Archive for junho \24\UTC 2011

Viva São João!

junho 24, 2011

Viva! E viva também o Povo Brasileiro, que diferente de alguns políticos corruptos, organiza folguedos autênticos regados a licor de jenipapo, quentão, iguarias apetitosas como milho cozido, batata assada em fogueira, pamonha, canjica, bolos de aipim, de puba, de milho e um sem número de estonteantes petiscos.

Mas que as quadrilhas formadas pelos prefeitos de importantes cidades paulistas, conforme vem noticiando a mídia, não sejam confundidas com as quadrilhas festivas e animadíssimas realizadas nas principais capitais nordestinas!…

Por falar em quadrilha, veja em que lugar o Saci andou bisbilhotando neste São João (clique AQUI).

Governador da Bahia vaiado no show de Djavan

junho 15, 2011

Para o leitor que me enviou a mensagem contando o fato, o tímido cantor Djavan ficou todo sem graça. Foi durante o show que fez na Concha Acústica do Teatro Castro Alves. Como quase todos os artistas fazem, ele também fez, ou seja, cumprimentou a autoridade presente, mas pediu para morrer depois…

Atencioso, quis agradecer a presença do governador e a da Primeira Dama, na Tribuna de Honra, que foram prestigiar o seu show. Pra que! Uma estrondosa vaia da plateia ecoou pelo recinto. UUUUHHHHH! Com cara de menino que deixou escapar um arroto em sala de aula, o cantor alagoano tentou sorrir desajeitado. Era visível, para os que se encontravam mais próximos do palco, o seu desconforto. Mas logo depois, como que inspirado pelas musas, logo de imediato agradeceu também a presença da cantora Ivete Sangalo, no meio da plateia, misturada com o publico. A Concha Acústica quase desabou. Mas dessa vez, de aplausos.

Moral da história: o governador Jaques Wagner já começa a colher os frutos das sementes estragadas que tem plantado no Estado da Bahia.

Viva a outra UFBA que resiste!…

junho 15, 2011

Fomos informados pelos organizadores dos eventos comemorativos dos 70 anos da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas – FFCH que o modelo adotado para abertura da celebração foi pautado única e exclusivamente pelas condições físicas do filósofo István Mészáros. Felizmente, foram infundados os temores do Saci de que talvez houvesse um propósito de evitar as perguntas eventualmente embaraçosas. Ficamos felizes com essa notícia. Que, aliás, está muito mais condizente com o perfil dos organizadores, a julgar pela programação e nomes de palestrantes que foram convidados para abrilhantar o evento. A Filosofia vive! Viva a Filosofia!

Viva a outra UFBA que resiste!…

Outras Presenças

Está confirmada presença de outros importantes nomes como os de Francisco de Oliveira, Sociólogo e Professor Emérito da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, além de os professores da Unicamp, Oswaldo Giacoia, filósofo; Ricardo Antunes, professor de Sociologia no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas e Sidney Chalhoub, historiador e professor.

Leia a Conferência de Mészáros (AQUI)

Mészáros na Reitoria da UFBA

junho 14, 2011

István Mészáros é sempre brilhante. Eu o vi pela primeira vez em Porto Alegre, por ocasião do III Fórum Mundial de Educação – FME (leia mais). Não menos instigante foi o título da conferência proferida por ele, no Salão Nobre da Reitoria da UFBA: “Crise Estrutural Necessita de Mudança Estrutural”. A FFCH acertou na mosca. Ninguém melhor do que esse intelectual marxista húngaro, professor emérito da Universidade inglesa de Sussex, para fazer a conferência de abertura da celebração dos 70 anos da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas. Uma pena que o formato escolhido não permitiu a participação do público. O modelo clássico de leitura de um paper produzido, e ainda por cima em outra língua, mesmo que com tradução simultânea via receptor FM (salvo engano), certamente privou o público presente de ir além do texto acadêmico, por sinal excelente, sem dúvida redigido com a maior competência e zelo, mas que poderia ser lido e degustado a qualquer momento e em qualquer lugar, de quem por ele se interessasse. E que certamente não são poucos, inclusive esse que vos escreve…

Pena que o grande público presente não pôde “explorá-lo” através do debate. O que diria o ilustre filósofo – e não sociólogo, conforme a magnífica reitora o nomeou no salão nobre da Reitoria, salvo engano -, que é considerado um dos maiores intelectuais vivos da atualidade, sobre a crise estrutural brasileira; sobre o êxito estrondoso das instituições financeiras num país cujo governo é oriundo de suposto partido de esquerda; sobre um Estado que permite o sucateamento da Educação Pública, da Saúde, da Previdência; sobre os permanentes escândalos que envolvem as altas esferas políticas e sobre a impunidade que estrangula a esperança de se construir um país justo e decente?

Pensando melhor, talvez a organização do evento tenha acertado em não estimular o debate. Talvez tenha sido bom para o conferencista convidado, e excelente para os anfitriões. Talvez muitos vexames tenham sido poupados!…

Tese do Proifes propõe a volta da zarabatana

junho 14, 2011

 

Decididamente não deve ser isso que está numa das teses propostas para o Encontro Nacional do Proifes. O Saci jura que é. Para mim esse é mais um dos seus escrachos. Por mais excentricidade que possa surgir na tertúlia proifiana, essa da zarabatana é forte demais. Que lutem pela paz (pax romana, americana, do capital), e até pelo combate à violência em todos os níveis, tudo bem. É o que estamos precisando. O que assistimos diariamente, aqui na Bahia e no resto do país, é de arrepiar. Para alguns analistas, é a verdadeira falência do Estado brasileiro… Mas fazer apologia ao dardo do sono, isso é dose para matar leão… de circo! E, ainda por cima, alegando que é ecologicamente correto!… Fala sério! (Veja o resultado da votação – AQUI)

APUB Saúde: docentes sem laboratórios

junho 13, 2011

O jornal A Tarde publicou, no caderno B4, em 11/06/2011, uma notícia nada alvissareira para os professores da UFBA e usuários do APUB Saúde: os laboratórios conveniados podem fechar suas portas ao referido plano de saúde.

Mais um imbróglio que a diretoria da APUB se meteu e que terá de explicar aos seus associados.

Excursões na UFBA com menos custo

junho 13, 2011

Este  Blog recebeu uma interessante indagação: em outras palavras, um leitor quer saber se houve superfaturamento nas excursões realizadas pelo Instituto de Geociências, conforme excerto da mensagem recebida:

Os cursos de geologia e geografia tem várias excursões e estágios de campo. Na gestão anterior da reitoria, foi contratada uma empresa que cobrava 3 ou 4 vezes mais do que o normal para administrar tais atividades. Atualmente o modelo mudou. O Saci precisa investigar qual […] [a razão a razão dessa redução de custo].

Em função da política adotada por este Blog, preferimos edulcorar a expressão utilizada pelo remetente e pedir a ajuda aos universitários para esclarecer esse mistérios dos trinta vinténs além da conta, ou melhor – do inverso -, ou seja, desse valor minorado. Por favor, quem souber, que nos esclareça!

Uma coisa podemos assegurar: pelos percentuaais do valor da majoração ou da redução, o ex-ministro Palocci não tem nada a ver com o caso…

APLB consegue aprovação de reajuste

junho 9, 2011

Para o Saci, nesse episódio, a APLB merece ser aplaudida, pois ela conseguiu agilizar a votação da Câmara de Vereadores, conforme notícia no site do sindicato:

A vitoriosa manifestação da categoria fez com que a Câmara de Vereadores votasse em regime de urgência urgentíssima a Mensagem do Executivo. Com isto a APLB-Sindicato conseguiu a aprovação do reajuste que variou de 19,84% a 31,84% retroativos a maio. Além disso, foi garantido o reajuste do Piso Salarial retroativo a janeiro. Para os companheiros que ainda têm dúvidas, o reajuste é para os professores, coordenadores pedagógicos ativos e aposentados.

Agora, é preciso fazer o mesmo em relação ao Governo do Estado, já que Wagner não zela mais pela Educação do que João Henrique, o chefe da municipalidade. Para o Saci, o governador e o prefeito são páreos duros em matéria de indiferença para com a causa da Educação. Portanto, não há razão para marcar um jogador e deixar o outro solto. Ou será que há? Com a palavra, os dirigentes sindicais. (Leia mais)

Profética charge

junho 8, 2011

Saber é poder...

Profética e enigmática a charge do Sacci. Uma fatia da grande pizza saiu de fininho da ribalta do poder, como se nada tivesse acontecido. Bem tratada e elogiada, a tal fatia deixa os holofotes do cenário maior com ares de herói magnânimo, ou melhor, de heroina magnânima. Paparicada in extremis por pizzaiolos diversos, todos cuidados e mimos são reservados para com essa fatia. Não diria que ela é tratada à vela de libra, fugindo do que registram os dicionários, pois “vela de libra”, para mim,  deveria alumiar por muito tempo o caminho, o cenário, o teatro, a ágora. E aqui, o que se cultiva é a treva, a opacidade, a escuridão absoluta, sob o manto do sigilo profissional. Talvez ela – a fatia -, conheça,  como ninguém, os ingredientes constitutivos da grande pizza… Tanto do passado recente quanto do presente. E aí o silêncio vale ouro e afagos mil!