A UFESBA é aprovada pela Globo

Naomar e Arsher 2

Em outubro passado, o apresentador do Aprovado entrevistou os responsáveis pela nova universidade baiana.

.

Menandro Ramos
FACED/UFBA

t.

oda vez que ouço alguém falando no Partido da Imprensa Golpista (PIG), eu fico mais confuso ainda. Até hoje, não consegui descobrir quem comanda esse partido.  Ouvi diversos aficionados do PT afirmarem que a emissora dos herdeiros do doutor Roberto Marinho, arqui-inimiga do  partido do governo, estaria na liderança, juntamente com revistas de grande circulação nacional. Se isso é verdade, no que tange à Rede Globo, há uma pedra no quebra-cabeça que não casa.

Por exemplo, desde o dia 20 de outubro, data da divulgação de uma “propaganda/reportagem” sobre a nova universidade federal baiana, venho recebendo telefonemas e e-mails para saber se eu assisti à entrevista  que o ex-reitor da UFBA deu para a TV Globo… Confesso que já me sentia com complexo de culpa por não ter assistido ao badalado programa.  Ontem, domingo, criei coragem e toquei a procurar na internet a tal entrevista. (Veja-a AQUI). Não demorei para achar. Afinal, pude matar a minha curiosidade. Lá estavam os dois simpáticos professores falando para o apresentador Jackson grapiúna Costa sobre as maravilhas dos novos campi universitários instaladas no interior da Bahia, em especial as três sedes que estão chegando para Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas. Concluí, pela fala entusiasmada do ex-reitor da UFBA, agora reitor pro-tempore da UFESBA, que tudo será lindo e maravilhoso, bem diferente das penúrias conhecidas pela vetusta criação de Edgar Santos, na capital baiana, quer nas condições laboratoriais, quer nas condições de composição dos quadros docentes sustentados significativamente por professores substitutos. Do fundo do coração, torço para que dê tudo certo. Os baianos merecem.

De forma não menos otimista, vi o brilho dos olhos do decano do importante Centro de Formação dizendo compenetrado: “Ciências Ambientais não vai ser (sic) um objeto de estudo puramente conceitual ou teórico. Ele vai ter uma aplicação prática no dia a dia da universidade”.

No final do programa, saí com uma convicção: simplesmente blefam os que dizem que a Rede Globo e a sua afiliada, a  TV Bahia,  não têm sido boas companheiras para o governo petista. Se o PIG existir mesmo, certamente, a Globo está fora dele.

***

Comentando por telefone, pouco depois de assistir ao vídeo, com um colega sobre o espírito empreendedor desses dois ilustres professores, mais rápido do que um corisco, ele arrematou:

– Sacou agora a razão de a diretoria da APUB não se incomodar em sofrer uma rasteira da oposição? Ela sabe que tem costas quentes e padrinhos “globalizados” poderosos…

Constrangido em pedir ao colega para traduzir aquela afirmação que fizera, lá se foi a minha noite de domingo para as cucuias. Até a hora de dormir, eu tentei – em vão! -, decifrar mais aquele segredo de esfinge que quase devorou meu sono…

4 Respostas to “A UFESBA é aprovada pela Globo”

  1. Lesong Says:

    Caramba! Nunca vi a voz de Arsher tão mansa…

  2. Edilson Says:

    mais uma espaço para o proifes deitar e rolar brevemente. proifes é governo até os dentes. naomar e arsher, idem.

  3. Saci-Pererê Says:

    Velhos amigos:
    ——————–

    Amigos para sempreO Prof. Francisco Santana enviou para este Blog a foto acima. O que comprova a não participação da Globo no odiento PIG. Muito pelo contrário…

  4. Nelson Bahia Says:

    A Ufba tb foi aprovada pela Globo/TV Bahia. A parceria com a Facom demonstrou isso claramente…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: