Archive for novembro \29\UTC 2012

“Situação” da APUB goza com a cara do Saci

novembro 29, 2012

Que dó! Pobre Saci! Os amigos do Ancien Régime estão tirando o maior sarro com o coitado! Que maldade…

Algo estranhíssimo no reino da Dinamarca…

novembro 29, 2012

O que teria feito a administração do site da APUB publicar um resultado e depois substituí-lo? Na melhor das hipóteses, que tenha sido só por desleixo profissional dos envolvidos…

.

administração do site da APUB mudou de ideia. Pelo que entendi, ao revisitar o site, a apuração ainda não foi totalizada. Será que é isso mesmo? Como este Blog está atento em informar os professores sobre o andamento das eleições da APUB, nada mais natural que visitasse a fonte oficial da informação para publicar os resultados. Não havia nenhuma indicação que era um resultado parcial, denotando, assim, amadorismo e irresponsabilidade de quem está à frente do controle do site. Se fomos precipitados em confiar num resultado que julgávamos digno de crédito, pedimos desculpas aos leitores e leitoras deste Blog. Continuamos sustentando a nossa tese: se não houver fraude no pleito, as Chapa 2 será vitoriosa. A não ser por inadequação na norma padrão da escrita, não retiramos uma vírgula do que escrevemos. SMJ.

Menandro Ramos
Editor deste Blog

Professores da UFBA dizem NÃO ao continuísmo

novembro 29, 2012

.

Tempo de muito trabalho pela frente – boa sorte, Chapa 2!

Menandro Ramos
FACED/UFBA

.

s professores da UFBA decidiram escolher a APUB VIVA, Chapa 2, por entenderem que os seus ex-representantes, destitídos, indicados pelas urnas há dois anos, não fizeram o dever de casa que prometeram fazer. Página virada. Conforme este Blog amplamente anunciou, venceria quem apostou na vitória da APUB Oposição. Aliás, é uma vitória a mais computada. Ou melhor, mais uma derrota imposta à diretoria proificista. Esta, amargou a derrota por duas vezes na Justiça do Trabalho, numa ação movida pelo Prof. Francisco Santana, associado da entidade sindical, irresignado com o processo viciado do plebiscito que pretendia desgarrar a APUB do ANDES-SN. Também a ex-direção da APUB, em 15 de agosto passado, foi impedida de continuar, através de uma decisãoo em Assembleia, embora tenha continuado sem-cerimônia à frente da entidade, usando e abusando dos recursos financeiros oriundos da contribuição dos associados. Temendo um longo atraso no processo eleitoral para a escolha da nova diretoria, a Comissão Provisória de Transição (CPT), designada pela Assembleia, preferiu não recorrer à via da judiscialização. Esse é pois o quarto golpe sofrido pela diretoria destituída. O último, porém, definitivo segundo supomos.

Como se vê, é muito grande a responsabilidade que pesa nos ombros da Chapa 2, vencedora do pleito. Cabe a ela colocar a entidade sindical – seção do ANDES-SN -, nos trilhos, há oito anos desviada sob o patrocínio do governo Lula. Ainda que tendo na sua composição pessoas  ligadas ao partido do governo, acreditamos que elas saberão separar sindicato de partido. Acreditamos que saberão honrar os compromissos de campanha e que jamais permitirão que a APUB continue sendo correia de transmissão da administração central da UFBA, bem como do MEC.

Como se sabe, a semente da Chapa 2 – APUB VIVA foi a APUB-LUTA Oposição Sindical, movimento gestado na Faculdade de Educação, na construção de uma das maiores greves da história da APUB. Esse movimento modesto, tachado de  ação de “grupelho” pela então direção da APUB, foi ganhando corpo por toda a UFBA e acabou se transformando num grande movimento coletivo em favor da recuperação da velha APUB de luta. Neste momento em que a esperança nos invade – esperança em dias melhores para a  nossa depauperada entidade sindical, não podíamos esquecer de três valorosas professoras da FACED que com garra e coragem acreditaram que nada está tão ruim que  não possa melhorar. Quem militou na base desse movimento, sabe de quem estou falando. Nenhuma dessas três valorosas professoras, infelizmente, compôs a chapa vencedora. Espero que não sejam esquecidas.

Rei morto, rei posto. A nova direção tem muito o que fazer. De imediato, talvez, um balanço no que restou dos recursos da APUB e criteriosa apuração se as contas estão fechando de fato. Outro ponto que deve merecer atenção é em relação à contribuição ao ANDES-SN desviada para o Proifes governista. Também o Estatuto da entidade deverá ser revisto, lembrando que o tal plebiscito continua sub judice.

Para quem estava preocupado com a atuação da entidade como aparelho de partidos políticos, a vitória da Chapa 2 é um grande alívio. Se tudo ficar nos conformes, o futuro candidato a substituir o governado Jaques Wagner não terá dessa vez a APUB como bastião governista. Já era tempo! UFA!

Quem apostou no imobilismo dos professores da UFBA, perdeu.