Brasil: Um país de impunidade

Eldorado-Carajás

Até quando?

A (3).

cada dia, de norte a sul, a violência ganha corpo. Na mesma proporção, a impunidade se agiganta. A Bahia, infelizmente, muito tem contribuído com essa triste estatística. Recentemente, o Prof. Fábio dos Santos Silva, dirigente do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST),  foi assasinado em Iguaí, interior baiano. Mais recentemente, em Salvador, o mesmo aconteceu com Itamar Ferreira Souza, estudante da FACOM/UFBA. Quer na capital, quer no interior, não há mais segurança. Para o meu amigo de gorro vermelho e pito, a “mãe gentil” do Estado brasileiro tem sido generosa com o capital e madrasta para com seus filhos trabalhadores. A Bahia de Wagner continua igualzinha a do velho ACM. Nem a pintura dos prédios públicos mudou…

Falta terra, falta pão, falta educação, falta saúde, falta segurança, falta justiça… A prometida Reforma Agrária foi mais um engodo, e que se tornou o pesadelo da terra prometida.

Sobra, entretanto, júbilo na cara dos banqueiros, dos barões do agronegócio e dos políticos corruptos. Também não têm do que se queixar as megaconstrutoras e o capital transnacional.

Até quando?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: