– Unidades da UFBA dizem NÃO ao referendo

Menandro Ramos
FACED/UFBA

Muitas Unidades e Cursos da UFBA, afirmando a soberania da Asembleia, dizem – através de instâncias coletivas -, NÃO ao referendo: Geociências, Letras, Medicina, Odonto, Ciso e Economia são algumas que consegui guardar na memória.

Através de e-mails, vamos tomando conhecimento de que o coração da UFBA voltou a bater forte. Ainda que alguns afirmem que há normalidade nas aulas da UFBA, sem muito esforço pode-se contestar tal afirmação.

Claro que cada caso é um caso. Alguns professores pararam de vez, desde a decisão da Assembleia do dia 29 de maio. Outros, já anunciaram que pararão, mas que ainda precisam resolver pendências com os alunos. Ou seja, cada situação tem sua especificidade e merece uma atenção especial. Ninguém de bom senso vai imaginar que os professores da UFBA tomarão atitudes irresponsáveis. Creio que o art. 9 da Constituição Federal será sempre a referência maior:

Art. 9º É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender.

§ 1º – A lei definirá os serviços ou atividades essenciais e disporá sobre o atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade.

§ 2º – Os abusos cometidos sujeitam os responsáveis às penas da lei. “

Seria sensato afirmar que a UFBA não parou depois do dia 29 de maio? Embora a direção da APUB tenha, intencionalmente,  omitido detalhes importantes  da Assembleia que decretou a greve dos professores da UFBA  para a imprensa, e esta noticiar o condicionamento da greve ao referendo casuísta, quem se der o trabalho de deambular pelos campi da UFBA vai encontrar muitas e muitas salas vazias.

Na FACED, por exemplo, a minha Unidade, um bom número de docentes assume estar em greve. E é de se observar que a FACED abriga duas ex-presidentes da APUB que apoiam a atual diretoria da APUB e que são, portanto, Proifes (que por sinal já se manifesta pela greve!). Eu não diria, levianamente, que estamos 100% parados, mas que um bom número de colegas parou, isso parou! Quem duvidar que nos visite…

A direção da APUB já sabe que esse é um caminho sem volta. Alguns, erroneamente, ou como estratagema, atribuem tudo isso a um litígio entre o ANDES-SN e o Proifes. O que não é verdade. Nos últimos meses, ficou cada vez mais evidenciado o desapreço que o governo federal (igualzinho ao executivo estadual daqui!) tem pela Educação e pelos professores. Só para relembrar, em números de 2010, quase a metade do orçamento da União foi tomado para o pagamento da dívida externa brasileira – juros, amortização, refinanciamento – (precisamente 44,93%), enquanto apenas 2,89% foram destinados à Educação.

O não cumprimento do acordo em fazer a reestruturação da careira docente que o governo prometeu aos professores, em 2011, apenas confirma o que já se suspeita. A Educação só é lembrada na época das campanhas eleitorais. Infelizmente, só a diretoria da APUB desconhece essa verdade.

Mas a fila andou e a tal diretoria perdeu o Metrô da História, como diz o meu amigo de gorro e pito. Igualzinho na história do Lobo Mau, os “amigos do rei” vão soprar, bufar, espernear e a casa que a APUB-LUTAS OPOSIÇÃO SINDICAL construiu sobre os alicerces de pedra da indignação da categoria vai resistir. A bela Assembleia do dia 29 de maio não deixa qualquer ponta de dúvida!

O desespero da diretoria da APUB é tamanho que praticamente intimou à sua assessoria jurídica a se manifestar com um blá-blá-blá indigesto. Ao lê-lo o Prof. Francisco Santana, que derrotou o plebiscito sobre a desfiliação da APUB do Andes-SN na Justiça do Trabalho, deu uma estrondosa gargalhada e comprometeu-se em perguntar, data venia, ao preclaro advogado da APUB, já que a entidade se diz “sindicato”, qual o seu número de registro…

Todos à Assembleia em Arquitetura, hoje, dia 5, terça-feira, às 15h!

Todo poder ao trabalhador! Todo poder á base sindical!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: