– Educação, fardas e cosméticos da SEC-BA

 

Últimamente, não tenho tido tempo de ler  todas as mensagens que recebo. Motivos pessoais e profissionais. O meu amigo Saci, por conta própria, se incumbiu de fazer uma triagem das mensagens que valem um caldo. Claro que antes eu dou uma conferida rápida nas mesmas, para ele não detonar o seu próprio Blog…

A mensagem abaixo, creio, vale um caldo. É de alguém que milita no PT e me parece preocupada com a Educação baiana. Julgue o (a) leitor (a) se fiz bem em publicá-la. Preferi só contar o milagre, sem mencionar o santo, ou melhor, a santa:

“Companheiros,

Nós aqui do interior estamos muito preocupados com os encaminhamentos da Educação baiana. Li a carta do secretário da Educação por ocasião do início das atividades letivas, e fiquei muito preocupada. Não há nenhum projeto pedagógico ou educacional no que a SEC faz hoje. Nada, absolutamente nada!

Dizer que o grande projeto da Educação é aumentar as vagas do CURSINHO PRÉ-VESTIBULAR é um absurdo. Nós criticávamos isso quando o governador era Paulo Souto, afirmando que ele não se importava com o ensino médio, com a situação das escolas, a falta de recursos, a falta de professores, a falta de projeto pedagógico. E agora que temos um governo do PT ficamos envergonhados pela falta de propostas concretas para a Educação no ensino médio. Isso sem falar no apadrinhamento que cocorre com as prefeituras que ficam responsáveis de indicar os estagiários do cursinho da SEC e fazem as indicações pensando nas eleições. O governo tinha é que ser mais sério com a Educação formal do ensino médio, que é a obrigação dele, e não gastar dezenas de milhões num projeto inócuo para prefeitos fazerem política.

Vi ainda o proposta do “pacto com os municípios”. Não há nada que já não esteja previsto na Lei de Diretrizes e Bases da educação, no Plano Nacional de Educação de 2001 e no Plano de Desenvolvimento da Educação de Lula em 2007 em termos de regime de colaboração entre estado e municípios. O que é isso agora? Ficar requentando coisas que já existem como se fosse a descoberta da pólvora para esconder a falta de propostas? Na verdade, parace que hoje está à frente da SEC, a começar pelo secretário, não é da área mesmo de Educação, nem “entende do riscado…” Ele é o que mesmo?

E a situação das DIREC? como fica? Nós no interior ficamos estarrecidos quando o pessoal da SEC, especialmente da área lá que cuida da relação com as DIREC, afirma que vai esvaziar as DIREC. Isso é contrário à política do governo Lula e Wagner. Nós não temos a política dos territórios de identidades? Não sempre defendemos a descentralização e a administração descentralizada e em rede? Por que centralizar na SEC encaminhamentos de uma rede com mais de 1500 escolas? Não me parace inteligente. E ainda por cima a SEC hoje está muito perseguidora de diretores de escolas e de DIREC.

Primeiro exoneraram a companheira Kalypsa, que era uma das mais competentes e lutadoras de nossa gestão. Agora falam em exonerar o pessoal de Juazeiro, companheiros do PT também, competentes, também uma das melhores DIREC. Não é possível que os petistas, e especialmente os petistas mais competentes, sejam aqueles tirados por essa gestão.

Por fim ainda temos agora uniformes para os alunos da rede estadual. Quanto isso custou? Outras dezenas de milhões de reais! Será que com uma rede caindo aos pedações em muitas regiões, e faltando tanto por fazer para colocar professores em todas as salas de aula, investem em algo que não deveria deveria ser uma prioridade? O que deve ser prioridade é: melhorar as escolas e ter professores suficientes. Novamente uma medida de quem não tem projeto para a Educação, uma medida paliativa, cosmética, sem consistência.

Andei lendo o que está no blog do setorial de Educação do PT, é muito bom, Temos mesmo que continuar a fazer nossos encontros no interior, como se vinha fazendo para fazer o programa de governo. Quando vierem para a lado de cá do território vou particitar Temos que ver qual o nosso projeto de Educação, deixar as vaidades de lado, as disputas de poder, a busca de holofotes. Educação não pode ser elemento de policagem nem de perseguição, e por isso sou solidária à companheira Kalysa e aos companheiros de Juazeiro.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: