 Paixão irrestrita – Francisco Santana

Prezada Beth

Lamentavelmente você não esclareceu nenhuma das questões levantadas pelo ANDES contra o referido professor. Apenas fez uma declaração de paixão irrestrita pela referida pessoa por pertencer à sua “tribo” e disparou diatribes contra a outra “tribo” que é inimiga. Ou seja, emissão de afirmações gratuitas que não têm nenhum valor em processos jurídico-administrativos ou investigativo científico. Quem as faz perde a credibilidade e a isenção. Até os políticos demagogos já abandonaram esse discurso devido aos meios de comunicação modernos. Talvez essa maneira tribalista dos aficionados do PROIFES se manifestarem é que tenha suscitado o renascimento do SACI, heroi da mitologia tribal.
Por outro lado a professora Beth tem demonstrado uma predileção por defender pessoas suspeitas ou acusadas de desvio de conduta:

 1) Quando um certo diretor do ANDES foi suspenso por improbidade administrativa, a professora pediu seu desligamento da APUB, pelo tempo que demorasse a pena do dito professor em solidariedade a ele.

 2) Recentemente (uns 2 anos atrás, mais ou menos) a professora fez aprovar uma proposta numa assembléia de vinte e poucos professores, a maioria membros da diretoria da APUB, em que aprovavam as contas de uma diretoria da APUB de várias gestões atrás, que foram recusadas numa assembléia de centenas de professores porque uma auditoria sobre o Plano de saúde concluiu apontando diversas irregularidades.

 3) E agora a desse professor do PROIFES.

 Vá colecionando.

 Como poderemos considerá-la isenta na defesa do PROIFES?

 Aguardem: O SACI contra o CURUPIRA.

 Francisco Santana

 

_______________________________________________

 

2009/4/24 <bethbite@ufba.br>

 

Querido GIL VICENTE
O ataque que fazem contra v. é mais um evidente sinal de desespero da
Andes, diante da ampliação contínua do PROIFES. Afinal, não passa uma
quinzena sem que se acompanhe mais uma abertura de análises sobre a
desfiliação da Andes. Esta cumpriu um papel importante na organização
da universidade brasileira. Mas, assoberbou-se de poder e se encheu de
mediocridades. Por isso, as organizações de professores das
Universidades Públicas Federais sérias e verdadeiramente comprometidas
com a construção de um país justo estão cada vez mais abandonando a
Andes, e buscando uma nova forma de se organizar em sindicato de
professores, por todo o país.
Conte com a força dos colegas da APUB para responder à Andes que o
projeto da UFSão Carlos foi aprovado porque teve competencia para
isso, e segundo, pq produzirá os instrumentos que servirão para criar
um sistema de negociação coletiva e permantente para o servidor
público. Ou seja, o que precisamos para garantir a continuidade das
negociações com os governos, instruída na OIT 151.
Devemos lembrar tb aos difamadores da Andes que v. está afastado das
suas atividades didáticas pq preside o PROIFES Fórum e PROIFES
Sindicato.
Mantenha a sua força, que é tb de todos nós, que acreditamos num mundo
melhor, a partir de sindicatos honestos e eficientes, como tem sido o
PROIFES!

Abraços,
Com saudades,

Beth Bittencourt.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: