A Lattes é um mal necessário?

.

LATTES-2015-a.

A.

.

o visitar, hoje cedo, as estatísticas das postagens do seu blog, o Saci deparou-se com uma “relativa alta visitação” à postagem “Viver não cabe no Lattes“. Por conta disso, à queima-roupa, ele me perguntou:

– Chefia, a Plataforma Lattes é um mal necessário? Por que se tem esse frisson todo para exibir-se na Lattes? Por que esse interesse todo da tribo acadêmica?

Preferi dar de ombros ao pilantrinha, pois já estava atrasado no meu diuturno (a presidente Dilma Rousseff também diria, impropriamente segundo os entendidos,  “e noturno”, conforme sua fala recente da TV) trabalho de edição do material da Greve dos docentes da UFBA e outras IFES. Portanto, calado eu estava, e calado continuei editando.

Só que a semente da dúvida é um treco terrível. Lançada em solo fértil, e recebendo água e luz convenientemente, não tem como não germinar. Talvez seja o tal determinismo da Natureza de que tanto falam por aí. Mesmo sem morrer de amores pelo Lattes, acabei remoendo e ruminando a provocação do Saci.

De fato, há quase uma reverência sagrada pelo Lattes, ainda que dando um desconto nas provocações do meu amigo de gorro vermelho e pito. Como já escrevi em outras oportunidades, não seria razoável, para dizer o mínimo, desprezar o registro das atividades acadêmicas. Ainda que isso não aconteça, necessariamente, no aludido instrumento repositório. Sem dúvida ele, o registro, na pior das hipóteses, pincela rapidamente – ou pode pincelar –  referências que podem ser úteis a outros pesquisadores ou à sociedade em geral, num tempo mais extenso.

O certo é que, vitrine das vaidades, instrumento de poder, satisfação à sociedade ou tudo junto  – misturado! – o fato é que a palavrinha “Lattes”, agregada a “currículo” ou “plataforma”, tanto faz, exerce um certo fascínio – e por que não dizer mesmo “magnetismo” ? – sobre muita gente boa por aí… Os mil e cem acessos à referida postagem, num tempo relativamente pequeno, não me deixam mentir. Salvo melhor exame.

Menandro Ramos
FACED/UFBA

.

OURO-DE-TOLO-2015

 .

Anúncios

2 Respostas to “A Lattes é um mal necessário?”

  1. osaciperere Says:

    Vi, dia desses, alguém que postou o seguinte: “A vida pode até não caber no Lattes, mas o Lattes pode caber na vida”…

    Frase bonitinha, não? Amei!

  2. altino Says:

    OLÁ,
    para complementar pode-se ler o artigo HOMOLATTES de Gilberto Felisberto na pg 08 da edição que está nas bancas da Revista Caros Amigos (Ano XIX, n. 220) cuja materia central é “Judiciário: o poder do privilégio”.
    Saudações,
    altino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: