– UFBa não se alinha totalmente ao governador

Menandro Ramos
FACED/UFBA

 

 

Saci veio exultante me mostrar o que A Tarde havia publicado no Espaço do Leitor, no dia 09/02/2012.

– Ó paí, chefia! Esse Telésforo Martinez não é professor da UFBA?

– Bom, no Instituto de Geociência da UFBA tem um professor com esse nome…

– Só pode ser ele. Pena não ter se identificado como professor. Camarada arretado! E eu dizendo que a UFBA estava toda pianhinho com a situação…

– Não sei de onde você tirou isso. Como toda universidade, a UFBA é uma instituição crítica…

O pândego me interrompeu, fazendo-se de desentendido.

– E é, chefe? Hum! Então, por fora. Pensei que tivesse sido nos tempos de antigamente, mas se ocê tá falando, eu acredito…

– Ah! Saci! Vá pentear macaco – exclamei fazendo ar de pouco caso. Depois é que fui pensar no que dissera. Para dizer a verdade, nunca vira um macaco despenteado. O que era a força do hábito! Também aquilo poderia se aplicar ao conceito que o Saci fazia da UFBA. De tanto ver a pasmaceira da APUB, fatalmente tinha associado a ideia de nossa universidade ser igual ao sindicato que se tornara, praticamente, um entreposto do MEC.

Ele me interrompeu dos meus devaneios subitamente.

– Se for esse professor, ele é mesmo corajoso. Com certeza não arranca mais um tostão sequer da FAPESB, para seus projetos de pesquisa. Quer apostar?

Claro que eu não apostaria, mas depois daquele lero-lero todo do Saci, eu não aguentava mais de curiosidade para ver o que o colega escrevera. Lá estava:

Greve e cidadania

O governador da Bahia inicialmente informou que foi pego de surpresa com a greve dos PMs e mais tarde disse que não tinha recursos para atender às demandas dos grevistas. Este é o modelo petista-sindical de governar. Não sabia de nada porque não gosta de trabalhar, não tem compromisso com a sociedade e/ou não se envolve efetivamente com as questões do dia a dia. Ou não sabia de nada para justificar incapacidade administrativa ou encobrir falcatruas, como aliás fazia o ex-presidente da República. Dizer que falta recurso é uma falácia. Em 2011 o impostômetro bateu um trilhão de reais e, apesar da fabulosa arrecadação, a sociedade praticamente nada recebeu em troca. A educação básica é uma das piores do mundo, a saúde pública é imprestável, com greve ou sem greve não existe segurança, o sistema de transporte é um caos, apenas para ficar nos exemplos mais básicos. Telésforso Martinez, Salvador – Ba.

Não pude deixar de concordar com o Saci. De fato, o Prof. Telésforo Martinez estava sendo muito corajoso. Aliás, não é à-toa que eu me orgulho tanto de fazer parte da UFBA. Embora não parecendo, sua capacidade de resistir aos ataques neoliberais pode ser vista e registrada a todo momento. É só ter paciência para procurar…

Anúncios

Uma resposta to “– UFBa não se alinha totalmente ao governador”

  1. Cecilia de Paula Says:

    É mesmo muito bom esse comentário… Principalmente a sua relação com o governo federal anterior com seu manto de inocência e sua incompetência de investir no social, escolhendo governar pra poucos e enganar a muitos e, pelo que parece esta fazendo escola…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: