A história das greves

.

E.

muito comum ouvir de alguém alheio ao movimento sindical, que a greve é instrumento superado. Alguns se arriscam até a dizer que é preciso buscar formas mais criativas de pressão. Infelizmente, nunca apresentam as tais “formas criativas”.

Anos atrás, o Prof. Felippe Serpa, e ex-reitor da UFBA, contrariava quem pensava dessa maneira. Ele dizia que graças às greves das universidades federais é que as privatizações não haviam emplacado, pois vontade não faltava aos representantes da direita de que isso acontecesse.

Recentemente, um levantamento  didático foi feito e difundido pelas redes sociais para resumir o legado de tantos professores valentes e empenhados na defesa dos trabalhadores e da Universidade Pública, de Qualidade e Democrática, que se valeram desse insubstituível instrumento de luta. Vale a pena conferir:

A História das Greves B História das Greves C História das Greves D História das Greves.

Uma resposta to “A história das greves”

  1. marco Says:

    O quadro demosntra. Interpreta quem quer. Muito importante este recuerdo para que não esqueçamos da nosso história e nossa construção. Deixemos os pijamistas de plantão bradarem. Mais o mais estranho é vc ouvir o apoio à greve de alguns que nunca reconheceram greve alguma, mas vamos em frente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: