Archive for outubro \21\UTC 2018

Nem Deus tira!

outubro 21, 2018

Parece que a certeza da vitória do capitão reformado que alguns simpatizantes nutriam, foi abalada pela notícia de “caixa 2” (veja AQUI). Ou não! O real pega peça!…

Nem deus 1

.

44514323_2149143435105150_2511814591164448768_n

“POLÍTICA É COMO NUVEM: HOJE TEM UMA FORMA, AMANHÃ TEM OUTRA…
“(A frase é atribuída ao político mineiro Magalhães Pinto, ex-governadora de Minas, falecido em 1996.)

 

E aí ministra?

outubro 21, 2018

.

.

Mira 2944_n

.

cap f.

ala-se que nunca na história do país a política inspirou tantos memes… É bem provável que a afirmação seja verdadeira. Talvez isso potencializado pelas redes sociais, repletas de tristes verdades e de fake news. Que por sinal, ao que tudo indica, vem inspirando o Messias fake dessa plagas, como inspirou o atual presidente dos Estados Unidos… Também não muito verdadeiro! – como dizem por aí.

.

.

 

 

.

Da série:#ELENÃO!

outubro 7, 2018

.

.

.

.

.

.

.

COMUNISMO NUNCA MAIS! (E JÁ HOUVE, DOUTO JURISTA)?

outubro 7, 2018

.

.

Menandro Ramos
Prof. da FACED/UFBA

.

.

maior parte da população ignora o que vem a ser comunismo… É preciso explicar, pacientemente, que nunca houve uma experiência comunista, conforme matutou o velho barbudo Karl Marx e seu brother Frederich Engels, ambos pensadores alemães. E dos melhores de todos os tempos, segundo pesquisa feita por mídia inglesa…

Pois bem, segundo a concepção marxista ou marxiana, para alterar o modo de produção capitalista ou burguês, seria preciso fazer “dançar” o Estado, que é instrumento de manutenção da exploração da burguesia sobre o proletariado, bem como das leis ou normas jurídicas que são também instrumentos de sustentação de privilégios de uma classe sobre outra, ou seja, dos exploradores e explorados. Se o Estado é o “hardware”, para usar de um termo contemporâneo, que é a parte dura, física, como as armas, as prisões e calabouços, entre outras engenhocas físicas, as leis, localizadas no que se compreende por superestrutura, seria o hardware. Igualzinho no funcionamento dos computadores…

Assim, não é de se estranhar que o colendo ministro do STF, por ocasião do seu discurso alusivo às comemorações do trigésimo ano da Constituição Federal de 1988, tenha dito com todas as letras um não redondo ao COMUNISMO, assim como o fez em relação ao fascismo e nazismo.

Para o público que não teve oportunidade de estudar seriamente, ou quem sabe que tenha “aprendido ” segundo a narrativa da mídia burguesa, que não é outra coisa senão o aparelho ideológico do pensamento neoliberal, para esse público mal informado, “comunismo”, “fascismo” e nazismo” são farinhas de um mesmo saco. Só que, com o estudado ministro do STF, a coisa é bem diferente.

Mesmo não podendo ser tomado como exemplo de um acadêmico estudioso e empenhado, segundo dizem por aí, ninguém de sã consciência dúvida que ele sabe perfeitamente separar o joio do trigo… Ele sabe mas não tem interesse em fazer essa separação. E por que não quereria fazê-lo? Ora, por uma razão muito simples. Se a humanidade soubesse de verdade o que propõe o comunismo, ou seja, tornar comum a todos e todas o que foi produzido ao longo de sua trajetória no Planeta Terra, certamente o empenho de transformar a ordem injusta do capitalismo por uma outra ordem inclusora de todos, não se faria esperar. A conhecida exortação de Marx/Engels, do Manifesto Comunista de 1848 – “TRABALHADORES DO MUNDO, UNIVOS, se de fato praticada, seria uma espécie de catalisador que potencializaria toda a força dos trabalhadores para a alteração da sociabilidade existente – bem melhor para todos, sem exceção.

Cabe indagar, se tal revolução acontecer, que lugar ocuparão os juízes atuais, semideuses que se alimentam da melhor ambrosia e do melhor hidro mel que o Olimpo dos Deuses pode produzir? Para não insistir no “textão” inoportuno em tempos de Face e Zap, tentaria resumir essa ideia que ainda não emplacou, através de conhecidas figuras históricas: Marx (e Engels) conjuminou na sua cachola a alteração do capitalismo, para o comunismo, mas não de forma imediata ou abrupta, já que nem sempre as condições materiais e históricas o permitem, mas, antes, passando por um período de transição que seria o “Socialismo”.

Depois de Marx ter projetado o comunismo, Lênin começou a colocar em prática o que o barbudo alemão concebeu, mas, nesse caso, na União Soviética, após a Revolução Russa de 1917. Como se sabe, Lênin não pôde continuar o iniciado e Stalin joga água no brinquedo…

Portanto, Marx bolou, Lênin deu início à execução e Stalin deturpou… Mas o que não autoriza ninguém dizer que o comunismo não deu certo em lugar nenhum, uma vez que ele, verdadeiramente, nunca existiu. O que não significa também que não poderá um dia acontecer, dado que as coisas não são estáticas. Os processos de transformação estão em permanente ocorrência!

——
Fonte: AQUI
——

.
43419299_2129501460402681_152515899293696000_n

.

“UMA VERGONHA”

O ministro Toffoli usou da mesma lógica astuciosa de Boris Casoy: no meio de muitas mazelas que ele dizia acertadamente ser “uma vergonha”, ele embutiu uma outra que não tinha nada a ver naquele balaio. Como o público acrítico compreende uma parte da elocução, a que não consegue compreender, passa no bolo como se fosse verdadeira ou da natureza das anteriores. Ao longo da repetição mântrica de “isso é uma vergonha”, vai ganhando supostamente credibilidade para o público ignorante, e o resto já se sabem dos efeitos produzidos nas mentes preguiçosas de queimar neurônios e realizar sinapses para compreender melhor os complexos processos do real em movimento…

O Caso Bolsonaro: Faca ou Fake?

outubro 4, 2018

.

O caso Bolso - Faca ou Fake 18

.

Francisco Santana
Aposentado da UFBA

 I – O GOLPE DE MESTRE – BOLSONARO MATOU TRÊS COELHOS COM UMA CAJADADA (FACADA) SÓ: FUGIU DOS DEBATES COMO PLANEJOU, FEZ A CIRURGIA DE UM GRAVE PROBLEMA INTESTINAL QUE NECESSITAVA E CRESCEU NAS PESQUISAS.

I.I – OS FATOS – FOTOS E VÍDEOS – Miremos primeiro nas fotos abaixo, do atentado farsa, segundo andam falando por aí. Essa foto foi divulgada pela própria assessoria do Bolsonaro nas redes sociais e na imprensa. Por ela, vemos que o todo lado esquerdo do abdome, das costas ao inicio do lado esquerdo (após o umbigo) está lisa e totalmente limpa; não há vestígios de sangue nem qualquer ferimento, um mínimo arranhão se quer.

Por outro lado, na mesma foto tem três profissionais trabalhando num procedimento na direção da região inferior e direita do mesmo abdome. Trata-se de uma foto numa sala de cirurgia, logo após Bolsonaro ser atendido de emergência. Por essa foto, se Bolsonaro, recebeu alguma perfuração, seja por atentado ou por procedimento cirúrgico corretivo, foi no lado direito e inferior do abdome.

Segundo, todos vídeos do momento do atentado, mostram Bolsonaro com as mãos cobrindo o lado direito e inferior do abdome. E esses vídeos foram feitos por seguidores de Bolsonaro.

Não há dúvida portanto, que se houve alguma perfuração, ela foi do lado direito e inferior do abdome.

I.II – A ARMA DO CRIME – A arma do crime exibida oficialmente como tal, é a do anexo, “A arma do crime”. É uma faca tipo peixeira ou faca de açougueiro, tendo um detalhe, o de ser serrilhada, ou seja com poder lacerante maior.

I.III. CONCLUSÃO PARCIAL – Se foi essa arma e se ela penetrou pelo lado direito inferior direito do abdome, para ela furar o intestino grosso à altura da junção do cólon transverso com o cólon descendente, teria que fazer um estrago que seria proibido a pessoas de nervos fracos olharem; a foto do anexo, “anexo da foto do atentado farsa.”, teria um aspecto horripilante; ao invés daquele abdome liso e limpo, como se Bolsonaro tivesse saído do banho, teríamos uma cena dantesca ou horripilante; uma barriga aberta com vísceras, sangue, fezes e outros fluidos do intestinos expulsos, com médicos e enfermeiros tentando fechar o corte para conter as vísceras e Bolsonaro aos urros de dor que nem analgésico ou anestésico algum poderia passar. Impossível, se partirmos das premissas estipuladas, a pretensa arma do crime atingir a extremidade esquerda do cólon transverso, partindo da direita, sem fazer um estrago sem limites.

Aquela fotografia portanto não representa tal facada, mas um milagre sem explicação. Não há como os explicadores de plantão, explicarem esse milagre. Nem Mr. M. Essa é a prova cabal de que a facada foi uma farsa. Nem com as técnicas mais avançadas de cirurgias endoscópicas a lazer, se conseguiria essa proeza, furar abaixo do fígado para cortar a extremidade esquerda do cólon transverso. Salvo se a sonda penetrasse pelo ânus de Bolsonaro.

Confira as fotos abaixo:

Este slideshow necessita de JavaScript.

II – O PAPEL DA IMPRENSA NA FARSA – A imprensa internacional, em especial a mídia poderá futuramente ser acoimada de cúmplice de uma das farsas mais grotescas que pode estar ocorrendo no Brasil. Não só a imprensa, mas também entidades públicas do primeiro mundo, responsáveis pela defesa da integridade e da dignidade humana, como por exemplo, organizações jurídicas, médicas, criminalísticas, forenses, etc.

Ou seja, para os países do primeiro mundo, os países do terceiro mundo não são diginos de ter o olhar vigilante da imprensa e da justiça mundial, salvo os casos de interesse político do primeiro mundo.

E o mais grave é que farsas como estas podem fazer vítimas. Envolvidos ou não com a farsa, são seres humanos como nós. O Adélio, por exemplo, pode ser morto como queima de arquivo e o próprio Bolsonaro não está a salvo de uma morte acidental, no interesse da eleição de outro candidato; lembrem-se de Eduardo Campos.

De cúmplices de uma farsa passariam a cúmplices de assassinatos.

.