 Prof. Santana contesta Diretoria da APUB

 

Mas o Sr. pode dizer em que legislação trabalhista é essa em que se apoia?

A brasileira não é, com certeza.

O Sr. acha que pode obter impunemente:

2. A transformação da APUB em sindicato (fora da Constituição e da CLT) dos docentes federais do ensino superior na Bahia, na perspectiva da criação futura um novo formato de organização nacional, exclusiva dos docentes das instituições federais de ensino superior (QUE SÓ EXISTE EM SUA IMAGINAÇÃO). ????

Cadê o PROIFES? NÃO SE FALA MAIS NELE? O Sr. não tem nenhuma satisfação a dar aos professores da UFBA sobre aquele conto do vigário?

Que brincadeira de Curupira é essa? Primeiro, o fracassado PROIFES. E agora, assim num passe de mágica, troca-se PROIFES por APUB-SINDICATO?

Será que os diretores da APUB não têm respeito pelos professores como seres políticos ou será que são os professores que não têm respeito pelo seu sindicato?

Que possibilidade tem isso de não dar certo como não deu o embuste do PROIFES?

A UNICIDADE, expressa na  na CLT, art.517, e na CF/88, art.8.º, II, não permite mais de um sindicato para a mesma categoria. E o enunciado do DOU da resolução do MTE é clara. O ANDES-SN REPRESENTA TODOS OS PROFESSORES DE NÍVEL SUPERIOR DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS, FEDERAIS  E ESTADUAIS.

ATÉ POR UMA QUESTÃO LÓGICA E DE FATO. AS AUTORIDADES QUE REPRESENTAM A UFBA NÃO TÊM REPRESENTATIVIDADE PARA NEGOCIAR SALÁRIOS EM SEPARADO COM NENHUM SINDICATO ESTADUAL.

Onde estão os professores da Faculdade de Direito da UFBA que não puxam as orelhas dos dirigentes da APUB? Inclusive a do seu ex-presidente que é advogado.

                                                                     Franciscdo Santana

 

 **********************************

 2009/6/8 <joarocha@ufba.br>

 NOTA DA DIRETORIA DA APUB

Aproxima-se o plebiscito, marcado para os dias 16 e 17 de junho próximo, em que os associados da UFBA, UFRB e IF-Bahia deverão decidir sobre dois assuntos de grande interesse para os destinos da APUB, a saber:

1.  O desligamento da ANDES-Sindicato Nacional e
2. A transformação da APUB em sindicato dos docentes federais do ensino superior na Bahia, na perspectiva da criação futura um novo formato de organização nacional, exclusiva dos docentes das instituições federais de ensino superior.

 A realização do plebiscito obedece a decisão tomada da Assembléia Geral realizada em 04/9/2008. Antes, outra Assembléia da APUB, de 29/11/2007, já havia decidido pela suspensão dos repasses financeiros, da APUB para a ANDES, em razão da forma como essa entidade nacional decidiu se opor ao processo de expansão e reestruturação das IFES (REUNI), apoiando a ocupação da Reitoria da UFBA, sem qualquer consulta à APUB,  com a utilização de outra seção sindical, a ADUNEB, no apoio logístico à ocupação. A não aprovação do Estatuto/Regimento da APUB, pela ANDES, em 2007, é mais outro grave elemento no confronto entre a nossa entidade e a entidade nacional, razão até mesmo para a tentativa (malograda) de criação de uma seção sindical na UFRB, à revelia da APUB, e sem a devida discussão com os professores daquela Universidade.

Essas são as razões pelas quais a Diretoria da APUB, no intuito de reforçar a pluralidade e a defesa intransigente de nossas reivindicações de natureza sindical e pela universidade pública, vem solicitar de todos o máximo empenho, no sentido da defesa do SIM para ambas as  perguntas incluídas no plebiscito de 16 e 17 de junho próximo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: