– Docente da FACOM debate mídia livre

.
Não crendo que o “APUB em Pauta” irá divulgar a participação de um professor em evento não  carimbado pela oficialidade, e muito menos que sairá no extinto painel mcdonaldiano dos pesquisadores do mês, o Saci me alertou que talvez fosse interessante divulgarmos no nosso Blog tais atividades – não alinhadas – desenvolvidas por um colega da UFBA.
.
Segue, então, excerto do Portal Minas Livre, a pedido do meu amigo Saci.
.
.
———————————————————————–
11/11/2011 – Mídia em Debate

Movimentos sociais lutam contra bloqueio midiático

Lideranças sindicais e dos movimentos populares reuniram-se na tarde de 9 de novembro na sede do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais, na Região Central de Belo Horizonte,  para discutir a comunicação no Estado e buscar alternativas para superar o bloqueio midiático instaurado no Estado como forma de tornar mais democrático o acesso à informação. A criminalização dos movimentos sociais e populares pela grande imprensa, pelo governo do Estado e pela Justiça foram alguns dos temas debatidos.

Dentre os presentes, Jonicael Cedraz Oliveira, professor de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e membro do Fórum Nacional de Democratização da Comunicação (FNDC); o jornalista Braulio Siffert do Sind-Saúde/MG; o blogueiro Beto Mafra; o coordenador do Portal Minas Livre, Júlio César Silva; Heloísa Greco do Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania; e José Vieira, da Associação Cultural José Martí.

“O processo de alienação induzido pela mídia hegemônica, que leva os indivíduos ao conformismo e à adesão a um pensamento único, incapacita a tomada de uma trajetória revolucionária e organizada da sociedade, que leve a ações transformadoras do sistema em que estamos vivendo.”

A fala de Jonicael Cedraz abriu as discussões do encontro. O professor salientou também que a sociedade precisa buscar sua autonomia, na busca da verdadeira democracia que é uma conquista coletiva.

Jonicael Cedraz foi enfático ao dizer que “não temos meios de comunicação e sim aparelhos midiáticos” associados sempre a poderes e instituições como o próprio estado, igrejas e associações que informam simplesmente, que veiculam conteúdos que levam as pessoas a incorporarem valores de uma cultura alheia a sua”. Distinguindo conceitos de mídia, comunicação e informação, o professor da UFBA  afirmou que o trabalho de construção de um discurso social, só pode ser feito com um trabalho voltado diálogo, o que não interessa ao sistema hegemônico.

“A mídia é uma materialização dos interesses das classes dominantes, que tira do indivíduo a possibilidade de criação de sua identidade social, de ter sua visão de mundo, que deve ser resultante de sua existência concreta”. O sistema capitalista, segundo Jonicael Cedraz, foi colocado como “algo a ser combatido na perspectiva de da construção de um outro mundo, possível e necessário”. ( Veja Fonte AQUI)

—————————

Veja também fragmentos da fala do “Chefe”, sobre a importância da mídia(!), na TV Minas Livre:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: