911 – APUB: só mudou a máscara…

APUB-CONTINUISMO.

Tragédia ou Farsa?

 

Henrique Saldanha(*)

M.

.

aio de 2012: Doze dias depois de deflagrada a greve nacional dos docentes das Universidades Federais e após adesão de 45 universidades à greve, a diretoria da APUB convoca uma assembleia na UFBA para discutir “Aquisição de sede própria da  APUB”. Os professores da UFBA, cansados de serem enrolados pelo governo e pela diretoria da APUB, comparecem em expressivo número à assembleia. Mudaram a pauta da assembleia, discutiram e deliberaram pela adesão da UFBA à greve nacional dos docentes. O restante dessa história recente, a maior parte dos professores da UFBA conhecem, pois foram protagonistas da maior greve da história das universidades Brasileiras.

Fevereiro de 2014: Após os Servidores Públicos Federais realizarem um ato em Brasília no dia 05 de fevereiro para lançar a campanha salarial unificada dos SPFs e cobrar do governo que reabra as negociações com a categoria (pois o governo não recebeu as entidades em 2013), a APUB convoca uma assembleia, mas infelizmente não foi para debater os encaminhamentos da última plenária unificada dos SPFs (que contou com a participação de dezenas de entidades) ou para preparar a marcha dos SPFs em março para pressionar o governo. Mais uma vez, a história se repete e a diretoria da APUB convoca uma assembleia em menos de uma semana para discutir a “Autorização para compra de sede própria da APUB”.

Em nota divulgada em Dezembro de 2013 a diretoria da APUB afirma que “Em 2014, começaremos a discutir a campanha salarial para garantir os reajustes a partir de 2016”, colocando como tarefa da categoria um início de discussão para desdobramentos em 2016… A diretoria da APUB apenas “esqueceu” de consultar a categoria se era essa a tarefa do sindicato em 2014. “Esqueceram” também que em 2012 os professores da UFBA rejeitaram assinar acordo com o governo, e que o PROIFES assinou o acordo traindo a categoria. “Esqueceram” também que os professores da UFBA decidiram suspender a greve de 2012, mas decidiram que a luta continuaria por carreira, salários e melhores condições de trabalho, logo que a conjuntura mudasse e que a correlação de forças estivesse ao nosso favor.

A “nova” diretoria da APUB mostra que seu compromisso é com o governo, quando de forma irresponsável pede que os docentes esperem as perdas salarias aumentarem, parados em casa, esperando 2016 chegar, já que mesmo com o reajuste de 2013 as perdas variam entre 1,59% (associado nível 4, 40h) e 3,64% (adjunto nível 4, 40h), de acordo com o índice de inflação do ICV-Dieese e podem chegar até 8% ao final de 2014. Isso tudo para que em 2014 não aconteça mobilização e que não tenha “desgaste” do governo, já que o mais importante para o PROIFES e seus seguidores é a reeleição do governo.

O espirito democrático dessa “nova” diretoria começa a ficar evidente. O disfarce de uma diretoria democrática e dialogável tentou ser construído, na tentativa de mostrar que a “nova” diretoria era diferente das demais do mesmo grupo político que dirige a APUB há mais de uma década. Não durou! Os últimos acontecimentos no sindicato mostram que a “nova” diretoria é mais do mesmo: Consultar a SPE quando finalizaria o contrato de um professor substituto que está “incomodando” o grupo dirigente da APUB; Excluir os professores substitutos da votação para representantes docentes; Passar a tratar a oposição de forma desrespeitosa chamando-a de “grupelho”; Editar vídeo para não expor para a categoria o descontrole da presidente da APUB no último debate sobre autonomia universitária; Ter tentado manipular a categoria para que não participasse da assembleia convocada pelo ANDES-SN; Esconder da categoria as decisões judiciais contrárias à APUB no processo movido pelo professor Francisco Santana; Ter convocado apenas 3 assembleias no ano de 2013; Esconder da categoria a convocação de uma assembleia nas férias para “regularizar” a situação da  “APUB Sindicato” são algumas das situações que mostram claramente qual o “modus operandi” do grupo que dirige a APUB.

O mais novo capítulo dessa longa história é a convocação de uma assembleia, divulgada com menos de uma semana, convocada para a última semana de aula (onde é sabido que a maioria dos professores estão com dezenas de tarefas na finalização do semestre), para aproveitar a ausência de um número significativo de professores da oposição que estarão participando do congresso do ANDES-SN. Nada justifica o chamado às pressas dessa assembleia. Se o prazo da reitoria é de entrega da sede da APUB até agosto de 2014, é possível esperar o retorno do semestre para que a assembleia seja realizada. Infelizmente a diretoria da APUB não tem interesse— em debater esse e outros temas com a categoria. Infelizmente, quando a assembleia é convocada, é para discutir mais uma vez a autorização da compra de uma sede nova para a APUB. Em 2012 assistimos a “história como uma grande tragédia”, ao perceber o entreguismo de uma diretoria de sindicato mais preocupada em agradar o governo do que a representar.

Convido os colegas que assim como eu estão cansados de ser enganados por esse grupo político para fazermos mais um esforço, deixarmos de lado por algumas poucas horas as dezenas de atividades de finalização do semestre, para irmos à assembleia do dia 13/02 e não permitir que dessa vez, “como farsa”, a história do desrespeito à categoria se repita mais uma vez!

——————————-

(*) Henrique Saldanha
Professor do Departamento de Medicina Preventiva e Social
Membro da Secretaria Executiva Estadual da Central Sindical e Popular – CONLUTAS

Anúncios

Uma resposta to “911 – APUB: só mudou a máscara…”

  1. osaciperere Says:

    Veja também:

    https://osaciperere.wordpress.com/nova-sede-da-apub-com-qual-cnpj/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: