Foi Joviniano quem ensinou a Eduardo Cunha

.

Cunha-e-Joviniano-2015

.

A.

.

inda cremos, sinceramente, que ainda é tempo do Prof. Joviniano-Neto se redimir de suas “atrapalhadas” do Plebiscito – no melhor dos eufemismos, segundo o Saci -,  perante os professores sindicalizados na APUB. De acordo com docentes mais antigos que o conheceram, o piedoso e simpático estudante da JUC, que comungava quase diariamente, está longe do astucioso dirigente sindical de hoje, que se vale da inapetência da maioria dos docentes com os números para reconfigurar resultados ao seu bel prazer…

Tempo bom do “Jovi” jovem! Alguns aposentados ainda lembram bem humorados a época em que seus colegas, estudantes da JUC, lhe roubavam dez das 12 laudas de discursos para evitar os copiosos cochilos das plenárias, das quais participou tantas vezes! Ah! Ampulheta do tempo cruel! Crudelíssima!!!

Abaixo, uma relato do Prof. Francisco Santana acerca da sua suspeita de que o manobrista da Câmara Federal, Eduardo Cunha, teria tomado umas aulas com o fecundo e ardiloso diretor da APUB proificista.

———————————————————–

As manobras regimentais de Joviniano para desfiliar a APUB do ANDES

Francisco Santana
Aposentado da UFBA

A – Primeira etapa : mudança do estatuto.

1 – Criou a figura de assembléia permanente que não só é proibida pelo regimento-estatuto da APUB seção sindical como pelas jurisprudências da justiça do trabalho.

2 – Prolongar a assembléia permanente por 3 meses, um dos maiores absurdos já acontecidos na história sindical.

3 – Mesmo assim perde a votação. Inconformado, esconde o número da associados e publica o resultado com percentuais em relação ao número de votantes e não ao número de associados como manda o estatuto.

4 – Para o ANDES mandaram outro tipo de desinformação. Mandaram um número reduzido de associados baseado num parecer equivocado de um escritório de advocacia e como mesmo assim as propostas de modificação não tinham quorum de aprovação mesmo para esse número reduzido eles mandaram o percentual do número total de votantes, e não por proposta, para o número de associados reduzidos.

5 – E o ANDES aceitou essa enganação? Aceitou porque o ANDES e toda esquerdinha brasileira compactuam com uma idéia equivocada que nega o estado de direito: que leis e regimentos são feitos para serem derrespeitados abertamente. pela vontade da maioria. Mas mesmo assim amudança de estatuto foi negada no congresso do ANDES por ferir o estatuto do ANDES no seu modo deorganização.

B – Segunda etapa: Convocação do plebiscito.

6 – Mais isso não preocupou Joviniano. Continuou em frente para aplicar o seu novo estatuto, convocando assembléia para esta convocar um plebiscito. Mas eles tinham cometido uma burrice. Introduzeiram o artigo do plebiscito sem alterar o artigo 17 que exigia quorum especial para desfiliação do ANDES. Vejamos:

Art. 19 – A Assembléia Geral e a Diretoria podem transferir deliberações de sua competência para plebiscitos e referendos sobre temas que considerar relevantes, caso em que o quorum da deliberação será a maioria dos votos válidos dos participantes.

Ora, como o Art. 17 não foi modificado, só uma assembléia com 50% de associados tem atribuição para convocar um plebiscito para isso. Quanta burrice.

Mas Joviniano foi a frente como Eduardo Cunha, fez o plebiscito convocado por uma assembléia com apenas 60 pessoas.

C – Terceira etapa – Criação do sindicato estadual APUB

7 – Essa etapa é o golpe final no ANDES. Se a APUB conseguir se tornar um sindicato estadual usando uma brecha da CLT chamada desmembramento, o ANDES é banido do estado da Bahia.

8 – Mas, felizmente, como é do caráter dos presidentes da APUB, eles cometeram tantos vícios e burrices na tentativa de formar esse sindicato, que o MTE já negou o seu registro.

9 – Entretanto, eles continuam se apresentando como sindicato estadual impunimente, ilegalmente, graças à cumplicidade dos professores da UFBA.

image

Há uma galera que torce para que o Prof. Diego Marques (FFCH) consiga fazer o simpático e astucioso dirigente da APUB proificista vestir novamente a camisa vermelha dos tempos da JUC…

2 Respostas to “Foi Joviniano quem ensinou a Eduardo Cunha”

  1. A Batista Says:

    Essas coisas precisavam entrar no campo dos esclarecimentos, tipo um documento circulante, pois a base tá renovada e não sabe desses golpes Jovinianescos.

  2. Francisco Santana Says:

    Outra característica comum a Joviano e Eduardo Cunha é que ambos são cristãos fundamentalistas. Joviniano é católico e Eduardo Cunha é pentecostal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: