740 – Monumento aos traidores do 2 de Julho

Para o Saci, a arte ou a arquitetura não devem apenas preservar a memória dos heróis, mas dos traidores também, para que o povo se vacine contra eles...

Para o Saci, a arte ou a arquitetura não devem apenas preservar a memória dos heróis, mas dos traidores também, para que o povo se vacine contra eles… Na arte, a visão frontal do monumento.

.

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

A.

verdadeira Arte é libertária e emancipadora, embora você possa conhecer muitos artista reacionários e cooptados pelo sistema. Se tiver dificuldade de entender isso, ligue a telinha da Globo e de outras empresas afins de entretenimento e vai compreender melhor essas mal tratadas linhas.

Pois bem, vamos ao que interessa. O meu amigo de gorro vermelho e pito pensou em propor à Secretaria da Cultura do Estado da Bahia um monumento, semelhante ao que o artista plástico e arquiteto Mário Cravo projetou para homenagear o político Clériston Andrade, falecido num desastre aéreo, anos atrás, quando em Campanha. Ele era o candidato de ACM.

Após a tragédia, o nome do dentista João Durval Carneiro foi indicado, e o resto você já deve saber. Se não me falta a memória sexagenária, a história pode ser resumida assim. Qualquer acréscimo ou supressão eu faço depois. E viva a página web!

Acontece que, após toda a trabalheira projetual sacizesca, o meu estripulento amigo percebeu que um dos signatários da proposta de mudar o nome do Aeroporto Dois de Julho, era justamente o próprio ocupante atual do Palácio de Ondina. Diacho! Agora bateu a dúvida: a Secretaria da Cultura (SECULT-BA) não está solta no espaço sideral, mas vinculada ao governo do Estado da Bahia. Meio sem jeito, o meu sofrido amigo está sem saber se apresenta ou não  a sua obra de arte à mencionada Secretaria.

Na minha opinião, ele deve apresentar. Afinal, estamos vivemos numa democracia. Ou não?

Anúncios

4 Respostas to “740 – Monumento aos traidores do 2 de Julho”

  1. Francisco Santana Says:

    Prezado Saci

    Existe em Caracas, Venezuela, o monumento denominado, Monumento a los Próceres de la Independencia. Nele tem a homenagem aos Generais de Bolivar. Eu proponho que se faça uma estátua equestre de Luís Eduardo Magalhães montado no povo baiano e no pedestal a homenagem aos Generais de ACM. Os lídres de partidos seriam generais de exército (Aldo Rebelo por.ex.), os de divisão, os demais que assinaram o projeto e os de brigada, os que não assinaram mais votaram a favor.

  2. Francisco Santana Says:

    Podia botar também Luís Eduardo montado no Caboclo.

  3. osaciperere Says:

    Talvez melhor ficasse a designação de “Mausoléu dos Traidores”‘, pois simbolicamente ali ficará o que sobrou deles na memória popular…

  4. Francisco Santana Says:

    Claro. A palavra prócer seria trocada por traidor.

    Já imagino o monumento.

    Nome: Mausoléu dos traidores. Em Cima ACM montado no Caboclo do dois de Julho atrás, a pé, Jaques Wagner, Haroldo Lima etc. Na base do monumento, os nomes dos generais de ACM. Em vez de Bolivar o libertador, seria ACM o oprressor ou escravisador ou o moleque do Campo da Pólvora. O mausoléu podia ficar no Campo da Pólvora na entrada do Metrõ.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: