92 – O Alvo da Educação a Distância

  

O meu amigo Saci fica sempre de olho no discurso que apregoa as maravilhas da tecnologia digital e desconversa sobre a mais-valia... (Clique na charge para ampliá-la).

. 

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA
 

Nos últimos três dias, o pestinha do Saci bebeu na minha intenção. Três madrugadas como pássaro acordador para me ensinar que Deus ajuda a quem cedo resmunga… Além deste que vos escreve, a vítima de hoje foi a coitada da tecnologia, que algumas almas generosas  vêm aperfeiçoando cada vez mais para o bem da humanidade. Pobrezinha!… 

– Ô chefia! Você é um tecnófobo ou tecnófilo? Um apocalíptico ou um integrado? 

Como diria uma amigo do norte da Bahia, acordei virado na moléstia. 

Perainda, Saci! Isso já é um abuso! Nem deu ainda cinco horas! Não me lembro de ter lhe constituído o meu bastante despertador!… Deixe, pelo menos, o Sol sair, Filho da Escuridão! 

– Relaxe, chefia! O trabalho enobrece!… pega o boi de eu lhe dar essa ajudinha… Afinal, é um crítico da educação neoliberal ou é um balaio de gato? 

– Sinceramente, Saci? 

– Ainda duvida, chefia? Apesar de doer, às vezes, mil vezes a verdade… 

– Mesmo sem saber bem o que sou, tenho dois desejos ocultos, lá nos porões do meu cérebro: primeiro, quero que vá para os Quintos dos Infernos; segundo, que me deixe dormir em Paz, definitivamente! 

– Tudo bem, chefia! Tudo bem! Deixo-o, pois! Mas, antes, queria lhe lembrar  William Shakespeare, conforme dizem por aí: “O sono é o prelúdio da morte”! 

– Engraçadinho! Essa é mais velha do que aminha avó… Nesse caso, vou lhe devolver com outra citação atribuída a Jorge Amado: “Vá a PQ…” 

– Chefia! Olhe a compostura! Você está num blog acadêmico!… 

Ufa! Ainda bem que o Saci me acudiu a tempo. Por pouco não perdi as estribeiras… Ele percebeu a minha aflição e também a minha expressão de reconhecimento pelo seu alerta. Com um sorriso maroto, saiu de fininho. 

– Não foi à-toa que o poetinha cantou: “São demais os perigos desta vida…”  – Não foi à-toa! – filosofou antes de sair. 

*** 

Só muito tempo depois, me dei conta que o meu generoso amigo saíra sem dizer porque chegara. Mais tarde, percebi uma charge aberta no desktop do meu micro. Era sobre a tão badalada Educação a Distância ou, simplesmente, EAD, a menina dos olhos dos governos neoliberais e dos empresários da educação. 

*** 

Ao ver a charge, não pensei duas vezes. Publiquei-a imediatamente. Ao postá-la no Blog do Saci-Pererê, no íntimo, pedi mil desculpas ao meu bom amigo de gorro vermelho e pito. 

É essa minha eterna defensiva que vai me fazendo cada vez mais um velho estúpido e turrão!…

 

Isto ou aquilo? (clique na arte para visualizá-la melhor).

Anúncios

2 Respostas to “92 – O Alvo da Educação a Distância”

  1. Jamile Says:

    Pô Mena,
    adorei !!! Eles não lembram o que dizia o velho Pajé Serpa: os verdadeiros mediadores do processo de construção do conhecimento, não são os professores, televisores ou computadores, SÃO OS PROCESSOS CONSTRUÍDOS NA PEDAGOGIA DA CONVIVÊNCIA !

  2. Menandro Ramos Says:

    Só muito tempo depois foi que percebi que as charges se multiplicaram… não me lembro de tê-las publicado…

    A conclusão que chego é que há mais mistérios entre o céu e a terra do que charges multiplicadas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: