– Na UFBA há também civilidade!

 

Menandro Ramos
Prof. FACED/UFBA

Veja, leitor, que coisa boa! Na UFBA há também civilidade!

Eu lhe confesso que já estava meio incrédulo… Não sabia se, de fato, ainda podia contar com esse raro produto na nossa universidade, ou numa das alista de discussão que temos acesso. Não foram poucas as vezes que recebi descompostura por tecer considerações críticas ao atual governo, ou à política neoliberal que grassa na UFBA e no sindicato dos professores. Quando não é alguém impaciente com as minhas mensagens que “inundam os e-mails da UFBA”, são os coléricos donos da verdade que destilam bílis contra minhas posições políticas. Já fui de tudo nas sua elocuções pífias: de discípulo de Collor, a seguidor de ACM e repetidor de FHC. Na visão desses meus detratores, tudo que escrevo é pura imitação das Revistas Veja, Isto É e de toda a “imprensa golpista”, a serviço da burguesia e contra “os pobrezinhos para os quais Lula deu dignidade”. 

Para minha surpresa, ao criticar o conteúdo de um e-mail, recebi de um professor uma convite ao diálogo, em lugar da uma injúria costumeira! Isso não é maravilhoso?

Mesmo sem consultá-lo, tomei a liberdade de publicizar a resposta do aludido professor. Essa é a faceta promissora da UFBA, pela qual vale quebrar lanças!

Confira a sequência das mensagens trocadas (da última para a primeira):

————————————

Prezado Prof. Penildon,

Sua resposta é uma das poucas dignas de uma lista acadêmica (outras não acadêmicas críticas também existem por aí…). O Sr. não faz ideia o que significa fazer ponderações críticas e, em troca, receber insultos.

Espero que o seu exemplo reverbere por toda a UFBA. E, quem sabe, chegue até o cientista político que dirige o nosso combalido (eu não disse combativo!) sindicato.

De coração, faço votos que a sua passagem pelo IAT – e agora pela UFBA, como docente, que aliás tenho o prazer de saber agora a boa notícia – contribua para trazer a qualidade que a educação baiana tanto precisa.

Estamos tentando costurar alguns Debates sobre os temas que o Sr. mencionou, inclusive entre o Prof. Roberto Lehr, da UFRJ, um dos maiores e mais qualificados críticos do Reuni e da Universidade Nova e o Prof. Naomar Monteiro, conhecido com o “Pai do BI”. Infelizmente a agenda do Prof. Roberto Lehr não permitiu ainda o tão esperado encontro. Tão logo ocorra o Sr. será um dos nossos primeiros convidados.

Atenciosamente,

Menandro Ramos

FACED/UFBA

———————————-

Prezado amigo Menandro e colegas do PPGE,

Acho importantíssimo que haja debate, dissenso  e análise das políticas públicas em nosso país. Como todos nós lutamos pela democracia e continuamos fiéis a esse ideário democrático, aproveito a oportunidade para sugerir à nossa comunidade da FACED ( ainda me considero da comundiade mesmo já tendo terminado o doutorado) a realização de um ciclo de debates sobre as atuais políticas públicas, convidando representantes de diferentes pontos de vista, gestores públicos, professores, alunos, etc.

O debate de idéias é fundamental para fazer avançar as políticas públicas em nível federal e estadual. Tdos ganhamos com ele.

Atenciosamente,

Penildon Silva Filho
Professor de Metodologia da Pesquisa da UFBA
Diretor Geral do Instituto Anísio Teixeira.

———————————–

De: alunos-ppge@googlegroups.com
[mailto:alunos-ppge@googlegroups.com]
Em nome de Penildon Silva Filho
Enviada em: segunda-feira, 11 de outubro de 2010 00:37
Para: alunos-ppge@googlegroups.com
Assunto: RES: Manifesto dos Reitores das IES

————————————-

Prezados Alunos do PPGE

Inicialmente, quero desculpar-me por estar usando esta lista, uma vez que, faz algum tempo, já saí da condição de aluno. Em vários momentos relutei em utilizar-me dela. Agora, porém, o faço motivado pela mensagem que o Prof. Penildo Silva divulgou (com quem tenho boa relação pessoal), que abriga um manifesto de alguns reitores de IES como se fosse um ato heróico.

Se a Universidade é o lócus qualificado da crítica, é bom que se divulgue, também, o contraditório. Há quem diga que a manifestação desses dirigentes não passa de um ato bajulatório discrepante da autonomia que a universidade deve gozar. Até entendo a posição pessoal do ilustre professor, pois comunga do ideário do governo e dos seus partidos de sustentação. Aliás, o mesmo ocupa, como é do conhecimento de muitos,  um importante cargo numa instituição ligada à Secretaria da Educação do Estado da Bahia.

Como tenho uma posição mais crítica a este governo, da mesma forma que o fazia na época de FHC ( e de Serra!) queria trazer uma posição diametralmente antagônica à posição que o Prof. Penildon Silva apresentou consignada na mensagem, pois no Brasil real a educação está péssima e continua sofrendo os mesmo ataques neoliberais que sofreu em (des)governos anteriores. Na Bahia, nem se fala. Talvez as mazelas do nosso estado estejam no rol das piores do país. As estatísticas sérias mostram isso. Parece que o atual governo eleito seguiu as pegadas de ACM.

Felizmente, estou falando para um público que está a par das vicissitudes que atravessamos e que dispõe de instrumentos teóricos críticos para avaliar o Reuni, a Universidade Nova, o Prouni, o Inovação Tecnológica e o Plano de Desenvolvimento da Educação, PDE, também conhecido como Plano de Desestruturação da Educação Superior.

Na esfera local, o descontentamento dos professores da rede estadual pode ser facilmente verificado. Protestos contra a enturmação e a certificação são apenas a ponta do iceberg da insatisfação geral dos docentes. Alunos da PPGE, que também são professores do Estado, podem confirmar ou não o que digo…

Assim, quero compartilhar com os alunos da PPGE a nossa opinião acerca do referido “Manifesto dos Reitores” .  

—————————————————————————– 

Reitores enaltecem Lula

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

Dizem que o filósofo alemão Heidegger, que se filiou ao partido NAZI (NSDAP) e foi nomeado reitor da Universidade de Freiburg, morreu muito triste num cantinho da Floresta Negra. Se não me falha a memória, foi esse o local.

Seus admiradores o defendem dizendo que ele percebeu a mancada que dera e se demitiu do referido cargo. E que se colocou em defesa dos professores de origem semita perseguidos… […] (caso queira continuar lendo, continua nos endereços abaixo).

Atenciosamente,

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA
 e ex-aluno do PPGE

Endereços para continuar a leitura:

https://osaciperere.wordpress.com/%e2%99%a6%e2%99%a6%e2%99%a6-2-%e2%99%a6%e2%99%a6%e2%99%a6/o-saci-cia/reitores-enaltecem-lula/

Criação do “Bolsa Mignífico”:

https://osaciperere.wordpress.com/%e2%99%a6%e2%99%a6%e2%99%a6-1-%e2%99%a6%e2%99%a6%e2%99%a6/123/145-criacao-do-bolsa-mignifico/

————————————————————-

De: alunos-ppge@googlegroups.com
[mailto:alunos-ppge@googlegroups.com]
Em nome de Penildon Silva Filho
Enviada em: sexta-feira, 8 de outubro de 2010 09:16
Para: undisclosed recipients:
Assunto: Manifesto dos Reitores das IES – LEIAM!

VAMOS À LUTA PORQUE O BRASIL NÃO PODE PARAR!!!!!
Divulguem!!!!!!
Reitores das universidades federais:
EDUCAÇÃO NO RUMO CERTO – O BRASIL NO RUMO CERTO
Manifesto de Reitores das Universidades Federais  à Nação Brasileira […]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: