Geografia do poder

.

Cosme_e_Damiao-DAS-IFES-201

.

DD.

.

ois docentes da Universidade Federal da Bahia, durante um almoço na cantina de ADM/UFBA, ficaram imaginando onde sentariam, nas reuniões da Andifes, os dois reitores que têm se destacado pela resistência aos ataques da “Pátria Educadora” contra as Universidades Públicas. Acabaram chegando à conclusão que, muito provavelmente, o recém chegado reitor da UFRJ logo se aproximaria do reitor da UFBA, e os dois passariam a escolher um lugar em que ambos pudessem ficar juntos papeando e trocando ideias, qual Cosme e Damião.

Fala-se, à boca pequena, que muitos dos sócios do clube dos reitores ainda ignoram que não precisam ficar rastejando diante do MEC, uma vez que foram eleitos pelas suas comunidades, não devendo, assim, nenhum favor a qualquer que seja o governo de plantão, e muito menos a partidos políticos.

– Apesar do conservadorismo reinante no magnífico clube, espera-se que os “subversivos” da UFRJ e da UFBA saibam convencer os seus colegas a recuperarem a dignidade perdida! – concluiu otimista um dos aludidos docentes na mencionada cantina, por sinal, muito amigo do Saci…

Anúncios

Uma resposta to “Geografia do poder”

  1. altino Says:

    OLÁ1
    sabes se os dois já acionaram a ANDIFES para mais uma rodada de discussões e posicionamentos sobre a crise da “patria educadora”?
    altino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: