847 – Leia para uma criança!

.

ITAÓ.

A.

.

iconosfera está cada vez mais densa. Com o surgimento das câmeras digitais e dos  smartphones, houve uma enorme proliferação da imagem como nunca fora visto antes.

Ainda assim, há quem defenda a apropriação e reciclagem de todas as imagens produzidas  desse mundão de meu deus, mesmo sem concordar com a assertiva de que “ser é ser  percebido” (esse est percipi), como queria o filósofo irlandês Berkeley (1685-1753).

– Se um conjunto de garrafas pet pode ser transformado num puff ou num sofá, por que diabo  também uma imagem de um discurso ilusório não pode ser reutilizada para uma elocução  oposta à mensagem original, ou seja, emancipatória? – indaga o meu amigo de gorro vermelho e pito.

Anúncios

9 Respostas to “847 – Leia para uma criança!”

  1. Evelyn Says:

    Muito legal a charge. Só para os incautos um banco está preocupado com a leitura no país. Povo letrado é povo crítico…

    • Denise Barreto Says:

      Na linha do marketing cultural do Itaú, está o marketing do Bradesco, Petrobrás, Banco do Brasil, Rede Globo, Carlinhos Brawn, Daniela Mercury, Saulo Fernandes e outras tantas instituições e artistas cooptados pelo sistema capitalista…

      • Bilinha Cat Says:

        Eu não incluiria o nome de Saulo, que faz por amor ao próximo!

      • Duílio Says:

        kkk… quem quer ajudar o faz em silêncio, sem publicidade ou fingimento de modéstia e simplicidade. pela madrugada! quanta gente crédula neste país. como transforma-lo assim?

      • Patty Says:

        Fazer shows beneficentes pode denotar esperteza… Não esqueçamos disso!

  2. Duílio Says:

    mesmo considerando a rapinagem do mercado editoria, ávido por grana, muita grana. ler é um troço muito perigoso para o sistema. quem lê, aprende apensar com apropria cuca, sem ficar refém do direcionismo interesseiro da mídia burguesa. claro que não vale ler acriticamente qualquer coisa. somente dizer que a leitura foi ampliada no país não significa nada. é preciso saber o que está sendo lido… se há criticidade, até a leitura da veja, da biblia ou de capricho podem ser libertadoras.

  3. Duílio Says:

    corrigindo…
    mesmo considerando a rapinagem do mercado editorial, ávido por grana, muita grana, ler é um troço muito perigoso para o sistema. quem lê, aprende a pensar com a própria cuca, sem ficar refém do direcionismo interesseiro da mídia burguesa. claro que não vale ler qualquer coisa acriticamente. somente dizer que a leitura foi ampliada no país, não significa nada. é preciso saber o que está sendo lido… se há criticidade, até a leitura da veja, da bíblia ou de capricho pode ser libertadora.

  4. Jilvania Bazzo Says:

    Ai Saci-Pererê, ainda há pessoas que acreditam em Papai Noel?! Acreditam que as empresas podem transformar a sociedade de barbárie que temos e sobrevivemos pela leitura?!!! Se realmente a leitura transformasse o mundo, os professores, sobretudo os universitários, já tinham promovido as mudanças no sistema capitalista e industrial que produz, a cada dia, mais miséria, desigualdades, exclusões e gera relações de submissão e ignorância. Ai, ai, ai. Fico por aqui. Estou meio ácida hoje. Jilvania Bazzo

  5. Saci-Pererê Says:

    Chame Rousseau! Chame Rousseau, Profa. Jil! Rss. De quando em vez, precisamos chutar o pau da barraca, amiga! Conte com a minha solidariedade! PUF!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: