 Como os deputados votaram o Mínimo

 

 

O Saci se embananou todo para simular um deputado dito de esquerda entrando na Casa do Povo com a perna direita... (clique na arte para visualizá-la melhor).

 

O perna direita dos parlamentares de esquerda

 Muita gente vibrou com a atitude corajosa de Dom Manuel Edmilson da Cruz, 86 anos, bispo emérito de Limoeiro do Norte, no Ceará. Convidado ao Senado, em dezembro passado, para receber a comenda dos Direitos Humanos Dom Helder Câmara, pela sua tenaz defesa do trabalhador nordestino, o bispo, em plena tribuna do Senado, botou a boca no trombone, recusando a condecoração. Para ele o aumento de 61% aos parlamentares era uma afronta ao povo brasileiro.

Também muita gente ficou indignada com a votação do salário mínimo. E, mais uma vez, a perplexidade de muitos diante da atitude dos parlamentares. Parece que deu a louca na Casa do Povo. A impressão que se tinha era a de lá ter passado um ente malfazejo ou estripulento e colocado as coisas de ponta cabeça, para inverter tudo. Os políticos tradicionalmente mais reacionários votaram em favor de um maior aumento do salário mínimo e os ditos de esquerda caminharam em sentido contrário. Uma zorra total.

 O olhar atento do Prof. Francisco Santana, marcando corpo a corpo cada jogador, identificou na hora a inversão de atitudes. Confira abaixo.

 ————————————————–

VOTAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO

TRAIDORES DOS TRABALHADORES

TRAIDORES DUPLAMENTE QUALIFICADOS – 2 VEZES

Votaram contra R$ 600,00  (1ª vez) e R$ 560,00 (2ª vez).

 

PCdoB

Alice Portugal   ————————————————-NN

Daniel Almeida————————————————-NN

Edson Pimenta————————————————-NN

PDT

Felix Júnior————————————————-NN

José Carlos Araújo————————————————-NN 

Marcos Medrado————————————————-NN

PMDB

Arthur Oliveira Maia————————————————-NN

Lucio Vieira Lima————————————————-NN

PP

João Leão————————————————-NN

Roberto Britto————————————————-NN

PR

João Carlos Bacelar————————————————-NN

José Rocha————————————————-NN

Maurício Trindade————————————————-NN

PRB

Acelino Popó————————————————-NN

Márcio Marinho————————————————-NN

PRP

Jânio Natal————————————————-NN

PSC

Erivelton Santana————————————————-NN

Sérgio Brito————————————————-NN

PT

Amauri Teixeira————————————————-NN

Emiliano José————————————————-NN

Geraldo Simões————————————————-NN

Josias Gomes————————————————-NN

Luiz Alberto————————————————-NN

Nelson Pellegrino————————————————-NN

Rui Costa————————————————-NN

Sérgio Barradas Carneiro————————————————-NN

Valmir Assunção————————————————-NN

Waldenor Pereira————————————————-NN

PTB

Antonio Brito————————————————-NN 

  

TRAIDOR TRIPLAMENTE QUALIFICADO – 2 VEZES O TRABALHADOR E 1 VEZ SEU PARTIDO

Paulo Magalhães – DEM——————NF                                        

 

TRAIDORES ESPERTOS – 1 VEZ A FAVOR E 1 VEZ CONTRA

Oziel Oliveira – PDT——————SN                                             

Luiz Argôlo – PP———————–SN

  

VOTARAM A FAVOR DOS TRABALHADORES – QUEM DIRIA.

DEM

Antonio Carlos Magalhães Neto—————————-SS

Fábio Souto————————————————–SS

Fernando Torres———————————————SS

José Nunes—————————————————SS

PSDB

Antonio Imssahy——————————————–SS

Jutahy Junior———————————————–SS

  

TRAIDORES AINDA MAIS ESPERTOS

PT – Afonso Bandeira Florence e ZEZÉU (José Eduardo Vieira Ribeiro). Licenciaram-se. Pelas suas histórias e pelo partido a que pertencem não poderiam se licenciar antes  dessa votação.

DEM – Cláudio Cajado Sampaio. Faltou às votações. A menos que houvesse motivo de força maior, passa a ser um  TRAIDOR TRIPLAMENTE QUALIFICADO  e AINDA MAIS ESPERTO.

A nível nacional, traíram efetivamente os trabalhadores, fechadamente, os partidos CONSIDERADOS DE ESQUERDA, PCdoB, PSB, PT e PV, juntos com todos os partidos da base aliada. O PDT, a sua direção liberou para votar como quisesse e 35% apenas votaram a favor dos trabalhadores. O PPS e o PSOL votaram fechados a favor dos trabalhadores.

Há outros casos pontuais que eu não levei em conta , mas quem quiser pode pesquisar no Google, por VEJA COMO VOTARAM … OU DIRETAMENTE NO PORTAL DA CÂMARA FEDERAL.

Considerei TRAIDORES ESPERTOS, quem votou a favor primeiro de 600, mas depois votou contra 560. O inverso, não considerei traição, pois 560 era mais fácil de passar que 600 e as suas votações eram independentes.

Obs.: S significa a favor do trabalhador, N contra e F, faltou à votação.

———————

Francisco Santana
Prof. da UFBA (aposentado)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: