705 – Apub aposta na ignorância dos docentes

Apub-não-é-sindicato

Para o Saci, esse é o típico caso “do roto falando do esfarrapado”… (Clique na foto para visualizá-la melhor).

.

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

A (6).

orgia da diretoria da APUB com o dinheiro do associado é estarrecedora. Há dias que vem poluindo visualmente os campi da UFBA com faixas que dizem o óbvio. Ou aposta na ignorância dos seus associados…

Na cabeça da diretoria da entidade, os docentes são paspalhões e tudo precisa ser-lhes explicado. E nos mínimos detalhes. “Talvez pelo fato de alguns acreditarem no conto do vigário que é o Proifes”, segundo a interpretação do meu amigo de gorro vermelho e pito.

Infelizmente, eles só não esclarecem o que é preciso esclarecer: que a APUB não é sindicato, mas seção sindical do Andes-SN; eles só não esclarecem que a Justiça anulou o plebiscito fajuto, articulado com o propósito de desvincular a entidade local do Sindicato Nacional – o ANDES-SN. Justo o ANDES que começou a criticar o governo, quando este patrocinou a contrarreforma da Previdência, altamente lesiva aos interesses dos trabalhadores, e ditada pela voracidade do capital. No mínimo, se fossem honestos, diriam que o tal plebiscito está ainda sub judice, ou sob apreciação judicial. No mínimo diriam isso. Mesmo que não dissessem que a ação movida pelo Prof. Francisco Santana já destruíu por duas vezes os pífios argumentos dos advogados da ré (a diretoria da APUB). Em outras palavras, em duas instâncias a Justiça deu ganho de causa ao Prof. Francisco Santana contra a direção da APUB.

Como a grana não sai do bolso dos diretores, eles continuam empurrando o processo com a barriga, conhecedores que são da lerdeza das ações judiciais nas Terras de Pindorama…

Seria o caso de ponderar: se a APUB é sindicato, cara pálida, então, forneça ao menos o número da inscrição sindical da entidade!… Forneça!

Contraditoriamente, o movimento do real vai desvelando a verdadeira face do governo (esfarrapado) que sempre a direção da APUB proificista protegeu. Agora ela (rota) quer esclarecer que “pecúlio” não é “aposentadoria”. “O roto falando do esfarrapado!”, como costuma mencionar a sabedoria popular. As circunstâncias atuais – na cabeça dos diretores pelegos -, exigem essa tentativa de remendo. Ou essa forma de “tapar o sol com a peneira”.

Enquanto isso, entidades sindicais de todo o país se preparam para a Marcha a Brasília,  que ocorrerá no dia 24 deste mês, na chamada pauta do “Abril Vermelho“. Um dos itens incluídos é a revogação da tal reforma da Previdência, que ferrou mais de 8 milhões de servidores públicos.

Compreende-se, assim, o porquê das faixas vermelhas que a atual diretoria da APUB quer fazer descer goela abaixo da garganta dos associados… O “Abril Vermelho” às avessas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: