– A greve da UFBA continua, segundo CLG

Comunicado aos Professores

Os professores da Universidade Federal da Bahia continuam em greve, conforme a decisão da Assembleia Geral realizada no dia 05 de junho, na Faculdade de Arquitetura, que contou com a participação de 256 docentes e deliberou, com 9 (nove) abstenções e nenhum voto contrário, a manutenção da greve e a reafirmação do Comando de Greve escolhido na Assembleia Geral do dia 29 de maio. Ressalte-se ainda que tal Comando conta com dois integrantes indicados pela atual diretoria da APUB.

A assembleia Geral é a instância máxima de deliberação da categoria e o referendo organizado e realizado pela diretoria da APUB tentou, sem sucesso, subtrair tal significado. O referendo permite a seguinte análise: houve expressivo boicote dos docentes favoráveis à greve, por compreendê-lo ilegítimo, ilegal e antidemocrático. Ademais, a maioria não participante do plebiscito já manifestou sua vontade, seguindo a decisão da assembleia e paralisando as atividades docentes. A greve na UFBA é uma realidade e a decisão sobre sua continuidade cabe apenas a uma nova assembleia.

Foi deliberado na Assembleia Geral, do dia 05 de junho, que o Comando de Greve convocasse os membros da atual diretoria da APUB a retomar o seu lugar neste comando e assim construirmos juntos a convocação da próxima assembleia e os rumos da greve.

A GREVE CONTINUA!!!

Professores da UFBA,

Todos à Assembleia do dia 13/06, às 15h00, na Faculdade de Arquitetura!!!

Reforçamos a posição da categoria que coloca a Assembleia como instância soberana para a decisão sobre a Greve pela Carreira, pelo Salário e pelas Condições de Trabalho.

Para que a greve siga crescendo e se fortalecendo, orientamos que os professores em todas as unidades que se reúnam para constituir:

1)      Um comitê de greve da unidade que tem a função de mobilizar os professores e construir as atividades locais da greve e a agenda da unidade (Propostas de temas: Carreira docente, Reajuste Salarial e Situação atual do ensino superior no Brasil, Condições de Trabalho, Demandas locais da unidade, Direito de greve e outros temas que possam vir a surgir na unidade);

2)      A indicação de nomes para compor o Comando de Greve dos Docentes da UFBA;

3)      O envio para todos os professores do documento em anexo sobre o direito de greve de servidores em estágio probatório e estímulo à participação desses nas atividades da greve;

4)      Organizar um mural na unidade para tornar publicas as atividades da greve.

Comando de Greve dos docentes da UFBA

Salvador, 07 de junho de 2012.

 

Todos à Assembleia! Traga mais um professor com você!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: