70 – O Saci Dourado

 

De posse da maquiagem dourada, provavelmente vinda dos "States", o Saci foi se pintando até tomar as feições de um dos candidatos.

.

 

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

Ao ver uma gravação do debate entre os  candidatos a reitor e vice, da UFBA, ocorrido no Auditório da Faculdade de Arquitetura, o meu amigo Saci quis logo saber como funciona o cérebro das pessoas quando verbalizam frases positivas em relação ao Reuni.

Claro que não conseguiu saber nada, pois córtex cerebral não anda dando sopa por aí, e, muito menos, pode ser visto a olho nu e de cabeça fechada. Mas, em compensação, com base de panqueque branco, pó dourado e muito látex pela superfície brown de sua pele, além das sombras milimetricamente aplicadas com pincel artificial de pelo de marta, aos poucos foi se transformando numa simpática personnage de peruca improvisada, gorro vermelho e pito, com um certo ar de intelectual, sem dúvida, dado pelos meus óculos antigos, encontrados por ele numa caixa de badulaques.

Depois de olhar no espelho e admirar-se como uma verdadeira obra prima da maquiagem, piscou-me cúmplice e bem pouco modesto:

– Uma coisa temos que reconhecer, chefia, e concordar com a candidata: a UFBA sempre foi uma referência nas Artes! Ah! Isso foi!…

Anúncios

Uma resposta to “70 – O Saci Dourado”

  1. Menandro Ramos Says:

    Na mensagem que enviei para as listas UFBA/APUB, fiz questão de deixar claro que não há a menor seriedade nas coisas que faço.
    —————————————————-

    Vou logo avisando: se quiser parar, leitor, pare agora, pois a natureza do presente texto é completamente distinta daqueloutro do Prof. Caio Castilho, que, por sinal, se não me engano, foi meu professor de cursinho pré-vestibular, nos 70. Ele era excelente! Havia consenso disso. Eu era que não via muita graça na aceleração da gravidade e muito menos nos badalados “delta V” e “delta T”. Tomamos rumos diferentes. Enfim, cada macaco no seu atalho…

    São 03:49h da madrugada. Enquanto você dorme, o Saci trabalha exaustivamente para dar mais humor às Eleições da UFBA. E, de quebra, ainda me acorda para fazer-lhe companhia.

    – E o que ele ganha com isso? – perguntariam os produtivistas… E que divisas o seu fiel amigo estaria trazendo para a UFBA?

    – Nada, bissolutamente, nada! – diz ele – Quando muito, um sorriso sem graça dos situacionistas!…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: