 Nóis sofre mas nóis goza – Altino Bonfim

NÓIS SOFRE MAS NÓIS GOZA ou
SEM CULPA PELOS CRIMES DO CAPITAL!!!

 

 Altino Bomfim
Professor da UFBA

 

O povão e, entre ele, os pipocas, fazem o carnaval nas ruas, fora dos holofotes, despreocupados com grana e com um único objetivo: curtir (etâ termo massa; genérico!), divertir-se, brincar e mis outros adjetivos do gênero. Alguns pipoqueiros aguerridos lembram dos arrastões matinais desde a Castro Alves, dançando o BOLERO DE RAVEL dedilhado pelo Ademar, até a o porto da Barra (para recuperante banho)???

 Incluo-me entre os classe-média que há décadas divertem-se atrás dos trios, afoxés, blocos diversos e que, ao longo do tempo, foi perdendo foi sendo marginalizado e espremido pela privatização das ruas, através do grande negócio que virou o carnaval baiano, através dos blocos de trio de axé.

 Nesse longo período, mis discussões foram feitas sobre a absurda privatização (com o estabelecimento das cordas nos blocos que segregam, o tamanho, os tapumes, camarotes etc.), a elitização, a exclusão social, a exploração da mão de obra e o outro lado que é o aumento de gente nas ruas, a violência (que é relativa se pensar em milhares bebendo em espaços limitados) tanto das gangues, dos malhados quanto dos policiais.

 Nesse quadro reiterado, dado que formulado há anos, a idéia de fugir do carnaval está sempre posta. Em 2009, a idéia passou correndo vez que a recente viagem para o Fórum e mudança de endereço dificultava mais uma fuga.

 Saca só: ao longo do mês de fevereiro quando antes do carná passava pela Barra, Ondina, Campo Grande e via a privatização dos espaços com tapumes e andaimes levantando camarotes em tudo que é lugar, ficava indignado imaginando a ampliação da mercantilização dos espaços públicos e a ampliação dos limites para o povão e…pipocas como eu!

 Dia 13, inicialmente com a Banda do Bar do Chico e depois na Banda do Haja Corpus e Copos, com aqueles grupos de sopro e percussão…..fomo…..entrando na muvuca!!! Como todo ano, devargarzinho, desprogramados!!

 Na quinta, dia 19, a noite se iniciou com os amigos curtindo velhos sucessos com o grupo PARAONO SAÍ MIÓ!! Deu pra esquentar a garganta e ir trabalhando o molejo do corpo para depois acompanhar, na Barra-Ondina. …..os Mascarados….a maravilha do axé acandoblezado que a Marga produz….OBALUÊ……dá arrepios!!! E sucessos como “Dando a bunda na entrada do Gueto…”

 O famoso bloco GLS dos descolados, ensimesmados, assumidos, tresloucados….pipocas curtidores…………só alegria!!!! Pô! gastei meu tempo na Le Biscuit comprando adereços: não precisou nem de fantasia para entrar na corda, na muvuca…..até o dia raiar quando fomos brindados com uma breve chuvarada para lavar os alisados e pinturas (de quem ainda tinha) e…..a própria alma!!!

 Sexta…na muvuca devagar. Sábado…..pós aquecimento com cervas e bater uma feijoadinha em Ondina entramos na muvuca desde as 17 horas…estava lotadaço…..mas deu pra acompanhar vários trios até a madruga….  domingo de relax que ninguém é de ferro….!!!

Na segunda, após uma feijoadinha na casa da tia, a glória!!! Entramos na passarela do Campo Grande, aquele espaço produzido e reservado para que os “deuses do carnaval” (os ídolos midiatizados pelo marketing e mucha $$$) se apresentam para “o mundo” (?), só que no bolo da querida “MUDANÇA ou PUTARIA do Garcia”.

 É o povão com dente, sem dente, barrigudo, magrela, baixinho, fantasiado de mulher, bebum, negões e negonas – enfim, famílias inteiras desde a primeira até a terceira idade (90 é pouco), grávidas….tudo isso misturado com políticos  aproveitadores buscando fazer média além de grupo de partidos, de sindicatos e de grupo das feministas todas de lilás (? ou violeta?) – e patricinhos/classe média que descobriram a putaria!!!

 Ah!ah!ahhhhhhhhhhhhh!!! É só curtição acompanhar os cavalos cagando no palco dos deuses e seus súditos que pagam para se livrarem do cheiro e suor do povão nos espaços privatizados dos blocos!!!  Chiiiiiiiiiiii: trabalho maior para os garis….

Ahahahahahahahahahah!! As otoridades morrem, estibucham!!! E tem TV que desliga as câmaras, especialmente a global – vixe! Mostrar aquilo!!!

 Também cabe observar os camaroteiros do Campo Grande nessa hora. A gente olha pra eles e todos estão quietos, com cara de aparvalhados, sem entender nada…olhando a bagunça…aquelas pessoas sem abadas, desalinhadas…nem curtem as ótimas bandas!!! Ahahahahahahah! E o povão gritando, cantando e se empurrando na maior alegria na frente dos canais de TV como a Educadora e a Band que, pelo menos, lhes dirigem as câmeras !!!

É turma: um minuto de fama, pode?  É o povão chegando à glória…em altíssimo astral!!!

 Pode-se dizer que a Mudança “lava a alma” do povão (porque entra no santuário dos deuses)  excluído do carná de Salvador!!!

 Coloquem na agenda: na segunda…..a Mudança do Garcia!! Proporcionou 4 horas de muita descontração, molequeira, risadas, encontro com amigos….ao som de ótimas bandas de percussão e sopro…

 A imprensa destaca as críticas feitas pela Mudança mas… elas são tão chôchas, limitadas….controladas!!  Antigamente tinha autenticidade!!! Hoje, parece que tem um grupinho só para fazer X cartazes!!! Até o tipo do material dos cartazes era padronizado….. legal quando cada um faz o seu em cartolina, papelão e expressa a sua indignação….

 Di-noitinha, depois de outra feijoadinha da tia, curtimos no Canela, por horas, o aquecimento da super afinada e transada bateria do Ylê AIYÊ!!!! Lindas negras com seus turbantes e fantasia típica (parece ser a mesma ano após ano…)

 Terça-feira em Ondina: sem muita pretensão……ficamos das 21 às quatro da madruga na maior curtição dado que deu pra se curtir/dançar (tinha pouca gente) ótimos sons como o de Daniela, André Lelis, o ASA e……o saudosista/atual trio de Dodô e Osmar – com o Armandinho com seus solos no PAU ELÉTRICO (invenção baiana que foi roubada pelos americanos sob o suposto da famosa “patente”!!!!) – que fez o maior sucesso junto a grande galera pipoqueiros que lotaram a avenida!! Curtimos essa até pintar os pagodeiros do Psirico…..aí, Tchau……………..

 Ohhhhhhhhhhhhhhh!!! Acabou a muvuca….a alienação, a dispersão, o entorpecimento sonoro (para alguns etílico…), mis caras, cores, sons, dinâmicas, super-sentidos aguçados (quem ta no meio da muvuca tem de estar ligadão todo tempo senão: trompaço, empurrão…e lá vem o bloco dos brucutus de farda empurrando, batendo para que as pessoas se afastem (não pedem….batem)…e o blocos dos trombadinhas para apalpar/roubar, comprar briga….

 Enfim: quem não é espectador, quem não vai para ficar protegido, de boca aberta olhando os caminhões passarem (lembram de “Januária na Janela” ou a Banda do Chico Buarque??) em contrição ou orgasmos de idolatria…..quem curte a muvuca, o agito, o som …..TEM DE ESTAR LIGADÃO em tudo ao redor!!! Mexe de lado pra outro,  pula, se esquiva, esbarra, empurra…é empurrado, canta, samba…!!! E quando a turma começa a correr de frente pra trás nos trios…??? Se segura peão, senão… Ótimo exercício para os sentidos!!! Magina no empurra-empurra perceber alguém passando a mão em seu bolso para saber onde está a $$$$…

 

É A SUPER DINÂMICA DO CARNAVAL! Em que outro momento do nosso cotidiário anual ocorre algo assemelhado???

 

Para concluir e retomando o início, sobre a privatização: as análises dos jornais são limitadas, claro, dado que não vão à raiz: o carná, o axé é uma PUTA MERCADORIA que foi bem mercandizada pelo grande capital. Exclusão, privatização, não democratização do espaço no carná de Salvador refletem a lógica do capital bem como as profundas contradições que estão na estrutura social e da cidade!!! O avanço na construção de camarotes em praticamente todos os espaços do circuito Barra Ondina se reflete a idéia de que esse empreendimento tem público e dá $$$ (não sei se ressarce o investimento de todos….mas…) Que importa que a merda fique para o povão? São tabiques, tapumes nos passeios e menos espaço, espremição!!! Pelo andar da carruagem (ah! imaginem com o prefeito e grupo que lhe acompanha no poder) vão comercializar até o Ar de Salvador!!! E, como a indústria do carná é UMA MINA….!!

 

Interessante observar que enquanto poucos grupos abiscoitam essa grana dentro da lógica capitalista de CONCENTRAÇÃO E CENTRALIZAÇÃO DO CAPITAL (o empresariado de diversos ramos que investem nas atividades que reproduzem mais $$$ como os próprios trios e alguns camarotes….) é evidente que os vários blocos inexpressivos e os afros que têm apelo midiático e comercial não terão apoio/patrocínio a não ser nosso, através do Estado…mera questão de mercado….!!!

 

Claro: o capital não vai investir em bloco que saí na madruga, na decadente praça da Sé ou Castro Alves, com pequeno público ou só com o povão trabalhador que não consome produtos de marca!!

 

Reportagem de Eder Santana em A Tarde de 15/2 mostra a concentração de patrocínios (capital) em quem o reproduz ampliadamente, ou seja, apenas cinco: Ivete, Chiclete, Jammil (??mas é tão fraco!!), Asa e Cláudia Leite. Nesse quadro resta pouco espaço para outros e para o surgimento de novos. Para lançar grupo novo informa que o investimento é de R$ 500 mil…só sendo filhinho ou….amante….ou……………

 

Em síntese: o carná de Salvador é um grande negócio que é programado e produzido por publicitário e pelos empresários….já que a prefeitura apenas arrecada grana e comercializa em proveito próprio o que é público….

Sem análise ou se preocupar com essas intelectualidades (e quem for pras ruas encucando, pesquisando, se lasca: não curte!!!) o povão invade as ruas apesar dos tapumes, das cordas empunhadas e empurradas pelos pouco amistosos cordeiros (explorados, empurrados, com fome, sede…) disputando o que resta de espaço com os que estão na labuta, buscando sobreviver com os famosos isopor ou catando latinhas (e a criançada continua nessa faina…).

 

Ruas lotadas: gente curiosa, só oiando; gente querendo ver seus ídolos, as performances, de boca aberta, abestalhados; e, parte deles, os pipocas, querendo CURTIR/SENTIR/EMOCIONAR-SE com Os LINDOs SONS DA DIVERSIDADE!!! Interessante estatística que saiu na imprensa: apenas 28% dos moradores de Salvador vão para o Carná!! É isso aí: não tem nas ruas os três milhões de habitantes desta que é terceira capital do país. E ainda tem os turistas cujos chutes da prefeitura estimou em 500 mil.

 

Mas…se os espaços foram apropriados pelo capital que ao longo dos últimos 30/40 anos potencializou o ritmo do axé com base nos trios criados por Dodô e Osmar na velha fóbica,….. o som, a mistura de gente, cores e tipos,…. o agito nas ruas ainda não foi privatizado. Já disseram que o povão curte as migalhas…..Efetivamente, ele aproveita o que vai para a rua, em especial, o complexo tecnológico em que se transformaram os trios, produzindo milhares de watts de ótimo som!!!

Bem: já superamos as contradições e, se se vai para as ruas impõe-se a alienação e ditadura da DIVERSÃO, nesses limites interpostos pelo capital…..Sabendo-se curtir,  esses limites se transformam em algo estratoférico, espacial, no tcham para quem se contagiou com essa “invenção do diabo” e, a cada ano, não resiste CAIR NA COMPLEXA GANDAIA DO CARNÁ DE SALVADOR!!. 

 

Conversamos com amigos que foram para o democrático carná de Olinda/Recife onde se destaca a participação, o povão ocupando ruas e praças!! Era o Salvador de 20-30 anos atrás antes de se consolidar a indústria do axé, dos trios que administram carnavais o ano todo no país (e também sãojuõas) potencializando e multiplicando o capital!! O probleminha é ir pra Ricifi e aguentar horas e dias de frevo, frevo e frevo, maracatus, ciranda…..!!!

 

Salvador também é diversidade!! Predomina o axé, mas tem pagode (chiii! Pra quem gosta), e tem pintado nas calles trio de rock, de forró, samba, pagode e….até de bate-estaca (os tecno-eletrônicos com som super alto!!!) E tem a Putaria do Garcia, os blocos afros – a beleza do Ilê…enfim: tem-se opções de sons, ritmos, cores, performances, coreografias…..o que a mídia destaca, dado que ela é fração do capital, são os trios de axé (que reproduzem o capital) mas….o carná…tem mucho, mucho + + + + + + + +!!!

Infelizmente, não dá mais pra fazer o circuito como antes que íamos, no mesmo dia, ao Pelô, depois Campo Grande e depois Barra. No presente a cidade pára no centro, congestionada pelos táxis (que exploram os clientes na onda do “deixe o carro em casa”: no início do carná estavam padronizando corridas de R$ 50,00 até intervenção das otoridades!!!). Tem sugestão de DEMOCRATIZAÇÃO na imprensa: se intercalar blocos afros com os trios. SERIA MARAVILHA POIS NÃO SE PRECISARIA DESLOCAR PARA CURTIR A DIVERSIDADE!

 

Não dá + pra circular por tudo no mesmo dia mas…ao longo da muvuca se pode curtir a DIVERSIDADE dos diversos ritmos/estilos, em diversos lugares!! E sair mais leve (mesmo com as pernas pesadas) após uma semana de maratona etílico-musical, psicológica, espiritual, física (sexual…para alguns) e algo mais que se queira.

 

Inda bem: alguns hoje, outros segunda voltam à nua e crua realidade de um país onde se usa $$$ da merenda escolar para bancar o carná (declaração do prefeito local) e se convive no dia a dia com problemas mis a exemplo da insegurança, miséria, dos cínicos políticos e corruptos…rindo de nós!! Mensalões, cuecões, Sathiagra……arrrgggghhhh!!!

Prá quem é sério e trabalhador nesse pais…só havendo um carnaval por mês!!!

 

Prezados: como não está próxima a mudança de sistema, continua super atual a máxima do PANIS ET CIRCENSIS!!! Só alienando uns dias para enfrentar, conviver e sofrer com os desmandos, arbitrariedades, protecionismos, clientelismos em um país onde Sarney (ah! se informem sobre o espoliado maranhão onde estive em janeiro) dirige o congresso, Temeroso a camara, Canalheiros é líder do “venha a nós”, dezenas de senadores e deputados na justiças mas no cargo………….a exemplo do dono do castelo-cassino que continua impune e, pasmem, deputando!!!!

 

E os juros na estrastofera!!! E o Banco do Brasil, antes, e ItaúUnibanco, hoje, anunciando lucros estrastofericos de 7,8 bilhões…………………….escárnio!!!

Alienando, alienando….: se o país não é sério fiquemos com A PUTARIA DO GARCIA!! E, para lembrar: o carná empresarial continua com RESSACA no Morro de São Paulo, na sexta, dia 27 e Micareta em Arembepe no dia 7 de março………..

 

Beijos e abraços pós-carná entrando na fase intelectualóide…!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: