peleguimos, dos mais encancarados que já imaginei, superior até mesmo ao praticado por Joaquinzão à serviço da ditadura!

O PROIFES não tem base, praticamente só existe no imaginário de seus dirigentes, é pura fantasia; sua legitimidade é falsa e hoje é falsamente sustentada pela presença que lhes facultamos nas mesas de nossas assembléias – à guisa de assegurarmos a unidade do movimento! Mas isso tem um custo muito alto, associado à natureza sorrateira típica de todo pelego. Vamos pagar caro se tentarmos sustentar uma unidade impossivel!

Luiz Anibal – DCTM / EP – UFBA

Anúncios

3 Respostas to “607 – A quinta coluna”

  1. osaciperere Says:

    Por e-mail:

    ——————-

    Mena,

    Se quando você está “ingrávido” de idéias produz uma charge assim, genial, imagina quando engravidar. O professor Luiz Anibal, sempre forte e contundente, foi uma escolha perfeita. Vamos lutar para tirar o proifes pelego, fantasma, vil, da mesa de negociações, imediatamente e na força da greve.

    Beijão
    Maria Inês Marques

  2. Menandro Ramos Says:

    Um comentário inocente, mas engenhoso da Vaca Tatá, em sua coluna “Acarajé com Jujuba” me fez refletir um tiquinho a mais do que o cotidiano me permite. Tudo foi em vão, entretanto, pois não cheguei a lugar nenhum.

    Vagando pelos e-mails, “ingrávido” de ideias para contribuir com este Blog, deparei-me com uma mensagem interessante do Prof. Luiz Aníbal sobre o nosso pão dormido de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: