ANDES-SN no Congresso da UFBA

Eblin

Profa. Eblin Farage (UFF), presidente do ANDES-SN.

.

“Eta zorra! E dizer que a representante da Apub proificista teve fala assegurada na abertura do congresso da UFBA!… Suprema contradição!”
Vaca Tatá

.

d cap 17.jpg.

.

iferente do glamour da Abertura do Congresso da UFBA Setentona, no TCA, em que a Apub proificista se fez representar, o evento denominado “Debate: Projeto de Universidade do Andes-SN”, inserido na programação comemorativa, foi simples – em ambiente quase espartano do Auditório da Faculdade de Arquitetura -, mas as professoras Eblin Farage (presidente do Andes-SN) e Caroline Santos (da diretoria da Regional NE III/Andes-SN, deram conta do recado. E muito bem. Quem esteve lá, gostou.

Segundo o Saci, se nas 94 outras salas de atividades simultâneas falou-se, por hipótese, apenas dos lírios do campo acadêmico, ou quando muito berrou acertadamente o “FORA TEMER”, o Debate do Projeto de Universidade do Andes mirou com êxito no olho da mosca e redimiu o Congresso “de ser acusado de valer-se de eventos festivos de datas redondas ou efemérides para narcisicamente gabar-se do seu próprio umbigo”… Claro que não concordo nem com uma vírgula dessa última fala do pestinha provocador! É escusado dizer isso.

Mas voltando ao evento em Arquitetura, quem esperava uma fala crítica das debatedoras sobre a universidade brasileira não se decepcionou, incluindo-se no cardápio questões ligadas à necessidade de se pensar no orçamento da Educação em detrimento do seu financiamento como quer o ideário neoliberal, ou a questões relativas à deletéria Parceria Público-Provada (PPP), em que se tratou da impossibilidade de quem paga a pesquisa não querer dar a bússola já apontando o norte para o mercado… Isso só para fazer uma minúscula citação das importantes abordagens que foram tratadas em consonância com as indagações e angústias da plenária que lá compareceu.

.

arquitetura 2

Para o Saci, o evento ocorrido no auditório de Arquitetura reafirmou – pelo menos para alguns! -, velhas convicções…

.

.

Este slideshow necessita de JavaScript.

.


.

reflexo 2016

.

BALANÇO DO CONGRESSO

cap n 17.

.

ão se pode negar o êxito formal do Congresso da UFBA Setentona como um todo, abrilhantado por interessantes e ricas mesas, palestras, comunicações, intervenções artísticas, oficinas, intervenções e lançamentos espalhados pelos campi, ainda que alguns dos eventos tivessem uma baixa participação, considerando o universo que constitui o total da comunidade universitária, incluindo-se aí, como é de se esperar, as três categorias: estudantes, professores e servidores técnico-administrativos.

Há de se indagar, com justeza, se além do que foi belo e glamurosamente apresentado durante o Congresso da UFBA, outras marcas e tentos efetivamente significativos – para além da instituição septuagenária -, serão assegurados no futuro próximo como herança da efeméride.

É possível afirmar, sem erro ou exagero, que o evento contribuiu para que se pensasse a universidade como um todo e com ampla participação da grande maioria? O evento confirmou a força da Universidade Federal da Bahia perante a comunidade baiana, ou além dela, ou tão somente revelou a competência marqueteira dos seus organizadores, com perdão do incômodo termo? As falas e reflexões suscitadas pelo evento desdobraram-se  (ou desdobrar-se-ão)   em estratégias para o enfrentamento ao atual governo temerário, ou até mesmo para o confronto  com um eventual regresso da presidente afastada que iniciou o segundo mandato negando o que prometera nas campanhas eleitorais para a Pátria Educadora da qual a Universidade Federal da Bahia é parte interessada?

Que a UFBA tenha longa vida! E que quebre lanças sinceras pela construção, de fato, de uma sociedade justa, democrática, referenciada no social e emancipada, enfim.

Menandro Ramos
FACED/UFBA

 

 

Anúncios

Tags: , ,

Uma resposta to “ANDES-SN no Congresso da UFBA”

  1. Tomasoni Says:

    Duas coisas: a primeira é a denuncia que temos do proifes, estrutura putrefata, que construiu e constrói a transformação da carreira docente em lixo. Foi responsável pelo cisalhamento e criação de diferentes condições de trabalho no interior do ensino superior. Mas com um canto de sereia maldito atrai pessoas ao seu redor….etccccc.
    outra questão é quanto ao congresso que precisaremos tempo para organizar uma digestão e direcionamentos a partir dele.
    Há sim muito trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: