1169 – Os eleitores de Aécio

.
CHICO-AÉCIO-2014

.

Menandro Ramos
FACED/UFBA

 

S.

.

e dependesse da internet, Dilma já estaria eleita. São muitos os seus devotados eleitores que fazem o possível e o impossível para que ela não perca a faixa presidencial. Enquanto isso, outras mídias vão divulgando uma suposta vitória próxima de Aécio.  A Rede Globo, ao que tudo indica, está na torcida do time do neto do ex-presidente Tancredo Neves.

O Brasil é marcado pelo inexplicável recheado de intrigantes surpresas. No Rio Grande do Sul, o deputado mais votado  foi Luis Carlos Heinze, que se notabilizou recentemente por defender a formação de milícias rurais para exterminar indígenas. Em Goiás, o Delegado Waldir, tomou como lembrete para os eleitores os elementos de sua profissão: “45 do calibre e 00 da algema”, para fazer alusão ao seu número “4500”. Também foi eleito, no Rio de Janeiro, o já famoso pelos seus ditos grosseiros e desrespeitosos aos direitos humanos, o militar Jair Bolsonaro. Isso só para mencionar algumas figuras da “bancada da bala”.

CAPA-RUI-2014

Ficção sacizesca.

Na Bahia, o candidato de Jaques Wagner triunfou sobre a tentativa de soerguimento do carlismo, apontado pelas pesquisas, no período de campanha do primeiro turno como o mais votado. O desgaste do PT que se imaginava nas urnas, não se confirmou. A longa greve dos policiais, a greve dos professores e a forma como o governador tratou o movimento paredista, parece não ter trazido maiores perdas para o partido do governador. Some-se a isso o destempero do Barba Branca ao ser vaiado no interior, tempos atrás, e os gestos obscenos praticados pela Primeira Dama aos foliões durante o Carnaval passado. Sem falar da violência e insegurança vivida pelos baianos nos últimos tempos e de outras mazelas que saltam aos olhos do eleitor, até mesmo os menos críticos. Parece que as propagandas televisivas exuberante superaram o sofrimento do cotidiano. Foi o triunfo da telinha.

Em São Paulo, o fantasma do “apagão hídrico” não impediu o tucano Alkimim de faturar quase 60% dos votos, cuja bandeira levantada foi a  redução da maioridade penal… O apresentador de TV Celso Russomanno, do PRB de São Paulo, tornou-se o deputado federal mais votado neste ano, e o segundo na história do Brasil, com mais de 1,5 milhão de votos. O segundo mais votado do estado de São Paulo para deputado federal, com 1.134.152 votos, foi ninguém menos do que o humorista e palhaço Tiririca, do PR, que atende também pelo nome Francisco Everardo Oliveira Silva. As polêmicas em torno do deputado federal Marco Feliciano, proclamado homofóbico pela mídia, não impediram que o dito cujo de tornasse o terceiro mais votado. Isso, talvez, contraria a tese do sociólogo FHC de que o problema está nos votos dos eleitores nordestinos…

SULISTA-E-NORDESTINO

Diante da proclamada dianteira de Aécio, em míseros percentuais que podem configurar um empate técnico, é anunciado pelos seus opositores o Apocalipse. Ou Dilma ganha ou o Brasil se afunda. Críticos outrora do modo petista de governar alistam-se ao “exército vermelho” de salvação da pátria. A temperatura se eleva.  Se vivo fosse, Castro Alves, certamente, indagaria: “Qual dos gigantes, morto, rolará”.

Incréus que somos a respeito das pirotecnias e armações do capital financeiro embrenhadas nessa política que aí está, eu, o Saci e a Vaca Tatá, talvez, sejamos os únicos, ou dos poucos em insistir pelo VOTO NULO. Dilma e Aécio frequentam os mesmos velórios e os mesmos batizados. Sejam eles controlados por George Soros, pelo Comando Delta ou pela cúpula invisível que decide a alternância do poder nacional. O país que almejamos não tem nada a ver com isso que está aí.

Não compactuamos com esse teatro suntuosamente armado. Dessa forma, a única alternativa que vemos é o VOTO NULO. Se não altera o quadro, não nos coloca, entretanto, como cúmplices de projetos que atentam contra o Trabalhador.

Talvez os eleitores de Aécio tenham também outras tiradas convincentes e até justas contra os que votam em Dilma…

Por via das dúvidas, razões plausíveis à parte, distante das torcidas do BA-VI, FLA-FLU ou assemelhados, não fico com nenhum deles.

VOTO NULO.

REBANHO.

SUJO-

———————————————————————

.

Circulou na “debates-l”:

 

Só existem dois tipos de eleitores de Aécio:

Os Banqueiros e os imbecís.

Porque só um imbecil cuja renda seja inferiar a 100 salários mínimo mensais pode acreditar que banqueiro é contra a corrupção e que o que é bom para banqueiro é bom para ele.

 

Em 10 de outubro de 2014 04:31, jocoma <jorge.couceiros@gmail.com> escreveu:

Chico,

Os petralhas acabaram com o Brasil, já tiveram sua chance de colocar sua ideologia Cubana.

Depois dos militares que assumiram o Brasil na miséria e o reconstruiu, não apareceu mais ninguem…só ladrões…

agora é a vez de Aécio, que já virou o jogo….56%

Vamos que vamos

 

Em 9 de outubro de 2014 23:06, Francisco José Duarte de Santana <franssuzer@gmail.com> escreveu:
Venho finalmente tentar por em dia minha agenda nesta lista de debates, debates-l. Tenho explicações a dar por promessas feitas a mim mesmo, não cumpridas, a amigos que estão atônitos porque votei no primeiro turno e vou votar de novo em Dilma nessas eleições e aproveitando comentar a palestra que o Prof. Nelson Pretto promoveu em sua disciplina na FACED:

“Eleições no Brasil e na Bahia: avaliação do 1° turno” O próximo debate da disciplina Polêmicas Contemporâneas será sobre “Eleições no Brasil e na Bahia: avaliação do 1° turno” e acontecerá na segundafeira, dia 6.10.14, às 19 horas, no auditório 2 da Faculdade de Educação da UFBa, no Vale do Canela.

Pouco antes das eleições, tinha assumido o compromisso comigo mesmo de que os temas de minhas incursões no debates-l, seriam, urna eletrônica e auditoria da dívida. A disputa entre Dilma, Aécio e Eduardo Campos me pareciam com outros telecatch já vistos desde 2002 e eu poderia inclusive nem ir lá votar dado os meus 72 anos.

Mas veio a morte de Eduardo Campos como um tsunami e o pior, o jornalista investigativo norte-americano Wayne Madsen, especialista em inteligência e assuntos internacionais, afirmou que os Estados Unidos, por meio da CIA, estariam envolvidos na queda do avião que matou Eduardo Campos no dia 13 de agosto. Nas palavras de Madsen, Marina Silva é um “fantoche” de George Soros, um magnata húngaro-americano que está na 27ª posição entre os mais ricos do mundo da revista Forbes e que teria feito doações milionárias para reeleger Obama. O jornalista ainda ressalta que Marina Silva é membro da Igreja Assembleia de Deus, pró-Israel e muito mais favorável aos EUA do que Dilma Rousseff. Vide em:

http://www.emresumo.com.br/2014/09/11/eua-estao-envolvidos-acidente-que-matou-eduardo-campos-diz-jornalista_39274.html

Aí eu me senti como um reservista convocado urgentemente para a frente de batalha pois a pátria estava ameaçada. E me apresentei para a luta. E partindo para as batalhas da contra informação promovidas pela imprensa sadia, concluí que realmente O Brasil estava ameaçado e incluindo a minha renda familiar. Não era mais uma simples renovação de mandato de governo neo-imperial (neo-liberal é um eufemismo que deveria ser abolido).

Trata-se da possibilidade de sermos vítimas de novo de um choque traumático do FMI.

Depois da segunda guerra mundial, fomos vítima de dois grandes experimentos da TERAPIA DO CHOQUE do que Naomi Klein chama de Capitalismo Do Desastre: o GOLPE MILITAR DE 1964 e o PLANO REAL, ambos precedidos de pequenos ensaios. O golpe de 64 foi precedido da tentativa de não dar posse a Juscelino, de Jacareacanga, Aragarças, golpe contra a posse de João Goulart e finalmente 64. O PLANO REAL foi precedido do Plano Cruzado, Collor, Verão, Bresser e finalmente O PLANO REAL. Esses ensaios são necessários para convencer a população da necessidade do choque maior.

Segundo os computadores analógicos do MIT que são usados em convênios com a CIA para estudar modelos político-econômicos implantados por choques, esses modelos duram de 20 a 30 anos. O Choque do Plano Real portanto está chegando ao fim e não cumpriu todos os desígnios que os banqueiros queriam e novo choque é necessário antes que a própria sociedade recupere suas referências e assuma sua direção. Segue abaixo o link que aborda esse tipo de capitalismo, o capitalismo do desastre de um ponto de vista psiquico-social. Não tradicional.

https://www.youtube.com/watch?v=ME-dKv2W9xU

Evidentemente, um vídeo de uma hora é insuficiente para se entender de maneira completa como funciona essa estratégia de choques. Para se entender bem o significado desses choques é preciso ler o livro de Naomir Klein, A DOUTRINA DO CHOQUE – A Ascensão De Capitalismo De Desastre – Editora Nova Fronteira – Rio de Janeiro.

Portanto não devemos votar em Aécio, só por causa de sua pessoa que é a de um desclassificado, demagogo barato, mas pelo que ele representa, por quem está por trás dele, os mesmo de Marina e que há alguns anos estavam por trás de Lula. É fácil saber quem são pois o porta voz deles é a Globo.

È como acontece quando um governo quer privatizar e vender barato uma estatal. Ele substitui a diretoria nova por outra fria e truculenta, insensível a cultura anterior da empresa, para fazer um tratamento de choque, com demissões em massa e arrochos salariais, fim dos acordos sindicais etc. A Diretoria anterior não teria condições de fazê-lo pois estava comprometida com acordos explícitos e implícitos.

Acreditem no que Aécio disse. Ele disse a que vai reduzir a inflação a 3% ao ano. Isso significa um choque econômico de dimensões catastróficas; é só olhar o histórico da inflação desde 1994 e ver que isso não é possível, a não ser durante alguns meses e com grandes sacrifícios da população.

Mas não só ele promete, como a Globo faz o terror do medo da inflação; então existe o plano de um tratamento de choque. Você quer esse tratamento de choque na economia?

Se ele tentar o máximo que vai conseguir é inflacionar os preços dos serviços funerários que passarão a ser um setor econômico altamente rentável.

Ou se pega Aécio e o coloca num hospício com uma camisa de força ou se compra muita vaselina por precaução.

O melhor é não pagar para ver e votar em Dilma.

Quanto ao debate promovido pelo Prof. Nelson, deixo para outra oportunidade.

2 Respostas to “1169 – Os eleitores de Aécio”

  1. osaciperere Says:

    Circulou na “debates-l”, postado pelo Prof. Francisco Santana:
    ————————————————————–

    Peço desculpas por ter sido grosseiro. Fui por revolta contra meu amigo Coronel Couceiros cujo passado ele mancha com essa postura atual e cujo e-mail eu respondi na sequência.

    Corrigindo:

    Só existem dois tipos de eleitores de Aécio:

    Os Banqueiros e os ingênuos. Porque:

    1) Só ingênuos acreditam que banqueiros são contra a corrupção. Uma pequena amostra, uma ponta do Iceberg, foi agora aflorada com o tráfico de drogas e lavagem de dinheiro praticada pelo conceituado HSBC. Vide links:

    http://resistir.info/eua/taibbi_13dez12.html
    http://thoth3126.com.br/hsbc-bancolavanderia-do-dinheiro-das-drogas/
    http://www.cartacapital.com.br/internacional/hsbc-lavou-dinheiro-de-carteis-de-droga-do-mexico/
    http://www.viomundo.com.br/denuncias/acordo-com-o-hsbc-prova-que-a-guerra-as-drogas-e-uma-piada.html
    se acabar o tráfico de drogas

    Mas como disse é apenas uma pequena amostra. A maioria dos bancos americanos pedirão falência se acabar o tráfico de drogas. Veja o que diz a sinopse do livro A Suiça Lava Mais Branco:

    “Por que a Suíça é o segundo país mais rico do planeta per capita, depois dos Emirados Árabes Unidos? Eles têm petróleo; nós, dinheiro sujo. Pouco importa de onde venha. Aliás, todo mundo nos confia suas economias: ditadores, fraudadores e, evidentemente, traficantes.”

    Vide link: http://www.skoob.com.br/livro/276987-

    E não se esqueçam que as fontes de abastecimento do mensalão foram os bancos BMG e Rural.

    É muita ingenuidade portanto pensar que o candidato preferido dos banqueiros irá acabar com a corrupção do governo Lula. O que pode acontecer é que ele vá esconder melhor.

    2) É muita ingenuidade não perceber pelas declarações de Aécio e da campanha da GLOBO contra a economia do governo Dilma, que os banqueiros pretendem dar um tratamento de choque na economia.

    E mais ingenuidade ainda pensar que o que é bom para os banqueiros é bom para o povo brasileiro. É posível que esse choque prejudique até quem tem renda superior a 100 salários mínimos. Quem tem abaixo com certeza será prejudicado e muito, diretamente na sua renda e indiretamente pela violência que vai ser multiplicada.

    3) Só um ingênuo não percebe que Aécio é o candidato preferido dos, banqueiros, não só por suas declarações favoráveis a entregar o Banco Central para os banqueiros, nem pelo fato do representante oficial da Wall Street, Armínio Fraga ser o coordenador de seu programa de governo, mas a própria Neca Setúbal afirmou que Aécio era considerado o favorito do mercado financeiro até o episódio da morte de Eduardo Campos no último dia 13, quando seu avião caiu em Santos, litoral de São Paulo; a partir daí o mercado financeiro passou a flertar com a MARINA. É evidente que agora ele é o favorito absoluto. Que o digam os programas da GLOBO financiados pelos banqueiros.

    4) Só um ingênuo, não percebe olhando nos olhos de Aécio que ele é um psicopata. Só um psicopata daria as bandeiras que ele dá. Ex-governador, Senador e candidato a presidente fica dando vexames a toa, como bater em mulher empúblico, dirigir Bêbado e recusar soprar o bafômetro além dos episódios relativos ao helicóptero do pó.

    Mas basta olhar nos olhos dele. Olhem por favor seus olhos quando ele aparece de frente para a TV. Não há dúvida.

  2. Menandro Ramos Says:

    Um leitor que prefere não ser identificado, indaga se a expressão “Foi o triunfo da telinha“, é uma alusão à propaganda na TV ou se refere à insegurança do voto eletrônico em urna de primeira geração.

    Respondo: Fique à vontade leitor, e tire suas conclusões como melhor lhe orientar a razão…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: