– Sá Marina

Eis que 2011 agoniza.

E o balanço costumeiro mais uma vez é feito. Promessas não cumpridas, como aquela de andar 40 minutos diariamente, ou de ingerir mais alface e menos miojo, são ardentemente renovadas. Principalmente, para os que se avizinham das portas da eternidade, conforme o delicado eufemismo do meu amigo Saci.

Enquanto isso, a Terra gira, gira, e o Sol perde mais massa. Pelas previsões dos cientistas, daqui a uns 200 bilhões de anos ele, o Sol, também conhecerá o “nada infinito”. Inexoravelmente, segundo a lei universal que sustenta o ser e o não ser ou, se preferir, os átomos, o vácuo e as palavras, conforme compreendia o filósofo Demócrito de Abdera, há mais de 2500 anos. Para quem não sabe, Abdera ficava na Trácia, região do sudeste europeu que hoje compreende a Grécia, a Turquia e a Bulgária. É deste último país que vem o sobrenome Rousseff

Da sala, o Saci reclama comigo:

– Por que diabo no final de ano algumas pessoas ficam melancólicas, ou viram filósofos e historiadores? Diga logo o que você tem a dizer e pronto. Pra que ficar nesse trololó?

É verdade. Ele tem razão. Já ia me esquecendo que esta é uma mensagem de final de ano. Quero desejar a todos e todas um 2012 venturoso, com muita saúde e alegria. E quero também fazer um convite para o Show da Virada, no Pelô, com o meu amigo Saci-Pererê – um tributo a Wilson Simonal, uma das mais belas vozes da MPB -, curtinho, curtinho para não tomar o seu tempo, precioso tempo, de comes e bebes, que ninguém é de ferro e time ruge.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: