– Lula: de delator a presidente?

 

– É esse o resumo mais exato da caminhada do cidadão Lula da Silva? Talvez, não! Talvez seja apenas um no meio de tantos outros , nem mais, nem menos exatos – apenas possíveis -, ponderei.

***

Certamente, a instigante entrevista, em formato de vídeo, dada por José Nêumanne Pinto – jornalista e escritor, autor do livro “O que sei de Lula” -, não tem nenhuma novidade. Ele diz apenas o que alguns já sabem, nada além, mas que milhões de brasileiros insistem em não querer acreditar, inclusive uma boa parte dos colegas universitários. De qualquer maneira, é mais um registro para as gerações futuras fazerem um julgamento desapaixonado do homem Lula, que encantou e emocionou milhões de brasileiros, mas que também delatou e chantageou colegas de trabalho, antes de chegar ao posto maior da República, conforme afirma Nêumanne.

Talvez, os devotos do “Santo Ignácio” digam que o vídeo não passa de mais uma peça de marketing para vender livros. Sim. Pode ser. É bem provável que a entrevista faça parte de uma estratégia comercial. Mas, independente disso, talvez esclareça, da mesma forma, certos traços da personalidade do astuto ex-presidente. A sua habilidade em esquivar-se dos duros golpes desferidos contra os mensaleiros e a capacidade de sair incólume do bafafá propineiro – meio santo, meio herói -, com o indíce de popularidade lá nas nuvens, mostra que a “razão” pode ser, tranquilamente, nocauteada pela “emoção”. Perguntem ao cerebral Dirceu onde ainda lhe dói o corpo… Perguntem ao FHC a razão de ele invejar tanto o ex-torneiro mecânico nordestino. Se, de fato, fosse sincero o sociólogo do nhenhenhém, segundo o Saci, saberíamos que na escola em que um se doutorou, o outro nem foi aceito, por excesso de esperteza, muito, mas muito mais vivo do que o acadêmico carioca.

Se Obama, colega de Bush, embora de partidos opostos, só realizou ou disse bobagens até agora, o reconhecimento, entretanto, que fez de que Lula é o “Cara” o redime de ter errado todas…

É escusado dizer que não concordamos com tudo o que o entrevistado afirma. Principalmente no que diz respeito à generalização que pretende colocar todo povo brasileiro no saco das ratazanas corruptas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: