– Benvindo, o APUB Saúde e a minha pressão

 

Tudo bem com o senhor?

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

Um leitor assustado e pagante do Plano de Saúde da APUB escreveu para este blog com dois propósitos. O primeiro, para saber se o referido Plano de Saúde está mesmo sendo vendido para uma grande seguradora do mercado; e o segundo, para nos enviar o endereço de um vídeo do humorista mineiro Benvindo Siqueira, acompanhado da pergunta:

– Será que o grande comediante e diretor teatral teria o mesmo otimismo da personagem que encena, se vivesse, na própria pele, a incerteza que acena o Plano da APUB?

Infelizmente, leitor, temos as mesmas dúvidas que lhe assaltam. Não sabemos lhe responder. Sinceramente. Talvez, o único consolo que podemos compartilhar, seja a lembrança de que, daqui a cem anos, como diz o Saci, a nossa geração não terá mais qualquer ploblema. Quer de saúde, quer da má administração do Plano ou do Sindicato, quer de censura, quer de precarização do trabalho docente. S.M.J.

***

No mês de abril,  o Jornal da APUB, nº. 31, publicou uma matéria sobre  um entrevero entre a Agência Nacional de Saúde (ANS) e o Plano de Saúde APUB. Até então, eu só tinha conhecimento das dificuldades do Plano, através de informações fragmentadas que ouvia pelos corredores das Unidades da UFBA. Quase morro de susto quando li na publicação: “Compreende-se que uma coisa é a direção fiscal, outra é bloquear as contas salário – que não são pagas pelo Plano – e reter o patrimônio dos diretores da APUB”.

Como se não bastasse, a mesma matéria informava que “perdura essa intervenção branca no sindicato”, e o pior de tudo é saber que o fiscal da ANS está recebendo por isso a bagatela de R$ 8.625,61 (oito mil, seiscentos e vinte e cinco reais e hum centavos).

O leitor adivinha qual a reação que tive ao ler a matéria do mencionado jornal? Não? Pois eu conto: Corri para o meu tensiômetro digital, pois senti faltar o chão que eu pisava. Não deu outra. Após tentar, inutilmente, ler os números do visor com a vista embaralhada, aguardei com sofreguidão a voz metálica feminina anunciar:

Sua pressão sistólica  é de 254; sua pressão diastólica  é  de 168;  seu rítimo de batimento cardíaco é de 103 batimentos por minuto. De acordo com os padrões da Organização Mundial de Saúde, sua pressão arterial indica níveis de severa hipertensão.   

Anúncios

4 Respostas to “– Benvindo, o APUB Saúde e a minha pressão”

  1. José Tavares-Neto Says:

    Prezado Amigo do Saci,

    A situação é dramática, mesmo para aqueles com Plano de Saúde dito como “cinco estrelas” – o indicador mais recente é atual situação dos serviços de emergência dos grandes hospitais particulares da Cidade da Bahia. Imagine qual tem sido o sofrimento de um Ex-Professor da UFBA portador de grave enfermidade, mas filiado ao Plano da APUB?

    Nesse atual sistema de saúde do Brasil de excelente qualidade teórica, mas sem eficiente controle social e eivado de corrupção, dentro de pouco tempo no Brasil também será “democratizado” o sofrimento humano, porque dará na mesma se vinculado ao SUS, ao plano falido ou sob intervenção ou um daqueles supostos “cinco estrelas”.

    Daí, a maior insegurança não é morrer, mas adoecer – especialmente, se o paciente não dispor de força física para suportar todos os esperados entraves.

    Por isso mesmo, são boas estratégias o programa de educação contra a alienação e o humor – com o CQC, o Saci, o humorista Benvindo Siqueira, …, e pela releitura dos escritos do Barão de Itararé e de Stanislaw Ponte Preta.

    Saudações acadêmicas bicentenárias,

    Tavares-Neto
    Medicina-UFBA

  2. Menandro Filho Says:

    É, pai… Vou colher assinaturas para um projeto de lei popular que estenda os requisitos do recém-aprovado projeto do “Ficha-limpa” para eleições de entidades sindicais e representativas das classes profissionais…

    Beijão.

  3. Menandro Filho Says:

    Ah! E ao contrário do futuro que nosso plano de saúde nos reserva, o Benvindo está realmente fantástico!

    Beijão.

  4. Cecília de Paula Says:

    Fantástico mesmo! O Benvindo, mineiro, ator, não o quadro da saúde, melhor, da educação brasileira. Bem diferente do quadro dos professores da UFBA e, em especial, os sindicalizados, pois, além do plano falido, sob intervenção e agora à disposição do mercado, estarão à mercê do adoecimento no trabalho.

    No nosso trabalho precarizado, sobrecarregado do horas-aula e de atividades… Reuniões e reuniões e reuniões… Aulas sem salas (por falta de sala de aula). E mais atividades para quantificar o qualis E a pesquisa? E a extensão? Quem pergunta e quem responde este jogo de danação?!

    Benvindos ao atual quadro da Universidade Pública Brasileira espelhado na UFBA, a revelia da comunidade universitária.

    E saibam os doutos, os professores e todos nós, que os que votaram neste regimento não terão que o cumprir…

    Pois é, enquanto aumentam o trabalho da maioria dos professores, diminuem os deles… Conta simples de se fazer… principalmente para os que buscam as razões desta maluquice ter sido aprovada no CONSUNI por unanimidade.

    Então, a atuação maravilhosa do Benvindo nos remete a nossa naõ tão brilhante atuação sindical que, inclusive, tem assento no CONSUNI e aprovação tamanhã aberração! Da saúde…

    Importa reascendermos a saúde política dos nossos companheiros professores para a luta que se avizinha, pois a perda dos nossos direitos, como trabalhadores está tão clara quanto a falência do plano da UFBA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: