– A carga horária docente

.

O Prof. Charbel El-Hani, do Instituto de Biologia, levantou a lebre:

Prezados colegas,
Em Março de 2012, deverá ocorrer avaliação/revisão de alguns artigos do Estatuto da UFBA, incluindo aquele que institui 12 horas de carga didática docente por semana, esta famigerada decisão que, curiosamente, ninguém apoiou (ao menos, os que responderam às discussões nesta lista e estavam no conselho superior), mas foi aprovada. […]

Houve algumas manifestações de outros professores na lista de discussão “debates-l” da UFBA. Entre elas, a do Prof. Tavares-Neto, da Faculdade de Medicina: “qual a posição da APUB sobre a carga horária docente? “

Já que a APUB não se manifestou, e talvez tenha dificuldade em fazê-lo, o meu amigo Saci me sugeriu publicizar um material que o ANDES-SN vem divulgando em defesa dos docentes, numa cartilha intitulada “Pauta de Reivindicações dos Professores Federais“.

Creio que tal publicação  – impressa e on-line -, pode embasar convenientemente a revisão do Estatuto da UFBA.

Saudações,

Menandro Ramos
FACED/UFBA

————————————

CONDIÇÕES DE TRABALHO, CAPACITAÇÃO E SEGURIDADE

a) Eliminação de todas as formas de precarização do trabalho docente, tais como: aumento da relação professor/aluno e de horas em sala de aula, vinculação de parcela do salário ao cumprimento de metas quantitativas, posto que descaracterizam a carreira docente e prejudicam a qualidade do trabalho docente;

b) impedimento de qualquer tipo de contrato precário de trabalho, assim como dos mecanismos que impliquem na transferência de responsabilidades docentes para estudantes de pós-graduação, estagiários ou técnicoadministrativos;

c) condições adequadas de funcionamento dos novos cursos, especialmente nos campi descentralizados, para que a comunidade acadêmica possa desenvolver, com qualidade, seu trabalho, que, em relação aos docentes, implica no respeito ao princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão;

d) ampliação da infraestrutura necessária à pesquisa nas IFES, incluindo laboratórios, equipamentos, logística, pessoal e setores administrativos da própria instituição com capacidade de gerenciamento eficiente de projetos e convênios;

e) recuperação do preceito constitucional original de paridade e integralidade da aposentadoria;

f) eliminação do padrão do produtivismo científico que, além de reforçar uma competição individualista, tem contribuído para a redução na qualidade da produção acadêmica;

g) eliminação, no sistema de avaliação acadêmica, de qualquer exigência do cumprimento de metas burocrático-gerenciais;

h) reversão da crescente criminalização do direito de divergir, bem como combate à perseguição àqueles que lutam em defesa da universidade pública;

i) combate ao assédio moral, causa crescente de doenças físicas e psíquicas dos docentes, denunciando-o ao Ministério Público e às Delegacias do Trabalho;

j) controle dos fatores determinantes das condições de insalubridade, periculosidade e que representem qualquer tipo de risco à saúde dos docentes em suas atividades acadêmicas;

k) condições de funcionamento para as atividades acadêmicas noturnas idênticas àquelas oferecidas durante os expedientes diurnos;

l) apoio oficial adequado à capacitação docente, tanto dos órgãos de fomento como da própria IFE, o que envolve atualização do valor das bolsas de estudo e dos seus prazos de cobertura, repudiando a precariedade contida no ProDoutoral/PLANFOR.

Conheça a íntegra da cartilha (AQUI).

Uma resposta to “– A carga horária docente”

  1. osaciperere Says:

    Ciculou na lista “debates-l”da UFBA”:

    Prezado Colega,
    Excelente sua pergunta: qual a posição da APUB sobre a carga horária docente?

    Saudações Acadêmicas Bicentenárias,

    José Tavares-Neto
    Médico do Complexo Hospitalar Universitário Prof. Edgard Santos
    Professor Associado da Faculdade de Medicina da Bahia (FMB)
    Universidade Federal da Bahia (UFBA)
    http://lattes.cnpq.br/6901204321244736
    ________________________________________
    Em 21/11/2011 18:31, jcarlos@ufba.br escreveu:
    Prezados
    Gostaria de saber o posicionamento da APUB sobre o assunto.

    João Carlos Jorge
    Politecnica
    ________________________________________

    Citando denise@ufba.br:

    Colegas,
    Concordo plenamente com o posicionamento de nosso colega Professora
    André Luís.

    att
    Denise Zoghbi
    Instituto de Letras
    ________________________________________

    Citando joseluis@ufba.br:

    Colegas:

    Proponho retornarmos ao que determina a LDB: 8 horas de aulas semanais.
    É importante notar que as aulas não são as únicas atividades de ensino que realizamos: há as orientações, coordenações de disciplinas, supervisões de estágios etc. que, juntamente com as aulas, somam mais que doze horas semanais. Portanto, 8 horas de
    aulas semanais me parece razoável.

    Abraços.
    José Luis Silva
    I. Química

    ________________________________________

    Quoting charbel@ufba.br:

    Prezados colegas,
    Em Março de 2012, deverá ocorrer avaliação/revisão de alguns artigos do Estatuto da UFBA, incluindo aquele que institui 12 horas de carga didática docente por semana, esta famigerada decisão que, curiosamente, ninguém apoiou (ao menos, os que responderam às discussões nesta lista e estavam no conselho superior), mas foi aprovada.

    Precisamos nos mobilizar para resolver essa deformação que foi criada em nossa universidade, prejudicando a dedicação dos docentes às atividades de pesquisa que são um dos alicerces fundamentais da instituição universitária. Precisamos começar a
    nos mobilizar para a modificação desse artigo, mesmo que estejamos sufocados com o acúmulo de atividades.

    Gostaria de provocar aqui, então, uma nova rodada de discussões sobre a carga horária didática, bem como sobre outros pontos do estatuto, visando uma mobilização concreta dos colegas docentes.

    Att
    Charbel El-Hani
    Colegas,

    Concordo plenamente com o posicionamento
    IB-UFBA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: